TRADEWINDS

Uma Longa Estória
"As flores que um amante de Deus colheu em seu jardim de rosas e que quis dividir com seus amigos subjugaram de tal forma sua mente por sua fragância, que caíram do seu regaço e murcharam". Poesia Sufi
UMA LONGA ESTÓRIA - Lei do Acidente, Lei do Destino e Lei da Vontade

A personalidade (ver o tópico essência e personalidade), ao contrário da essência desenvolvida ou Eu verdadeiro não é produtora de estímulos que nos levam a agir, mas apenas reage a estímulos provenientes do mundo externo ou do mundo interno.

Reage como um autômato, daí dizer-se que o homem não FAZ, mas nele tudo acontece; que não tem VONTADE e portanto vive sob a LEI DO ACIDENTE.

A LEID DO DESTINO é superior a lei do acidente e refere-se exclusivamente à essência. Como o homem, especialmente a maioria que vive nas grandes cidades, normalmente não vive a partir de sua essência, pode-se dizer que o homem não vive sob essa lei, mas que vive sob a lei do acidente.

A lei do destino refere-se às condições de nascimento do homem e de sua morte, praticamente. E a não ser em circunstâncias especiais o homem age de acordo com essa lei.

A LEI DA VONTADE é superior à Lei do destino e diz respeito ao homem que desenvolveu ou está desenvolvendo sua essência, que atingiu ou está em busca de sua unidade, tem ou está desenvolvendo sua consciência novamente.

Se por natureza não tiveres uma mente crítica, tua permanência aquí é inútil.
If you have not by nature a critical mind your staying here is useless