Teoria Geral da Administração

Antônio César Amaru Maximiano

A prática e a teoria, nos diversos campos da administração, modificaram-se radicalmente nos últimos 20 anos. Muito do que se escreveu antes disso está virtualmente obsoleto. Entretanto, inúmeras idéias do "novo vocabulário" da administração das organizações ainda não foram satisfatoriamente incorporadas ao ensino. Em parte, a carência de bibliografia atualizada é responsável por esse problema. Para tentar enfrentá-lo, Teoria Geral da Administração, lançado pela Editora Atlas, de autoria do professor da FEA/USP Antonio Cesar Amaru Maximiano, traz os conceitos de administração que vão desde a escola científica até as questões pertinentes à competitividade dentro de uma economia globalizada.

O professor Maximiano procurou registrar em sua obra um panorama das idéias mais importantes para a formação do administrador, passando dos conceitos clássicos aos atuais. O livro foi organizado em cinco partes, sendo que a primeira delas, denominada Fundamentos da Administração, procura definir os conceitos básicos sobre administração, organização e administrador. O contexto evolutivo que provou a alteração desses conceitos, bem como suas implicações sobre o papel dos gerentes, são analisados nos três capítulos desta parte. A exemplo do que acontece nas demais partes do livro, há, nesta primeira parte, um estudo de caso que procura ilustrar alguns dos impactos das mudanças organizacionais e tecnológicas sobre o trabalho nas empresas modernas. Ao final de cada estudo de caso, o leitor conta com uma série de questões que objetivam incitar o debate quanto ao tema escolhido.

Já a segunda parte da publicação trata das técnicas de administração que nasceram com o movimento da administração científica e evoluíram até o sistema Toyota de produção, passando pela escola da qualidade. O capítulo é seguido pelo estudo de caso "Taylor resolve um problema", onde o autor recapitula um episódio em que o principal personagem da administração científica, no caso Taylor, cria um conceito até hoje considerado importante.

A escola humanista é tratada na terceira parte do livro, onde o autor analisa as idéias mais importantes sobre a emergência desse enfoque na administração, bem como suas aplicações de liderança e motivação. Por intermédio do estudo de caso "Elton Mayo faz umas perguntas", o leitor é colocado no papel de discípulo do "pai" das relações humanas, para tentar resolver o problema do experimento de Hawthorne. A parte intitulada "As empresas e o ambiente" dá ênfase ao estudo sistêmico e suas aplicações. Os temas que o autor analisa neste capítulo tratam de administração estratégica, ética e responsabilidade social. Como estudo de caso ilustrativo foi apresentado uma situação de decisão de uma empresa, na qual questões éticas estão envolvidas.

Fechando o livro com o tema "Novos Paradigmas", o autor dedica-se ao exame das idéias e realidades que vêm alterando os conceitos tradicionais da administração, incluindo aí estratégias e técnicas participativas. A obra traz ainda uma síntese dos conceitos de reengenharia, bechmarking e administração virtual, seguida do estudo de caso "Volkswagen do Brasil". No caso, foi analisada a experiência obtida com a implantação de um sistema que alterou as concepções tradicionais sobre a organização de empresas industrias. O autor refere-se a fábrica da Volkswagen instalada em Resende (RJ).

Para Maximiano, o objetivo principal da obra é oferecer a professores e alunos de cursos introdutórios, em escolas de administração ou escolas técnicas, um texto básico focado ao estudo das escolas e a evolução do pensamento administrativo.


Teoria Geral da Administração Da Escola Científica à Competitividade em Economia Globalizada
Autor : Antônio César Amaru Maximiano
Editora Atlas, São Paulo, 1997, 154 pág., vol. 1

Contato com o autor:
Tel.: (011) 818-5849/5850
E-mail: maximin@usp.br

1