UTI da Auto-estima

Estes dias atrás recebi uns emails pedindo uma ajuda para começar emagrecer. Começar não é tão difícil né? Digo, naquelas primeiras horas ou dias em que sua disposição está a 1000, mas passado o primeiro instante, quando o fogo na palha apaga... ai,,como é difícil!

Bom,escrevendo para estas pessoas, descobri ou conclui que o que nos deixa no pique é nossa auto estima mesmo. Mas como mantê-la subindo ou no nível necessário para o emagrecimento andar?

Bom, quando a coisa desanda de vez e não tem mais conserto o negócio é mandar para UTI não é? Então vamos para UTI da Auto Estima.

Primeiro: Sinais Vitais Estáveis
Bom, você tem que sentir bem com você, independente de tudo que te cerca. Entre no quarto, coloque as crianças para fora e se olhe no espelho. Sim, olhe. Está de havaianas (aquela velhinha que você já remendou com o grampo de cabelo?) O cabelo não vê escova a quantos dias? A camisola está no corpo? Ou ainda está com a camiseta furada da última eleição (ótima para dormir, mas um excelente pano de chão também!). Bom, como diria a turma do Fly: vestida, calçada e penteada. A roupa que você vai por é aquela que você vai se valorizar mais. Uma roupa legal, não precisa ser chique, mas que você se sinta confortável e feliz.Penteie o Cabelo, calce um sapato, coloque um brinco e passe um batom. Estabilizou os sinais vitais? Se sente no mínimo ajeitada? Saiu aquela cara de chulé? rsrsrs

Segundo: Reverter quadro Clínico Emergencial
Depois de estabilizado o paciente, você começa a tratar das patologias que levaram para a UTI. Da mais urgente e viável para menos graves e inviáveis. O que é urgente e viável, dentro do seu quarto ainda, é seu guarda roupa. Não precisa contratar uma Personal Style para se vestir legal. Olhe para seu guarda roupa e separe em 4 montes:
1-as roupas que te servem e você se sente linda e bem,
2-as roupas que não te servem (tanto para cima como para baixo),
3-as roupas que te servem e você se sente linda e bem e
4-as roupas que te servem, mas te deixam horrorosas.
Bom, nem preciso dizer que as roupas que te servem e te deixam linda voltam para o guarda roupa né? As que te servem e você não gosta ou te deixam feias, junto com as que não te servem porque já estão grandes para você (claro, as vezes você está no meio do processo) vão para doação. Ou o mais longe possível da vista. Esqueça que ela existem. Até conseguir doar as minhas, enfiei tudo em um saco preto de 100 litros, mas isso durou apenas 4 dias. As que ainda não te servem porque estão pequenas, eu guardaria num cantinho do guarda roupa, mas não deixaria tão a vista. Há controvérsias neste ponto. Tem gente que gosta de comprar roupa menor para entrar depois. Eu não gosto.
Sapatos: a mesma coisa: sapato que te envelhece, está feio, sujo, furado... FORA!rsrs Fique somente com o que te agrada e combina com suas roupas. BIJOUS: idem!!
Nem que de tudo isso sobre 4 mudas de roupa, ainda é melhor do que ter um guarda roupa cheio de coisas que te deixam mais para baixo.

Terceiro: reverter Patologias Curto Prazo.
Este curto prazo são coisas que se pode fazer durante um dia mesmo ou marcar para o dia seguinte. Saindo do quarto, com seu guarda roupa remodelado (não falei em comprar nada hein? só em arrumar), parada no Salão de Beleza. Algumas pessoas gostam de se arrumar em casa, mas eu acho que é um mimo que vale a pena de vez em quando. O mínimo necessário no salão de beleza é:
Pedicure,
Manicure e
Sombracelha (buço, se vier ao caso).
Não tem como você se sentir renovada se fizer este mínimo. Parece que emagreço 3 quilos quando saio do salão!srs. Se você está melhor "provida" financeiramente, faça funilaria e pintura completa: cabelo, tintura, hidratação, depilação (de virilha inclusa viu?), sombracelha pé e mão!. Sair do salão com uma roupinha legal, mãozinha bem pintada e cheirando a spray de cabelo... gente, pensa bem? que mulher que não se sente melhor?

Quarto: Manutenção do Paciente e Cuidados Gerais:
Estabilizado seu paciente, revertendendo quadro cínico, vamos começar os cuidados gerais e manutenção. Então, a partir de agora é levantar de manhã, se olhar no espelho, colocar aquela roupinha legal, sapato no pé, escovar os cabelos e dizer: OK, É ASSIM QUE "ESTOU", MAS O QUE EU FAÇO HOJE PARA FICAR COMO EU QUERO????
Comece relacionar as coisas mais fáceis: comer uma fruta, uma hora de caminhada, 2 litros de ´água por dia etc... Vá acrescentando coisas de vagar e dentro do seus limites.

Mas não descuide do seu "paciente". Se você não cuida o tempo todo dele ele volta para UTI em quadro crítico. Então temos que começar tudo de novo. O sucesso do tratamento está na manutenção do paciente.

OK meninas? Vamos tirar nossa auto estima do Quadro Crítico?

Beijinhos

Escrito por Valzinha para o
Sessenta e Cinco
07/08/05