ALGUNS ANCESTRAIS DOS BITTENCOURT BRASILEIROS
CONTINUAÇÃO:




Relações de Emigrantes do Instituto Histórico de Ilha Terceira:

-
Agostinho Correia Betencourt, ilha Graciosa 1789, para o Rio de Janeiro, Brasil.

-
Antonio Alves de Betencourt, Ilha Graciosa, 1819, para a Bahia, Brasil.

-
António de Betencourt de Vasconcelos, Graciosa, 1789, Bahia.

-
António de Sousa Betencourt, Graciosa, 1785, Rio de Janeiro.

-
António José Betencourt, Terceira, 1841, Rio de Janeiro.

-
António José de Betencourt, Terceira, 1772, Rio de Janeiro.




“Livro de Registros de Passaportes da Capitania Geral dos Açores”

-
João Caetano Baptista de Bettencourt, de Angra, passaporte de 1772, Para o Rio de Janeiro.

-
António José de Bettencourt, da Vila da Praia, Ilha Terceira – Açores, para seu sogro Salvador Pereira de Melo, para Minas Gerais, em 1772.

-
João Inácio Mendes e Mateus Mendes de Bettencourt, filhos de Amaro Mendes, da Vila da Praia, à cidade da Bahia, para seu tio André Francisco de Bettencourt, no ano de 1773.

-
Pedro de Sousa Bettencourt, natural d eIlah Graciosa – Açores,  a Minas Gerais, no ano da Graça de 1772.

-
Deão José Maria de Bettencourt Vasconcelos e Lemos, da Ilha de São Miguel – Açores , com seus 2 criados por nomes Inácio Martins, de 23 anos, e João, de 9 anos, à cidade do Rio de Janeiro, em 1817.

-
António José de Bettencourt, da Vila da Praia – Ilha Terceira, ao Rio de Janeiro – Brasil, no anno da graça de 1781.

-
Antonio Silveira de Bettencourt, de Angra do Heroísmo – Ilha Terceira – Açores, ao Rio de Janeiro, para a companhia de seu tio Francisco Silveira Bettencourt, no anno de 1787.




*****Aguardem as próximas atualizações...
Inicial Voltar
1