.............................

Obesidade envelhece

 
 

onte: American Journal of Epidemiology, 15/08/1999

Um estudo, conduzido pelo Dr. June Stevens da Universidade da Carolina do Norte, em Chapel Hill, publicado no New England Journal of Medicine em 1998, afirmava que o excesso de peso aumenta o risco de morte prematura até, no mínimo, os 75 anos.

"Abaixo dessa idade o peso ideal era o mesmo para uma pessoa de 60 anos como para outra de 30 anos de idade", explica Stevens.

Hoje, um novo estudo com mais de 300 mil indivíduos indica quão perigoso é carregar peso extra.

"Homens e mulheres obesos, entre 40 e 50 anos, têm maior risco de morte do que uma pessoa mais velha com peso normal, (para homens, comparar com pessoas 5,9 anos mais velhas e, para mulheres, 6,4 anos)", explica Stevens.

A nova descoberta foi publicada na edição de 15 de agosto de 1999 do American Journal of Epidemiology.

Os cálculos admitiram índices de massa corpórea (em inglês, BMI) - medida do peso em relação à altura - iguais ou maiores que 30. Determinado dividindo-se o peso em quilogramas pelo quadrado da altura, em metros, valores de BMI entre 18,5 e 25 são considerados ideais. Uma modelo-manequim tem, em geral, BMI ao redor de 18.

Os pesquisadores analisaram falecimentos entre homens e mulheres brancos saudáveis, que haviam participado do primeiro estudo para prevenção de câncer da American Cancer Society, entre 1960 e 1972.

Nenhum dos mais de 62 mil homens e 262 mil mulheres avaliados fumavam, estavam doentes ou possuíam histórico de doenças cardíacas, derrame, câncer ou perda de peso não-intencional recente. Os pesquisadores consideraram idade, educação, atividade física e uso de álcool.

O efeito do peso para a saúde de idosos é difícil de ser avaliado, pois ser magro quando idoso pode ser resultado ou sinal de problemas de saúde. Ao contrário, um pequeno ganho de peso pode indicar boa saúde

Fonte: Site Emedix

1