História em Portugal 1963-2001

Em Portugal o Basset Hound é uma raça que se pode considerar recente pois foi em 1963, curiosamente cem anos depois da raça ter sido apresentada pela primeira vez na exposição de Paris, que foi importado de Inglaterra para Portugal, o primeiro Basset Hound, Ch. Beachcroft Nobleman.

Mas foi mais tarde, em Fevereiro de 1979 que a primeira impulsionadora da raça em Portugal, Miss Elizabeth Harcourt West
com o afixo Westerra criou a sua primeira ninhada com uma cadela importada de Espanha Ch. Westerras Cooper de los Madroñales de linhas inglesas. Logo após, no princípio dos anos oitenta, sediou-se em Portugal uma nova criadora Srª. Dª. Sandra Lobão Cruz, de nacionalidade brasileira, que tinha cães de linhas americanas e criou várias ninhadas com o afixo de Nova Phoenix.

O interesse pela raça crescia em Portugal, tendo os seus criadores e entusiastas fundado em 1982 o Basset Hound Clube de Portugal
com o objectivo de divulgar, melhorar e desenvolver a raça Basset Hound no nosso país.

Em 1983, foi reconhecido o afixo dos Sete Moinhos do criador José Homem de Mello que começou a partir dessa data, a criar regularmente.

A raça começou então a ter bastante popularidade no nosso país e o número de exemplares apresentados em exposições, passou a ser bastante significativo. Este aumento veio fazer com que houvesse mais competitividade em ring, obrigando os criadores a empenharem-se em produzir exemplares cada vez mais perfeitos e portanto mais próximos do estalão.

Visando a melhoria da raça, o criador José Homem de Mello importou de Inglaterra, em 1983, o exemplar Masterfull of Iveson
que se veio a consagrar campeão de Portugal e Espanha tendo ganho diversos grandes prémios nos referidos dois países. Este cão cruzou várias cadelas e produziu cachorros de boa qualidade, tendo alguns deles obtido o título de Campeão de Portugal e Espanha, o que fez com que os Basset Hounds apresentados nas nossas exposições  tivessem subido de nível.

Mas os nossos exemplares ainda tinham alguns problemas, nomeadamente a nível do temperamento, movimento e linhas dorsais. Foi então que visando a melhoria desses pontos fracos, o criador José Homem de Mello importou dos EUA o exemplar Bricar's Leopold
, cão que com os seus excelentes movimento e temperamento, marcou uma nova era da raça em Portugal. Este exemplar além de se ter consagrado Campeão de Portugal e Espanha foi também Melhor Cão do Ano 1991 em Portugal, Campeão do Mundo 1992 e ganhou cinco vezes o prémio Melhor Exemplar da Exposição.

No ano seguinte foram importados dos EUA pelo mesmo criador, vários Basset Hounds provenientes do mesmo canil, entre os quais o exemplar Bricar's Uther Pendragon
que na altura já era Campeão da América. Foi este o cão que revolucionou o tipo e a qualidade dos Basset Hounds a nível nacional e mesmo europeu. Além dos filhos que produziu em Portugal, este cão cobriu cadelas em Espanha, França e Suíça. Destes cruzamentos nasceram exemplares de grande qualidade que se espalharam por toda a Europa de tal modo que actualmente, grande parte dos melhores Basset Hounds europeus, tanto a nível de beleza como de trabalho têm este cão no seu pedigree.

Com os filhos de Bricar's Uther Pendragon com fêmeas provenientes de linhas francesas e holandesas, começaram os grandes êxitos dos cães com o afixo dos Sete Moinhos.

A fêmea Hey Jude dos Sete Moinhos foi Reserva de Best in Show na Exposição Internacional de Paris em 1993 e em 1994 consagrou-se Campeã do Mundo e 4º Melhor Exemplar absoluto da Exposição Canina Mundial realizada em Berna.

Mas 1995 foi o grande ano para José Homem de Mello pois Humphrey dos Sete Moinhos ganha nesse ano o Best in Show, Melhor Exemplar Absoluto da Exposição Canina Mundial que se realizou em Bruxelas e onde estavam inscritos cerca de 16.000 cães de todas as raças, vindos de todo o mundo.

Logo no ano seguinte, em 1996, outro Basset Hound português obtém o título de Campeão do Mundo, foi ele Like Daddy dos Sete Moinhos que além desse título obteve o 3º lugar no podium dos melhores exemplares desta mundial, realizada em Budapeste.

Mais recentemente têm-se distinguido os exemplares Pepper Mint dos Sete Moinhos
que se consagrou Melhor Cão do Ano em 1998 e 1999 e Come and Get Me dos Sete Moinhos que ganhou o prémio do Melhor Cão do Ano em 2000 e 2001, tendo inclusive obtido no ultimo ano o titulo de Campeão do Mundo e o BIS do "Colare D'oro", um dos prémios mais desejados por todos os criadores a nivel mundial.

2001 teve ainda um Basset Hound como melhor cachorro do ano em Portugal, foi ele Aftertimes da Casa do Trevo
, um filho de Come and Get Me dos Sete Moínhos.

Os êxitos dos Basset Hounds portugueses têm vindo a repetir-se e a sua qualidade, reconhecida pela grande maioria dos juizes portugueses e estrangeiros. Os nossos cães, nas grandes competições, poderão por vezes não obter o 1º lugar, mas na grande maioria das ocasiões classificam-se entre os primeiros.

1