TÍTULO: "AS 48 LEIS DO PODER"

AUTOR: ROBERT GREENE

ANO DE PUBLICAÇÃO: 2000

 

"Quando o ministro das finanças da França, Nicolas Fouquet, fez a maior festa já em vista em Paris, até então, para bajular Luís XIV, achou que havia conquistado a simpatia do rei. Foi preso no dia seguinte e condenado ao ostracismo pelo resto da vida. Sem saber, Fouquet violou uma das mais importantes Leis do Poder: " Não ofusque o brilho do Mestre". Mesmo sendo uma bajulação, a festa fez o ministro aparecer mais do que o próprio Luís XIV, ferindo o orgulho do "REI SOL". Casos como este ilustram As 48 Leis do Poder, de Robert Greene e Joost Elffers, em que 3 mil anos de história ensinam verdadeiras táticas de guerra aplicáveis aos negócios, à política, às relações de trabalho, à família e mesmo à corte amorosa. Cada Lei apresenta exemplos dos casos em que ela não deve ser aplicada - é válido, por exemplo, ofuscar o brilho do mestre quando ele não tem futuro."

 

COMENTÁRIOS SOBRE O LIVRO:

"O livro se divide em 48 capítulos onde cada capítulo aborda uma lei, cada capítulo se divide em 3 partes, onde se é contada uma história verídica ( com cunho histórico mundial ), uma interpretação desta história e a lei a que ela se refere aplicada aos dias de hoje."

1