TRADEWINDS

Dear Sir Knight, Dear Emily
"As flores que um amante de Deus colheu em seu jardim de rosas e que quis dividir com seus amigos subjugaram de tal forma sua mente por sua fragância, que caíram do seu regaço e murcharam". Poesia Sufi
PREZADO CAVALHEIRO,PREZADA EMÍLIA(carta 4)

(Uma estória em quinze cartas)

Por UK

Minha Caríssima Emília,

Temo pela sua baixa auto-estima. Deixe disso imediatamente. Quão minuscula você é? A mulher que você descreveu seria de fato maravilhosa. Mas acredite-me Emília, mulheres dessa espécie somente podem ser encontradas em livros de estórias. Mas o fato de você poder visualizar tal ser diz muito da natureza de sua mente. Seu senso de hierarquia é bem desenvolvido. Mas não se torture com tais comparações. È inútil. Mulheres altas, majestosas e belas também têm seus problemas. Ora, justamente em outro dia estava falando com Britomart, uma mulher alta, majestosa e bela que por acaso conhecí. Encontrávamo-nos sentados à beira de um rio, na grama e aconteceu dela estar despida. Apontava para suas longas pernas musculosas e flexíveis, bem formadas e uma bela visão para todo olho e me contava como às vezes feria suas canelas nos cardos enquanto caçava javali e coisa parecida e que isso deixava marcas que duravam dias. Mas, Emília, ela queria que durassem não somente dias! mas para sempre! Queria as cicatrizes como uma lembrança de um longo dia envolvida em um perseguição. Uma lembrança do êxtase de seu desempenho físico correndo pelas colinas caçando animais astutos e perigosos. Uma lembrança do sentimento de exaustão mas também de um sentimento abundante de saúde espiritual e de grandeza. E finalmente uma lembrança de ter terminado o dia fazendo amor físico e atlético com um homem forte nos braços abertos da natureza sob o sol poente e as estrelas. Do suor e do empenho e dos sentimentos poderosos e de exaltação do ato de fazer amor. Isto é apenas um de seus típicos problemas. Como você vê, Emília, as mulheres altas, majestosas e belas têm também seus problemas e você não deveria sentir-se sòzinha neste aspecto. Emília, devo ir agora. E à despeito de sua crença no contrário, quero mesmo ter notícias suas.

Sinceramente seu amigo,

Montane de Montane

Traduzido por R of B do original:

DEAR SIR KNIGHT, DEAR SIR EMILY(letter 4)

(A story in fifteen letters)

by UK

My Dearest Emily,

I fear you have severe low self-esteem. Snap out of it. How tiny can you be? The woman you described would be wonderful indeed, but, take it from me, Emily, women of that sort are only to be found in story books. But that you could visualize such a being says much of the nature of your mind. Your sense of hierarchy is well-developed. But don't torture yourself with comparisons. It's useless. Tall, stately, beautiful women have their problems as well. Why just the other day I was talking with Britomart, a tall, stately, beautiful woman I happen to know. We were sitting by a river, in the grass, and she happened to be naked. She was pointing at her long legs - muscular and lithesome, well-formed and a fair sight to the eyes all around - and she was telling me how sometimes she would scratch her shins on thistles while hunting boars and the like and they would leave marks which might last for days. But, Emily, she wanted them to last - but not for days! Forever! She wanted the scars as a remembrance of the ecstay of her physical performance running over the hills hunting wily, dangerous animals. A remembrance of her feeling of being spent but having an abounding feeling of spiritual health and greatness. And finally a remembrance of having ended the day making physical, athletic love with a strong man in the open arms of nature under the dying sun and the stars. Of the sweat and the exertion and of the exalting, powerful feelings of her love-making. This is typical of just one of her problems. So you see, Emily, tall, stately, beautiful women have their problems as well and you should not feel alone in this aspect. Emily, I must go. And despite your belief to the contrary, I do want to hear from you again.

Sincerely your friend,

Montane de Montane

Próxima página/Next

***