Iron Maiden - Curiosidades

Na música "Still Life", onde o baterista Nico Mcbrain pronuncia em dialeto rasta a frase: "what ho sed de t'ing wid de tree bonce" ("o que disse o monstro de três cabeças") e em inglês "don't meddle with things you don't understand" ( "Não se intrometa com coisas que não entende").

O primeiro baixo de Steve era uma cópia de um Fender Telecaster, que custou 40 libras. Atualmente, além de baixista, Steve é também arquiteto formado.

Dave Murray escreve uma música a cada três anos, um processo que Bruce Dickinson já descreveu como sendo algo "como dar à luz um elefante". Algumas dessas músicas são: "Charlotte the Harlot", "The Prophecy", "Still Life", "Deja-vu", "Public Enema Number One", "Fates Warning", "Chains of Misery", "Judas be my Guide", "Lightning Strikes Twice", "When Two World Collide" e "Brave New World".

Iron Maiden foi incluído no The Guiness Book of Records de 1990 por sua apresentação no Castle Donington no Monsters of Rock com 360 cabines de som turbo oferecendo 523kw de potência. O nível mínimo atingido pela torra foi de 118dB e o máximo de 124dB. Os técnicos levaram cinco dias para montar esse sistema.

Em outubro de 79, Paul Di´Anno foi preso cinco minutos antes do Maiden subir ao palco do The Swan, em Londres, sob acusação de estar portando uma arma (uma faca), o que forçou a banda a se apresentar com longos solos e com Steve nos vocais.

Em 1992 a banda Iron Maiden foi proibida de tocar no Chile. A Igreja Católica pediu ao governo providências contra a apresentação da banda e foi atendida. Segundo a igreja a música Bring Your Daughter To The Slaughter incitava o assassinato e The Number Of The Beast incitava satanismo e assassinatos.

Existe uma história curiosa que diz que em uma noite o baixista/vocalista do Kiss, Gene Simmons, entrou no camarim do Iron Maiden e pediu a Paul Di'Anno uma camiseta da banda. Sabendo que o pessoal do Kiss não usava nenhuma camiseta senão as próprias, Di'Anno recusou dizendo: "para que você quer? Sabemos que você não pode usar", ao que Gene respondeu: "É verdade. Mas se eu estiver usando uma camiseta com o nome de uma banda que está indo direto para o topo, eu não me importo".

Em 12 de abril de 1985, um garoto fanático por heavy metal de 14 anos matou três pessoas. O garoto (que tinha tatuado um grande 666 no peito) informou estar dominado por Eddie quando cometeu os assassinatos.


Suicídio

Na música "Phantom of the opera" (Fantasma da ópera) eles cantam: "...e voce sabe e eu sei que voce não vai durar muito...", na "Another life" eles cantam: "...Mas estou cansado de viver/ Posso terminar tudo hoje". 

Na "Innocent exile" (Exílio inocente) diz: "Minha vida é tão vazia/ Não tenho motivos para viver...". 

Na "Killers" (Assassinos) diz: "...Minha hora é chegada/ Surge o chamado da morte um grito quebra o silencio da noite..." 

Em "The Trooper" (O Cavalariano) diz: "...E enquanto eu fico esquecido e sozinho/ sem uma lágrima eu exalo meu gemido de morte".

Em "Still life" (Natureza morta) diz: "... Todo sangue da minha vida esta sendo drenado lentamente/ e eu sinto que estou mais fraco a cada dia/ de algum jeito eu sei que logo/ estarei me juntando a eles no fundo da piscina... agora esta claro eu sei o que fazer/ ...de mãos dadas então pularemos na piscina/ ... oh...nós mergulharemos juntos/será para sempre". 

Em "Powerslave" (Escravo do poder) diz: "Eu sou um escravo do poder da morte...", em "Heaven can walt" (Céu pode esperar) diz: "... É agora que poderia ser um anjo da morte que veio para mim..."


De onde vêm as músicas

Iron Maiden - de uma versão cinematográfica do livro "O Homen da Máscara de Ferro".

Number of the Beast - do filme "A Profecia II".

Where Eagles Dare - da versão cinematográfica de "O Desafio das Águias", aventura de guerra estrelada por  Clint Eastwood e Richard Burton na década de 60.

Sun and Steel - da história do legendário samurai medieval japonês Miyamoto Musashi, com o verso Through Earth and water, fire and wind, you came at last/ Nothing was the end (Através da Terra e da água, do fogo e do vento, você veio enfim/ Nada era o fim) é uma referência ao licro escrito pelo próprio Musashi, "A Book of Five Rings".

Murders in the Rue Morgue - baseado no primeiro conto policial da literatura inglesa, "Os Assassinos da Rua Morgue", do americano Edgar Allan Poe.

Moonchild - do livro homônimo de Aleister Crowley, um dos mais influentes magos do século vinte, com uma reputação das piores. A letra da música toma como base o Liber Samekh de Crowley, além de obras como "Preliminary Invocation of the Goetia" e "The Barbarous Names of Evocation".

Childhood´s End - do romance de ficção científica de Arthur C. Clarke, "O Fim da Infância".

To Tame a Land - do clássico de ficção científica de Frank Herbert, "Duna". Steve Harris pediu ao agente que tratava dos direitos das obras do escritor permissão para batizar a música com o nome do livro. A resposta foi: "Não, porque o sr. Herbert não gosta de bandas de rock, especialmente as de heavy metal, e muito especialmente de bandas de heavy metal como o Iron Maiden!"

Sign of the Cross - livremente baseado em "O Nome da Rosa", de Umberto Eco. Os onze homens santificados em sombra são a Santa Inquisição.

 

Assinatura de Derek Riggs

Derek Riggs foi o desenhista das capas dos discos e singles do Iron Maiden. Sua assinatura é um desenho, algo semelhante a suas iniciais: um D reverso e um R do lado direito. Essa assinatura está presente em praticamente todas as capas e gravuras, e muitos já chegaram a pensar ser um símbolo da banda. Verifique a localização do desenho em cada um dos discos:

Iron Maiden - no segundo tijolo na sexta fileira.

Killers - debaixo da janela na direita.

The Number of the Beast - à direita do joelho do demônio.

Piece of Mind: na parte posterior da capa, como parte do colar suspenso pela mão. A assinatura não aparece na versão CD, visto que parte da gravura foi cortada.

Powerslave: na entrada da pirâmide, onde os restos de Eddie estariam.

Live After Death: na parte posterior da capa (ou no verso do livrinho do CD). Siga o caminho de pedras pelo centro do cemitério. Existe uma lápide no meio da parte de trás com o símbolo nela. Em outra lápide, atrás do gato e da rosa vermelha, está escrito 'Here Lies Derek Riggs'.

Somewhere in Time: no peito de Eddie e na nave espacial.

Seventh Son of a Seventh Son: na água.

No Prayer for the Dying: o pingo sobre o 'i' em "Dying".

Fear of the Dark: esta capa foi feita por Melvyn Grant, logo não tem a assinatura de Riggs.

A Real Dead One: no canto de fora do olho direito de Eddie.

A Real Live One: na parte de dentro da coxa direita de Eddie.

Virtual XI: esta capa foi feita por Melvyn Grant, logo também não tem a assinatura de Riggs.