ALGUNS ANCESTRAIS DOS BITTENCOURT BRASILEIROS
CONTINUAÇÃO...

-
Dr. Manoel Ferreira da Câmara Bittencourt e Sá (da mesma origem Madeirense) [1762, Serro, MG - 13.12.1835, BA], nat. do Arraial de Itacambirussú, então pertencente a comarca do Serro Frio, MG, e ao termo de Minas Novas do Fanado, e hoje distrito do município norte mineiro de Grão Mongol.

_ Temos ainda os descendentes de
Joana Bitencourt de Sá, filha de Francisco Alberto Ferreira Bittencourt e de Isabel Correia de Almeida, por via de casamento, c.1580, com Jorge Antunes, que era «cristão novo» dos mais influentes, filho de Heitor Antunes, «judeu com sinagoga em Matoim», e de Ana Rodrigues, também de «origem judaica». Seus descendentes seguem com o sobrenome Bittencourt, com quebra de varonia, portanto.

**
Gerardo Bithencourt, natural da Espanha, procedente das Ilhas Canárias, católico, 39 anos de idade, com destino a Rio Claro, Estado de São Paulo, para trabalhar na Fazenda da Gran Mogol. Veio em sua companhia, a esposa, Matilde Sosa, natural da Espanha, procedente das Ilhas Canárias, católico, 34 anos de idade, e os filhos: 1. Juliana, natural da Espanha, procedente das Ilhas Canárias, católico, 16 anos de idade; 2. Antonia, natural da Espanha, procedente das Ilhas Canárias, católica, 14 anos de idade; 3. Matilde, natural da Espanha, procedente das Ilhas Canárias, católica, 9 anos de idade; 4. Sebastian, natural da Espanha, procedente das Ilhas Canárias, católico, 7 anos de idade; 5. Domingos, natural da Espanha, procedente das Ilhas Canárias, católico, 5 anos de idade; 6. Maria, natural da Espanha, procedente das Ilhas Canárias, católica, 1 ano de idade [Hospedaria dos Imigrantes - São Paulo, Livro 001, p. 074 - 01.01.1883].

**
Pascual Bithencourt Drago, natural da Espanha, procedente das Ilhas Canárias, católico, 26 anos de idade, com destino a Rio Claro, Estado de São Paulo, para trabalhar na Fazenda da Gran Mogol. Veio em companhia da esposa, Francisca Bayadares, natural da Espanha, procedente das Ilhas Canárias, católica, 23 anos de idade, e da filha Maria, natural da Espanha, procedente das Ilhas Canárias, católica, 1 ano de idade [Hospedaria dos Imigrantes - São Paulo, Livro 001, p. 073 - 01.01.1883].

**
José Bithencourt Drago, natural da Espanha, procedente das Ilhas Canárias, católico, 35 anos de idade, com destino a Rio Claro, Estado de São Paulo, para trabalhar na Fazenda da Gran Mogol. Veio em sua companhia, a esposa, Felipa Domingues, natural da Espanha, procedente das Ilhas Canárias, católica, 32 anos de idade, e dos filhos: 1. Victoriano, natural da Espanha, procedente das Ilhas Canárias, católico, 4 anos de idade; 2. Carmen, natural da Espanha, procedente das Ilhas Canárias, católica, 1 ano de idade [Hospedaria dos Imigrantes - São Paulo, Livro 001, p. 074 - 01.01.1883].

*José Mathes Bittencourt, imigrante das Ilhas Portuguesas, 30 anos de idade, casado com Dona Maria de Jesus, 22 anos de idade, trazendo consigo o  agregado Manuel Machado, 14 anos de idade. Todos  desembarcados em 1813, para o Espírito Santo.
constam da Relação dos Casais de Ilhéus que vieram das ilhas na 2ª Remessa de Bergantin Rosário do qual foi Capitão Sergio Francisco Ferreira.

* Francisco Antonio de Bittencourt, nasc 1730, originário da Ilha do Fayal, Arquipélago dos Açores. Filho de Manuel Furtado de Medeiros e de Isabel Inacia Vitória.
Estabelecido, com descendência no
Rio Grande do Sul.

*** Família PETRA BITTENCOURT:
Descendentes dos FILHOS DO NOBRE CASAL TERCEIRENSE (Ilha Terceira- Açores) C
aetano Ricardo Pietre e Rita Joaquina de Bittencourt:
I -
Coronel Vitoriano Petra de Bittencourt [c.1758, Ilha Terceira - 1820, RJ], Coronel de Brigada da Marinha. Deixou numerosa descendência de seu cas., em 1780, em Oeiras (Portugal), com Francisca da Conceição [1764, Oeiras, Portugal - 1822, RJ], filha de Felipe Nery
II -
Desembargador Agostinho Petra de Bittencourt [22.03.1762 - 13.12.1844, Rio, RJ], Deixou geração do seu cas. com Maria Amélia de Castro Borges Leal [- 03.02.1830, Rio, RJ]. Foi Bacharel em Leis pela Universidade de Coimbra, Conselheiro do Conselho da fazenda [08.02.1827], Cavaleiro da Ordem de Cristo [25.04.1808]. Conselheiro do Império [06.03.1827]. Comendador da Ordem de Cristo [18.10.1829].

***FAMÍLIA SILVA BITTENCOURT:
Capitão Francisco Antônio de Bettencourt, natural da Ilha Terceira, que deixou geração do seu cas. com Maria Madalena de Nazareth, natural da Colônia do Sacramento. Dando origem a importantes linhagens Gaúchas de Bittencourt Militares. Chegado ao Brasil em 1750.

*** FAMÍLIA TEIXEIRA DE BITTENCOURT:
Importante Família estabelecida no Rio de Janeiro, procedente de
Antonio Teixeira Bettencourt, Açoriano, que deixou numerosa descendência de seu cas., em 1815, no Rio de Janeiro, com Maria Zeferina de Oliveira.

*** FAMÍLIA HOMEM DE BITTENCOURT:
- Ilustre Linhagem
Santista, com ramificações na Bahia, descentes do Açoriano, Comendador Manuel Homem de Bettencourt, dentista da Casa Imperial no Segundo Reinado, idealizador do Anel de grau da Odontologia e Fundador do Clube Português de Santos.

*** FAMÍLIA BITTENCOURT HOMEM:
- Tradicional família de funcionários públicos, músicos e maestros Cariocas. Descendentes de
José Lourenço Homem (1855 - Ilha Terceira – Açores) e Dona Anna da Glória de Bettencourt (1860 - Ilha do Pico – Açores), casados no Rio de Janeiro, em 15 de Agosto de 1881, na Paroquia de São José – Centro – Rio de Janeiro. Deram origem a 10 linhagens recentes, de Bittencourt Cariocas.
Inicial Voltar Continuar
1