TRADEWINDS

Uma Longa Estória
"As flores que um amante de Deus colheu em seu jardim de rosas e que quis dividir com seus amigos subjugaram de tal forma sua mente por sua fragância, que caíram do seu regaço e murcharam". Poesia Sufi
UMA LONGA ESTÓRIA - O Início do Trabalho

Não devemos permitir que o estudo e o trabalho sobre si se torne meramente teórico, devemos torná-lo prático.

Para nos conhecermos devemos estudar a nós mesmos e neste sentido dois métodos são fundamentais. Em primeiro lugar vem a OBSERVAÇÃO DE SI, e posteriormente o método de ANÁLISE, depois que tivermos suficiente material coletado por nossa observação pessoal.

A OBSERVAÇÃO DE SI correta deve basear-se nas divisões das funções e na sua CONSTATAÇÃO . Assim devemos observar cada função em momentos oportunos do dia-a-dia e tentar aprender a classificá-las como função instintiva, motora, emocional ou intelectual. A função sexual vem depois que tivermos compreendido essas quatro funções.

Se praticada corretamente a observação de si vai nos mostrar momentos em que estamos mais conscientes de nós mesmos, esses momentos de LEMBRANÇA DE SI, são muito pequenos no início mas com a continuação tendem a se tornarem mais constantes e profundos.

Devemos também levar em conta os obstáculos à LEMBRANÇA DE SI - ou momentos em que estamos mais despertos - (ver obstáculos ao despertar) como a identificação, a consideração interna, a mentira, a imaginação, a expressão das emoções negativa e o falar.

A prática da observação de si e a lembrança de si são necessárias durante um longo tempo se quisermos nos conhecer, peça por peça. Pois não podemos mudar aquilo que não conhecemos, por isso devemos nos estudar.

O conhecimento dos outros é necessário, mas não nos pertence. Só aquele conhecimento produzido por nós mesmos, através do estudo poderá ser realmente nosso.

Paralelamente ao trabalho de observação e constatação do trabalho correto dos centros devemos também observar seu trabalho incorreto (ver trabalho incorreto dos centros) e aprender a detê-lo se quisermos ter uma nova fonte de energia para o estudo.

continua...

Se por natureza não tiveres uma mente crítica, tua permanência aquí é inútil.
If you have not by nature a critical mind your staying here is useless