Discografia
h
DemoTape - "Nervochaos" - Tumba Records 
h
Debut Oficial "Pay Back Time" (98) - Tumba Rec.
h
Demo Tape - "Disfigures Christ" (2000) - Tumba Records
h
Álbum "Legion of Spirits Infernal" (2002) - Destroyer Records
h
Formação Oficial:

Sidney - Guitar & Vocals

Cesar - Guitar & Vocals 
Hareton - bass 
 Eduardo Lene - drums
h
Contatos
Site: NervoChaos Oficial Site
E-mail: tumba_records@uol.com.br 
h
Destroyer Rec. | Tumba Rec.

Isto aqui está cheirando UNDERGROUND! E do mais puro! É o NervoChaos!!! O novo CD "Legion of Spirits Infernal" já está na praça (Destroyer Records) e é a volta de uma das bandas mais desgracenta e destruidora do país com os lançamentos oficiais! Liderada pelo carismático e batalhador na cena Edu (dono da Tumba Records) o NervoChaos é dono de um thrash/death metal arrasador e que dispensa miúdos! O som é fudido mesmo e esta banda ainda vai dar muito o que falar (já tá nisso...)! É que nem aquele jingle caipira "É a pura cena underground paulistano..." Confira a entrevista abaixo com o próprio: Edu, o dono das baquetas desta turbulenta banda!!!  

por Vinícius Botti Vidal


B.O.H.M.) O NervoChaos é atualmente no Brasil, uma das maiores bandas extremas e tem respeito quando o assunto é posto em questão. Como você(s) vê(em) o crescimento deste estilo, principalmente do Death Metal no nosso país e no mundo?

RES (Edu) Primeiramente gostaria de agradecer pelos elogios feitos a banda , isso é muito gratificante , pois trabalhamos arduamente para atingir nossos objetivos. Nós sempre acreditamos na cena metal nacional e o Brasil (desde os anos 80) sempre foi um dos maiores berços do metal mundial. Como qualquer moda é um circulo onde existe o seu ápice e a sua queda , e o DEATH METAL não é diferente , pois é uma tendência/estilo que teve a seu primeiro ápice no início dos anos 90 com o surgimento das grandes bandas de DM e consequentemente após algum tempo houve a sua queda. Agora o DM está em alta novamente e o Brasil foi o grande responsável por isso. O DM nunca morreu e nem nunca morrerá , mas existem os bons momentos (que devem ser aproveitados) e os momentos difíceis. Atualmente vivemos uma ótima fase do DM no Brasil e no mundo , com diversas bandas e organizações especializadas nisso e como em qualquer tendência que está em alta , existem os ‘modistas’ que estarão na cena somente enquanto ela estiver no alto ,depois só os ‘reais’ permanecerão. O DM é um estilo de vida.

B.O.H.M.) Continuando sobre este mesmo assunto, qual é a opinião da banda quanto ao termo Death Melódico que incendiou a Europa (nem tanto) com nomes como Children Of Bodom, In Flames e Sentenced?

RES (Edu) Na minha opinião o DEATH METAL não pode ser melódico , assim como o BLACK METAL não pode ser romantico ou atmosferico repletos de vocais femininos e teclados. Sinceramente gostamos do estilo tradicional de DEATH METAL. Estas bandas citadas acima são mais ‘pop’ ou comerciais do que própriamente DM. Acredito que a cena está repleta de modistas que querem se aproveitar do bom momento do DEATH ou BLACK METAL , são poucas as bandas ou pessoas que realmente sempre apoiaram o estilo , independente de estar na moda ou não.

B.O.H.M.) A banda tá um tempo sem lançar nada oficial, ou melhor quase, pois no site tá dizendo sobre o segundo CD “Legion of Spirits Infernal”. Quando sai o novo do NervoChaos? Tem nome, capa, músicas, falem sobre ele...

RES (Edu) A banda passou por um período de turbulência , onde tivemos algumas mudanças na formação , o que acabou gerando um hiato entre os nossos lançamentos oficiais. O nosso debut CD ‘Pay Back Time’ foi lançado em Dezembro de 98 , em 2000 lançamos nossa segunda DT ‘Disfigured Christ’. Estavamos com o segundo CD pronto em 2001 , mas tivemos que regravar devido a saída do vocalista (Gordo) e a entrada do Cesar. Também mudamos de gravadora , saímos da TUMBA e agora somos da DESTROYER. Tudo isso gerou uma enorme demora , mas o novo CD será lançado agora entre Jan/Fev. O CD se chama ‘Legion of Spirits Infernal’ , contém 14 músicas , sendo 11 inéditas e 3 regravações da última DT. O albúm foi gravado , mixado e masterizado no DA TRIBO com o Tchelo Martins. A capa foi feita pelo Cadaver Tenebra e é muito blasfêmica!!! Este CD mostra um grande evolução da banda na parte sonora com elementos mais extremos adicionados as músicas e praticamente nenhuma influência HC. A banda está mais madura nas suas composições e as letras estão mais na cara e mais infernais.

B.O.H.M.) Ouvi um boato (pode não ser) que a banda não será lançada pela Tumba Records (!!!), outrora o selo é de vocês. O que tem de verdade, ou se é, por quê esta opção?

RES (Edu) Realmente é verdade. A TUMBA RECS é minha e visando uma desvinculação disso , optamos por buscar um novo selo. A DESTROYER foi escolhida por oferecer as melhores condições , não que a TUMBA não o fizesse , mas muitas pessoas fazem uma idéia errada disso e acham que a banda acaba se favorecendo ou só conquista as oportunidades de fazer tour ou lançar CD/DT por eu ser dono da TUMBA não dando assim o mérito merecido ao nosso trabalho como banda. São duas coisas distintas que caminham por si só , mesmo que eu faça parte das duas. Sou profissional o suficiente para separar as coisas. 

B.O.H.M.) O NervoChaos é nome certo em quase todos os festivais extremos do underground nacional. Como você(s) vê(em) estes festivais, como o Avalanche Metal Fest e o Extreme Metal Fest, que segundo li, será aos moldes do Milwaukee Metal Fest?

RES (Edu) Procuramos tocar o máximo possível , pois acreditamos que uma banda se faz ao vivo. Também damos um grande valor ao cenário nacional , sempre nos preocupando em tocar no Brasil ao invés de pensar somente no exterior (como muitas bandas fazem). Estes festivais são uma grande idéia , mas que exigem muito trabalho e profissionalismo por parte do organizadores , o que nem sempre acontece aqui no Brasil. Nós participamos de todas as edições do AVALANCHE , mesmo que as duas últimas foram um completo fiasco. Já o EXTREME METALFEST será grandioso e esperamos que se torne tradição assim como o MILWAUKEE já é nos EUA.

B.O.H.M.) Aliás, perguntando para o Edu, como é estar com uma banda como o NervoChaos e na liderança de um selo tão importante como a Tumba Records?

RES (Edu) É pura emoção (risos). Na verdade tudo isso só possível por que eu tenho um grande amor pelo METAL e pela música e desde moleque eu venho batalhando e buscando os meus ideais com trabalho árduo e honesto , não penso em me auto-promover e sim penso na cena nacional como um todo.

B.O.H.M.) Continuando sobre shows, que parece ser o forte da banda, como é encarar os palcos no underground nacional? Sempre existe a estrutura necessária?

RES (Edu) A estrutura necessária raramente existe e normalmente fazemos aquilo que podemos para realizar os shows. Sempre pensamos no público presente que pagou para assistir o show e não tem nada a ver com a organização dos shows e muitas vezes critica as bandas pela má qualidade de som. Há um grande problema no underground que é a precariedade dos equipamentos , espaços de shows e de organizadores/produtores confiáveis e realmente profissionais. Tudo gira em torno de dinheiro , por mais underground que seja é necessário uma estrutura mínima para que as bandas realizem um bom show e o público (consequentemente) fique satisfeito. O underground nacional é uma grande e boa escola para nós e sempre iremos manter fortes lanços com o underground e nossas raizes.

B.O.H.M.) Falando em estrutura, na opinião da banda, como está a estrutura do nosso underground e o que seria necessário para um fortalecimento? A tal “União”?

RES (Edu) Com certeza falta união e cultura underground. A maioria das pessoas só sabe criticar , mas não faz nada para melhorar a cena. Criticar é fácil o difícil é fazer bem feito. Ainda falta a valorização do produto nacional por parte do grande público. Também existem problemas externos , como a situação financeira caótica no país e uma grande falta de apoio ao ROCK no Brasil.

B.O.H.M.) Sobre o mesmo Underground. A Tumba Records é um selo respeitado, apóia várias bandas e divulga pra caramba nas revistas especializadas. Na sua opinião, que tipo de crescimento ou profissionalismo estaria faltando para que o Metal em si fosse mais respeitado por mídias maiores como os jornais populares, TV, ou não tem essa, Underground é Underground e não cabe nesses veículos de comunicação?

RES (Edu) Na verdade o underground nunca será ‘maistream’ , mas é certo de que ainda temos muito o que evoluir na cena. É preciso uma valorização do produto nacional , mais profissionalismo nas organizações underground e um maior apoio na mídia. Se num show ‘mainstream’ vão 50/60 mil pessoas , porque num show underground nós não temos pelo menos mil pessoas?! A galera não valoriza as bandas e os produtos nacionais , ainda é preciso ir para o exterior (ganhar reconhecimento lá) para daí ter algum reconhecimento aqui , vide SEPULTURA , ANGRA , KRISIUN e etc. A TUMBA trabalha em prol da cena extrema e somos a única empresa que é 100% dedicada ao METAL EXTREMO , independente da moda ou do que os outros dizem , nós realmente fazemos algo pela cena , por que queremos ver a cena mais estruturada e melhor.

B.O.H.M.) Sempre quis fazer esta pergunta, que programa de TV vocês fariam questão de tocar e qual(is) vocês desprezariam? Para o Edu, você levaria alguma banda do seu casting para esses programas?

RES (Edu) Gostariamos muito de tocar no MUSIKAOS e com certeza não tocariamos na XUXA. Com certeza levaria qualquer banda do cast da TUMBA para um programa de TV , pois acredito que isso é uma grande oportunidade de difundir e divulgar o METAL EXTREMO para pessoas que nunca tiveram a oportunidade de ver e ouvir o verdadeiro METAL EXTREMO. Quanto mais adeptos melhor , o público cativo não assiste estes programas com esse intuito. Como você explicaria uma tour do MORBID ANGEL , PANTERA e SLIPKNOT?!

B.O.H.M.) Mudando completamente de assunto, vocês lançaram o debut “Pay Back Time” em 98 e são rapidamente eleitos melhores do ano em eleição, elogios e várias repercussões. Sendo sincero, no Metal Extremo, onde só destaca quem tem o que mostrar e que possui muita raça e feeling, qual é o segredo para se dar bem neste estilo metálico?

RES (Edu) Não existe um segredo ou uma fórmula. Acho que é um conjunto de coisas como dedicação , honestidade , humildade , sorte e muito trabalho.

B.O.H.M.) Há uma certa mistura de Hardcore com Metal na música do NervoChaos. Por quê esta escolha? Isto irá se repetir nos próximos lançamentos da banda?

RES (Edu) Quando formamos a banda tinhamos em mente fazer um som extremamente nervoso e caótico , nunca nos preocupamos em rotular o nosso som. Eu quando moleque sempre escutei bandas de METAL e algumas de HC e esta veia HC em nosso debut CD foi algo natural que fluiu......agora a banda está encontrando sua sonoridade própria e naturalmente estamos deixando de lado esta veia HC , ficando ainda mais METAL. Já é possível notar uma grande diferença quando você escutar a nossa segunda DT ‘Disfigured Christ’. Em nosso novo CD está diferença está ainda mais nítida.

B.O.H.M.) Quem você(s) colocaria(m) em um patamar e diria(m), estas são as melhores bandas de metal do Brasil, isto é, sem puxar o saco da banda, é lógico?

RES (Edu) Na minha opinião o Brasil tem excelentes bandas de METAL e as minhas favoritas são: Sepultura , Sarcófago , Chakal , Holocausto , Sex Thrash , Mutilator , Krisiun , Rebaelliun , Nephasth , Zoltar , Torture Squad , Necrotério , Flesh Grinder , Sarcastic , Pathologic Noise , Infected Blood , Decomposed God , As the Shadows Fall, Distraught , Insanity , Monasterium , Death Slam , Funeratus , Side Effectz , Horned God , Ancestral Malediction , Imperious Malevolence , Drowned e muitas outras mais.

B.O.H.M.) O que você(s) acha(m) do Krisiun e o Rebaelliun e do estilo criado pelos bumbos de Max Kolesne? É importante inventar e criar sua própria personalidade?

RES (Edu) Eu vejo o KRISIUN como um dos pioneiros do DM nacional e o grande responsável pelo resurgimento do estilo e pela atual alta do mesmo. O estilo criado pelo Max é próprio e original e com certeza influência a grande maioria destas bandas de DM , como o REBAELLIUN e dezenas de outras que surgiram depois que o KRISIUN rompeu as barreiras e trouxe o DM de volta. Acredito que uma banda consegue o sucesso ao criar seu prórpio estilo com originalidade. 

B.O.H.M.) NervoChaos por NervoChaos...?

RES (Edu) A nossa idéia de banda sempre foi fazer um som METAL bem nervoso e caótico. Fazemos aquilo que gostamos sem nos preocupar em agradar esta ou aquela galera. Tentamos misturar elementos do METAL desde o Heavy até o Thrash passando pelo Black e Death. Sempre faremos um som nervoso e sempre seremos fiéis as nossas raízes. Estamos mais preocupados com as composições e a musicalidade do que ser a banda mais podre ou mais rápida. Gostamos de tocar ao vivo e fazer shows e pretendemos expandir cada vez mais a nossa música e encontrar pessoas que pensam como a gente. 

B.O.H.M.) Qual é opinião da banda sobre este trabalho (cansativo, porém exaltador) de zines e agora (como é o caso nosso) dos web zines?

RES (Edu) É de vital importância o papel desenvolvido pelos zines e webzines. Como fazemos parte do cenário underground , os zines (em geral) tem o importante papel de divulgar e apoiar a cena , sendo acessível aquelas pessoas que buscam a anti-cultura boicotando as grandes mídias que tanto discriminam o underground em geral. Normalmente estas publicações (zines) são feitas por pessoas que realmente apoiam e acreditam na cena e normalmente tudo isso é sem fins lucrativos , visando somente apoiar a cena.

B.O.H.M.) Aliás sobre isto mesmo que eu gostaria de perguntar, o que você(s) acha(m) deste crescimento das revistas especializadas como a Roadie Crew e Valhalla Metal Magazine, além da Obscura Arte que já vem sido reconhecida e que competem diretamente com a Brigade, a veterana? 

RES (Edu) Todas estas revistas começaram como zines e com o passar do tempo foram amadurecendo e desenvolvendo um trabalho melhor e mais profissional chegando assim ao nível de uma revista. Algumas destas revistas ainda mantém o espírito underground e por isso começam a conquistar um espaço deixado pela maior publicação que atualmente e mais preocupada com o retorno financeiro  , chegando a ser imparcial em seus comentários e altamente repetitiva em suas matérias. Aos poucos a maior publicação perde espaço e as novas (que ainda desenvolvem um trabalho decente) começam a conquista-lo. Acredito que há espaço para todos e somos completamente contra ‘jabas’ e esquemas financeiros que impulsionam diversas bandas mercado a dentro. 

B.O.H.M.) Pra terminar, gostaria de agradecer e muito este lance e pedir pra que vocês continuem com o trabalho da banda e do selo cada vez mais forte, pois nós necessitamos. Deixem uma mensagem aí, enfim vendam seu peixe. Thanx!

RES (Edu) Primeiramente eu gostaria de agradeçer pela excelente entrevistas e pelo grandioso apoio e espaço que vocês vem nos dando. Tenha certeza que sempre estaremos lutando em prol do underground e das organizações , bandas e pessoas que realmente acreditam e lutam por uma cena melhor. Fiquem ligados para o nosso novo CD e esperamos em breve ter a oportunidade de tocar em todos os cantos deste país e levar a nossa mensagem e a nossa música para todos os reais apreciadores do METAL nacional. Apoiem a sua cena local e apoiem o METAL nacional. Hail & Kill!!! Visitem nosso website: www.angelfire.com/nc/NervoChaos/ ou escrevam para: Caixa Postal 1366  - SP / SP – 01059-970

# B.O.H.M. - Você está em:  

# Undergrounda

_entrevistasa

_entrevista: nervochaos
h
© Copyright Baronshell - 2000/2002 - Todos os direitos Reservados - All Rights Reserved.
1