.............................

Encontrado hormônio que reduz apetite em um terço

 
 

Fonte: Nature, 07/08/02

Um grupo internacional de cientistas descobriu um hormônio que pode diminuir o apetite significativamente, reduzindo a quantidade de alimentos ingeridos em um dia em um terço. A pesquisa, publicada na Nature, mostra como os cientistas do Imperial College London, com ajuda do Oregon Health e Sciences University, EUA, e o Garvan Institute of Medical Research, Australia, descobriram a nova ação do hormônio PYY3-36.

PYY3-36 é normalmente liberado do trato gastro-intestinal após a refeição, em proporção à quantidade calórica do alimento, informando ao cérebro que o organismo não tem mais fome. Quando um grupo de voluntários recebeu a infusão artificial do hormônio na concentração normal de pós-alimentação, o alimento ingerido foi reduzido em um terço por um dia. Professor Stephan Bloom, do Imperial College London no Hammersmith Hospital, observa: "a descoberta que o PYY3-36 suprime o apetite poderia ser de grande benefício para aqueles que lutam com problemas de peso. Com mais de um bilhão de pessoas no mundo acima do peso, é vital que este problema seja resolvido.

"Pode ser possível identificar os alimentos que causam a liberação do PYY3-36, ajudando a limitar o apetite naturalmente, ou pode ser possível criar comprimidos com efeito similar, proporcionando um tratamento para a obesidade de longa duração, excelente, natural e seguro."

A pesquisa foi realizada como parte de um programa avançado do Imperial, examinando como o corpo humano funciona, no qual o apetite é um exemplo importante. Para testar se PYY3-36 é eficaz, doze voluntários receberam PYY3-36 ou com uma solução salina por 90 minutos.

Duas horas depois, foi oferecido aos voluntários um buffet sem restrições. O grupo que recebeu PYY3-36, a média de caloria ingerida caiu em um terço nas 24 horas seguintes.

Os pesquisadores também examinaram o quanto de fome o grupo em teste sentiu durante e depois a transfusão de hormônio. O grupo recebedor do PYY3-36 reportou uma queda de 40% em níveis perceptíveis de fome além do período de 12 horas após a infusão. Dra. Rachel Batterham, do Imperial College London no Hammersmith Hospital, acrescenta: "Os resultados mostram que o hormônio PYY3-36 poderia ajudar a resolver o problema da obesidade. Melhor que medidas extremas tais como pílulas de emagrecimento, ou até cirurgia, PYY3-36 poderia ser capaz de prover uma alternativa segura e eficaz."

Fonte: Site Emedix

1