Borboleta

Estão caindo as folhas aos dias,
mais curtos que retêm meu corpo e min voz
eu quis lhe dizer que te amo

Casulo que se desperta aos únicos perfumes
que espero basicamente dos meus sonhos frequentemente quando os meus olhos iluminam-se muito tempo sobre as vossas promessas brancas
sem estar a ver a armadilha,
que dança

Borboleta efêmera às asas de vidro
cativo do fio dos vossos segredos

Borboleta que espera exatamente um pouco de luz para secar as suas cores ao fogo dos vossos desejos

Se forte é a minha febre de você, tão suave o meu príncipe.. perdi as palavras
queria dizer quanto te amo

Tudo da parte superior de vossos ombros parece beleza,
onde eu me imagino às vezes..
pobre de mim que bebo o mel de suas palavras para abrir-me

Borboleta efêmera às asas de vidro,
cativo do fio dos vossos segredos

Borboleta que espera exatamente um pouco de luz para secar as suas cores ao fogo dos vossos desejos

Credits

  1. Picture from GettyImages.com
  2. Layout by Nola
  3. Downloaded from DDG

1