Bianca

Minha gatinha linda…

Eu te queria no meu colo ronronando e mordendo meu nariz, como costumava fazer, queria ver teu olhar meigo e cheio de amor, queria poder ouvir mais uma vez o barulhinho engraçado que fazia enquanto dormia, queria poder te afagar e descansar junto de ti, roubando um pouco do teu sono felino.

Eu te queria comigo, queria que nunca fosse embora, queria poder voltar no tempo e mais uma vez viver o dia de sua chegada, sentir o seu carinho quente e sincero…

Minha gatinha linda…

Vejo seu corpo já sem brilho jazendo perto do meu. Você foi embora e sinto a dor de uma parte de mim arrancada, sinto a dor da perda, sinto o frio que sua falta me traz.

Me sinto sozinho…

Minha gatinha linda…

Sua companhia tornou minha vida melhor, seu carinho era chama que me aquecia e acalentava em situações difíceis e a visão de sua meiga face me fazia sorrir.

Minha gatinha linda…

Sei agora que a dor por sua perda com o tempo irá se transformar em amor saudoso e que esse sentimento preencherá o pedaço de mim que foi embora, e sua lembrança me aquecerá e me fará sorrir novamente

Nesse dia serei completo…

Minha gatinha linda…

Um pedaço de mim foi embora contigo, como parte de nosso acordo…

 

Como uma gatinha tão pequenina pode ter um coração tão grande?

Como uma gata tão minúscula pode ter um filhote tão grande como eu?

Como um corpinho como o seu pode conter tanto carinho?

Como olhinhos verdinhos podem expressar tanto sentimento?

Como é possível um miadinho tão baixinho e rouco me fazer feliz?

 

Eu ainda sinto seu calor, vejo seu rostinho pedindo carinho e ouço seu miado carente.

Sinto sua falta…

Deus, receba essa gatinha que é tão cara para mim, dê um lugar quentinho para ela se deitar e que meus antepassados a afaguem e a amem.

Cato

cato@popstar.com

Visite meu Blog - celticblood

Counter                                                                        *Deixe seu comentário*               *Livro de Visitas*

1