Tiko Lee - Poesias

	Sementes:

		O poeta não morre.../ Transforma-se em sementes/ E delas nascem mil          
flores./ Semeadas em jardins - mil cores. / Destilada a vida... Odores./

		Cremada as dores.../ tranforma-se em mil pétalas./ Corola de flores.

		Onde pousam borboletas - mil abelhas/ Manjar de Delgados beija-flores./
O poeta não nasce.../ E se não bastasse./ Não morre também./ Vive a eternidade.

					"O poeta é um fingidor"...
					Só a amizade e a poesia são 
					verdadeiras
					Poeta Sérgio Finkelstein - Porto Alegre - R.S.
					18/11/1997
Voltar
By Internet Plain Sailing (binho_lima@yahoo.com.br)-março/2001
1