ANOTAÇÕES

As Aventuras da Liga Extraordinária

Por Jess Nevins (jjnevins@ix.netcom.com)

Esse texto é divulgado com a permissão do Autor. Thanks, Jess!


Capítulo V: Um Poder Oculto e Dominador...

Página 10 e 11

Talvez este seja, embora não tenha certeza, o policial homicida de The Hands of Mr. Ottermole (As Mãos do Sr. Ottermole), de Thomas Burke. Essa é uma história extremamente bem escrita sobre consecutivas matanças em Londres, e é o trabalho mais famoso de Burke, filmada pelo menos duas vezes, interpretada em inúmeros espetáculos de rádio e repetidamente eleita como uma das 50 melhores histórias de mistério de todos os tempos. Resta apenas verificar se o policial da história de Burke tem de fato o número 813, visto no uniforme deste aqui.

Também nesta seqüência, Griffin está fazendo o que ele já tinha feito na edição anterior com o guarda chinês, morto com sua própria espada. Griffin usa qualquer arma que estiver à mão, então a descarta. No romance de Wells, Griffin diz que a invisibilidade tem utilidade limitada, mas é particularmente útil para matar:

Eu posso andar ao redor de um homem, e qualquer que seja a arma que ele tenha, escolho meu ponto e o golpeio com ela. Me esquivo como quero. Escapo como quero.


Página 13, quadrinho 4


A manchete do jornal é usada como uma piada por Moore, utilizando uma curiosidade verdadeira da literatura da Era Vitoriana.

Em 1898, Morgan Robertson escreveu o romance Futility (Futilidade), republicado em 1912 como The Wreck of the Titan (A Destruição do Titã), sobre o Titã, um opulento navio de passageiros, o maior construído até então, que fazia um cruzeiro no Atlântico Norte em uma noite de abril, tendo como passageiros a elite da sociedade. O Titã bateu em um iceberg e afundou, levando a maioria dos passageiros e tripulação com ele. Quando emergiram as notícias da tragédia, a sociedade ficou enfurecida, pois os fabricantes do navio tinham anunciado que ele era impossível de afundar e tinham colocado muitos poucos barcos salva-vidas, o suficiente para salvar apenas uma fração dos passageiros.

Não, esta não é uma brincadeira. Robertson predisse o desastre do Titânic com uma precisão assombrosa.

Robertson também escreveu uma variedade de histórias e romances sobre o mar, inclusive uma interessante série de estranhas e fantásticas histórias marítimas que envolvem sua personagem Angus Scotty Macpherson.


Página 16, quadrinho 3

Nemo está recorrendo aos eventos de Drácula e seu resultado. Como alguém que tinha sido parcialmente transformada em um vampiro, e então voltou a mortalidade, Mina seria vista pela sociedade vitoriana como alguém de reputação manchada, e assim um divórcio seria pedido. Não era fácil ser um divorciado na Inglaterra nesta época; a maioria das pessoas, no lugar de se sujeitarem ao prolongado e cansativo processo legal inglês, iam para a Escócia em busca de um divórcio rápido. Mulheres não eram completamente sem direitos na Inglaterra de 1898; o Ato de Propriedade da Mulher Casada de 1883 garantia às mulheres o direito delas ganharem seu próprio dinheiro, e em 1898 um juiz determinou que um marido nunca teria o direito de bater em sua própria esposa, assim a liberação das mulheres tinha feito uma invasão na sociedade desta época. No entanto, o divórcio era visto como escandaloso e fatal para a reputação de uma mulher direita, não importando a causa, e mesmo o fato de ter sido violada por Drácula não aliviaria a situação de Mina de maneira nenhuma.


Página 17, quadrinho 3

Murray diz, não aceitarei que me mantenham no escuro sobre tudo! Em Drácula, de Bram Stoker, em um certo ponto, Van Helsing e os demais decidiram manter Mina no escuro sobre seus planos em relação à Drácula, num esforço de protegê-la. Ter sido isolada deles foi o motivo dela ficar vulnerável ao ataque de Drácula. É por isso que Mina que quer ser informada sobre tudo o que ocorre na Liga.


Página 20, quadrinho 5

O Pequod foi o navio no qual Ishmael, Queegqueeg e o Capitão Ahab velejaram em Moby Dick. Como Ishmael fez sua aparição na edição anterior; será que Nemo foi o responsável pelo salvamento dele após a destruição do Pequod ao término de Moby Dick?


Página 21, quadrinho 2


O cavalheiro, com a estranha tatuagem, em pé sob o navio, é Jack Seta Larga, visto na edição anterior.


Página 22, quadrinho 2

O News Lincoln Herald era o jornal publicado pelos colonos da Lincoln Island, a ilha do título de A Ilha Misteriosa de Júlio Verne, seqüência de 20.000 Léguas Submarinas. O Fogg na mala atrás de Nemo é uma referência a Phileas Fogg de Viagem Ao Redor do Mundo em Oitenta Dias, de Verne.


Página 22, quadrinho 5

A expedição do Dr. Samuel Ferguson aconteceu em Cinco Semanas Em Um Balão, de Júlio Verne, de 1863, um dos primeiros trabalhos de Verne e que deu o tom para as suas posteriores histórias em Viagens Extraordinárias. O balão do título era o Vitória, e Samuel Ferguson era um medico inglês que, junto com seu amigo escocês Dick Kennedy e seu servo Joe cruzaram a África dentro do Vitória. Não havia nada particularmente fantástico sobre o Vitória, o que é tão presumível que Nemo simplesmente o guardou no porão do Nautilus.


Agradecimentos à: Trevor Barrie; Mark Brown; Michael Brown; Geoffrey Burmester; Ronald Byrd; Loki Carbis; Terence Chua; Steven Costa; Kieran Cowan; David Crowe; CybStalker; John Dorrian; Richard Flanagan; Steve Flanagan; Stephen Geigen-Miller; Steve Higgins; Myles Lobdell; Gabriel Neeb; Andrea L. Peterson; Michael Reese III; Steven Rowe; Christopher Sequeira; Greg Dean Schmitz; Brian Showers, Daniel Smith; Henry Spencer; tphile; Vandaljack; Kurt M. Wilcken; Gregory A. Wilson; Win, do Wold Newton Universe site.


INÍCIO
------------- VOLTAR ------------- CAPÍTULO VI

 

 

 
 
 
1 1