Sistemas agroalimentares brasileiro e mundial são temas de publicação

Decio Zylbersztajn
Marcos Fava Neves

livro_agroalimentares_net.jpg (15535 bytes)

Economia & Gestão dos Negócios Agroalimentares traz em seus dezoito capítulos uma radiografia completa dos sistemas agroindustriais e seus desdobramentos no mundo contemporâneo. Escrito por pesquisadores e colaboradores ligados ao Programa de Estudos dos Negócios do Sistema Agroindustrial (PENSA-FIA/USP), a publicação reúne diferentes experiências relatadas, de forma didática e objetiva, não apenas uma conceituação teórica do tema, mas também assuntos mais específicos focados nas inúmeras ramificações dos agronegócios. São temas como finanças, marketing, competitividade, globalização, organizações e instituições, transporte, logística, mercados futuros e de opções, cooperativas, sistemas de concorrência, gestão ambiental, qualidade e segurança em alimentos, gerenciamento de tecnologias, inovação em sistema, licitações públicas, produtos orgânicos, leilões e cadeias de suprimentos nos mercados internacionais.

Os dois primeiros capítulos foram escritos por um dos responsáveis pela organização da publicação e Coordenador do PENSA, professor Decio Zylbersztajn. No primeiro deles, o autor defini o conceito de agronegócios, apresenta a sua evolução tanto no mundo como no Brasil, situa os principais debates existentes e os diversos usos do conceito. No segundo capítulo, que trata da economia da organizações, o autor trabalha o conceito de firma contratual, as características das transações realizadas entre os agentes econômicos que integram o sistema, discute as organizações e ainda introduz um modelo simplificado para avaliar a integração vertical.

Organização Industrial no Agribusiness é o tema do capítulo assinado pela professora Elizabeth Farina, coordenadora adjunta do PENSA, no qual são apresentadas as principais características de diferentes mercados e seus determinantes, uma discussão sobre o que são mercados eficientes e quais os elementos a serem considerados na análise de indústrias específicas. O capítulo traz ainda uma discussão sobre a Teoria da Organização Industrial combinada com a Economia de Custos de Transação, exemplos de vários mercados e um anexo com a lei 8.884/84, que trata da questão do Abuso do Poder Econômico.

Paulo Furquim de Azevedo, da Universidade Federal de São Carlos, é o autor do capítulo que trata as questões de concorrência no agribusiness. O artigo procura oferecer ao leitor uma visão geral sobre os principais conceitos relativos à interação entre empresas rivais nos mercados e também apresenta as principais estratégias utilizadas pelas empresas atuantes nos agronegócios (como fusões, aquisições, segmentação de mercado, diferenciação, diversificação e integração vertical).

Discutir conceitos teóricos e aplicações práticas com respeito ao fluxo de capitais no agribusiness foi a proposta de Sérgio Giovanetti Lazzarini e Fabio Ribas Chaddad. Com base nos custos de informação e transação, os autores analisam a relação contratual entre emprestadores e tomadores de crédito.

No capítulo sobre Marketing no Agribusiness, Marcos Fava Neves mostra a utilidade do marketing para a competitividade das empresas e para a melhoria da coordenação dos sistemas agroindustriais. Já os temas competitividade e globalização no agribusiness brasileiro são discutidos no artigo escrito por Marcos Sawaya Jank e André Meloni Nassar. Tópicos como conceituação de globalização e competitividade, dinâmica da inserção internacional do agribusiness brasileiro, regulação multilateral do comércio (Gatt e OMC) e desafios da integração agrícola no Mercosul também são trabalhados no artigo.

Maria Sylvia Macchione Saes, pesquisadora ligada a FIPE e ao PENSA, é a responsável pelo artigo Organizações e Instituições, trabalho que apresenta o papel das organizações que atuam no agribusiness, dentro do enfoque teórico da Nova Economia Institucional.

Sistemas de Transporte e Logística são temas explorados no artigo assinado pelo professor da Esalq/USP José Vicente Caixeta Filho. Ele apresenta os conceitos básicos de logística aplicados a ambientes agroindustriais e dá ênfase para informações e casos relacionados à atividade de transporte. Pedro Valentim Marques, também professor da Esalq/USP, introduz o leitor nos princípios básicos dos mercados futuros e de opções agropecuárias com exemplos e aplicações aos mercados brasileiros.

Sigismundo Bialoskorski Neto, professor da FEA de Ribeirão Preto, trabalha o tema agribusiness cooperativo, sua importância, estratégias de negócios e tendências, problemas gerenciais e administrativos, bem como as vantagens de negócios. Outra importante contribuição é oferecida pelo professor Samuel Ribeiro Giordano, coordenador dos cursos promovidos pelo PENSA, ao apresentar a área de meio ambiente e a sua relação com o Sistema Agroindustrial. O artigo correlaciona o planejamento e a gestão ambiental geral com as atividades agroindustriais no Estudo do Impacto Ambiental (EIA) – Relatórios de Impacto ao Meio Ambiente (RIMA), água, solo, ambiente institucional e ISO-14000. Qualidade e Segurança de Alimentos são os temas que norteiam o texto de autoria do professor da Unimep Eduardo Eugênio Spers.

Um apêndice sobre comunicação, escrito pelo diretor da OESP Gráfica José Luiz Tejon Megido, e quatro outros artigos complementam a publicação. No caso dos artigos, os temas trabalhados são: gerenciamento e tecnologia e inovação em sistemas agroindustriais, escrito pelo diretor da empresa Boehringer Ingelheim Roberto Silva Waack; o papel dos leilões no agribusiness, de autoria de gerente de projetos de consultoria do PENSA Cláudio Pinheiro Machado Filho; licitações públicas em alimentos, elaborado pela pesquisadora Isadora Herrmann; produtos orgânicos, escrito pela pesquisadora Maria Célia Martins de Souza; e cadeias de suprimentos nos mercados internacionais, de autoria de Peter Zuurbier da Universidade Wageningen, Holanda, com tradução de Luiz Roberto Malta.

Além de toda a amplitude e riqueza com que o sistema agroalimentar é tratado na obra, seja através dos textos, das tabelas, gráficos ou dos quadros explicativos que acompanham a maior parte dos artigos, cada um dos os capítulos é concluído com uma série de questões para discussão. Essa contribuição faz com que a publicação se torne uma fonte de referência tanto para acadêmicos que estudam os agronegócios, como para os profissionais das áreas correlatas que queiram aprofundar seus conhecimentos.


Economia & Gestão dos Negócios Agroalimentares
Organizadores: Decio Zylbersztajn e Marcos Fava Neves
Editora Pioneira, SP, 428 pp, 2000.

Contatos com os autores:
Telefones: (11) 3032-5966
E-mails: pensa@fia.fea.usp.br

1