Velas
Velas

A magia das Velas


O que é magia?


Magia é o ato de evocar poderes e mistérios Divinos e colocá-los em ação, beneficiando-nos ou aos nossos semelhantes.
Existem muitas formas de magia aberta ao plano material da vida: magia astrológica/lunares/solares/elementais/espirituais/minerais etc...
A magia só é ativada ou desativada depois de algumas etapas já terem sido percorridas. Ou seja, exige-se um tanto de conhecimento para se mexer com magia, seja lá qual for!
Então vamos lá:
· Magia é o ato de ativar ou desativar mistérios dos deuses.
· Magia é a manipulação mental, energética elemental e natural de mistérios e poderes Divinos.
· Magia é o ato de a partir de um ritual evocatório específico, ativar energias e mistérios que, só assim, são colocadas em ação.
· Magia é um procedimento paralelo aos religiosos ou, mesmo, parte deles.
E por existirem tantas formas de magia, é que vamos falar um pouquinho sobre a magia das velas.
Ao acendermos e consagrarmos uma vela aos Deuses, com fé e reverência, seus pedidos realizarão em uma ação para benefício próprio ou de outrem.
As chamas das velas irradiam vários tipos de onda e cada tipo flui num grau vibratório que não temos condições de vê-los a não ser que seja um clarividente, pois essas ondas eletromagnéticas sutilíssimas fluem na Teia Divina.
Devemos ter em mente que ora retiramos e ora devolvemos alguma essência, elemento ou energia da 5ª essência. Estaremos trabalhando aqui emanando ao cosmo e vice-versa! Isso é o que nos liga a Teia Divina.
Esse entrosamento é, e deve ser uma troca consciente. Sim, pois é uma conexão e uso de nosso poder pessoal.
A magia é sutil, assim ocorrendo com as ondas magnéticas produzidas pelas chamas das velas.
Assim, tudo que existe, por menor que seja, esta e faz parte da Grande Mãe, da Teia Divina.
O que chamamos de 5ª essência?
Podemos chamar o prana /éter/espírito...Tudo isso é o que denominamos 5ª essência, apenas trocamos os nomes.Isso é uma energia que flui por meio das ondas eletromagnéticas, que atuam como agregadoras ou condensadoras das essências. Nelas são almagamadas (ligadas) e dão origem às energias, puras, simples ou compostas. Por sua vez irão se espalhando e formando esse éter universal, ou prana, ou 5ª essência.
Bom, isso só foi uma rápida explicação de como se formas essas ondas eletromagnéticas, não vamos aqui entrar em detalhe e nem gastar tempo certo? Porém, isso foi para que vocês possam ter uma idéia de como funciona a onda das chamas das velas.
Teremos sempre em mente que tudo é criação Divina. Tudo no universo é vivo, tudo tem vida. Assim sendo, podemos saber que somos capazes de dar origem ao que quisermos, pois será uma energia emanada por nós. Assim como toda a criação divina é proveniente da energia emanada pela Deusa.
Enfim, é um processo de sucessão de agregações, que vão dando origem aos “estados” das coisas, até que chegamos ao estado do mundo sólido ou das substâncias “materiais”. Ou seja, a matéria nada mais é que energias agregadas e colocadas no estado de “repouso vibratório”.
Bem, essa explicação pode parecer meio complexa, mas não é...é bem mais simples do que possamos imaginar, é só pensarmos um pouquinho e veremos que tudo faz sentido.
Vamos à alguns exemplos de energias emanadas e vibrações:
· Uma pedra “fator mineral” gera em seu interior e emana como uma “fumacinha” colorida.
· Um vegetal “gera” o “fator vegetal” e o emana como uma fumaça.
· Um ser humano gera o “fator humano”, emanando e criando à sua volta a aura.
· As chamas também produzem sua energia.
Não podemos esquecer que o mistério, o segredo da magia está no mental, é a mente a ativadora de todas as magias, pois sem a ativação mental nada é projetado para além do seu campo natural.
Passarei algumas das chamas sagradas das velas.
As velas são mistérios e suas chamas formam ondas ígneas que só são visíveis aos clarividentes. Um exemplo para facilitar a crer nessas ondas é acreditarmos nas ondas sonoras emitidas pelo rádio, nossos olhos não vêm, mas chega até nossa audição!
Assim funcionam as ondas ígneas das chamas das velas. Essas ondas vão desaparecendo no meio do éter (5ª essência), as chamas das velas emanam ondas energéticas saturadas de essências “ígneas”, que são coletadas pelas ondas energéticas que fluem em todos os sentidos e nas mais diversas formas.
Como disse antes, ora tiramos, ora devolvemos energia no todo planetário, assim atendendo e sendo atendidos pela Grande Mãe.
As chamas das velas formam desenhos, que por sua vez emanam essência ígnea através dessas formas.
Dependendo da cor da vela que acendermos, novos desenhos serão formados. Assim quando absorvidas pelas correntes eletromagnéticas e projetadas as distâncias longínquas, alcançamos o alvo que mentalizarmos.
A nossa mente é chave do processo, pois se mentalizarmos uma pessoa, as ondas chegaram até ela. Se essa pessoa for falecida, acreditamos que essa onda chegará até seu espírito, se esse ainda estiver no plano espiritual. E acreditamos que sim! Ou esperamos!
Se em nossos gestos mais puros, acendermos uma vela para um Deus, Deusa, ou para outro pedido qualquer, com certeza receberemos um retorno! Então cuidado ao mentalizar, somos responsáveis pelas nossas atitudes e intenção!
No passado, “magos do fogo” costumavam acender piras rituais com apenas uma espécie de madeira conforme seus objetivos. Pois essas chamas projetariam uma espécie de energia própria para o objetivo deles.
Mais tarde acontecia o mesmo com as velas de cera de abelha, outros juntavam essas misturas de elementos e minerais para obter os mesmos resultados.
Acredito que até hoje essas fogueiras rituais sejam mantidas em algumas regiões (stª Brígida), pois o fogo “religioso” é purificador.
Se no passado os povos cultuavam as divindades por meio de elementos da natureza, por que hoje não haveríamos de fazer o mesmo, não é?
Vamos as divindades cultuadas:
· Divindades associadas ao ar ou eólicas
· Divindades associadas à terra ou telúricas
· Divindades associadas à água ou aquáticas
· Divindades associadas ao fogo ou ígneas
· Divindades associadas às ervas ou vegetais
· Divindades associadas aos cristais ou cristalinas
· Divindades associadas ao tempo ou temporais.
Ou seja, cultuamos divindades naturais que por meio de seus elementos, emanam essências ou fatores semelhantes aos das divindades.
Falaremos a seguir das ondas ígneas. Essas mostram Como a Deusa tem forma s de penetrar em nossa mente e nos direcionar!
A Escala Das Cores Das Velas
Azul Claro Roxo Magenta
Rosa Marrom Amarelo
Verde Azul Escuro Dourado
Lilás Vermelho Branco
Na vela branca estão todos os tipos de irradiações primárias e nas coloridas as irradiações mistas ou compostas, repetindo o fenômeno da luz Branca que ao ser deflacionada, mostra-se como um arco-íres.
Podemos dizer que ao acender a vela branca ela projeta todas as irradiações, enquanto as coloridas irradiam ondas compostas, originadas pela fusão de ondas primárias irradiadas pela sua chama.
A vela preta, quando é acesa, forma vários tipos de ondas, onde seu maior fenômeno é absorver essências coloridas e fundi-las. Com isso adquirindo-se um magnetismo absorvente desagregador de muitos tipos de energias espirituais ou elementais.
A vela azul escura, por outro lado, além de emitir vários tipos de ondas ao absorver a essência eólica (ar) existente no éter, emite por meio de sua chama, uma onda tão polarizadora que é associada ao trono da lei.
Enfim, quando associamos uma vela e uma cor a uma divindade, é por que uma de suas ondas se destaca e tem correspondência com sua energia viva ou com o campo em que ela (divindade) atua.
A vela vermelha, é associado diretamente ao elemento fogo e justiça.Associamos a vela vermelha a justiça, por que ela emite uma onda purificadora tão poderosa que consome todas as condensações energéticas desordenadas ou desequilibradas. E quando direcionada magisticamente para um espírito consome todas as suas energias negativas e devolve-lhe seu equilíbrio mental e vibratório, curando-o e libertando-o dos seus próprios sentimentos negativos.
Bem, podemos ver que as velas são um mistério! Ao decorrer do tempo as antigas piras sagradas foram sendo substituídas pelas velas e essas com certeza quando acesa magisticamente atua no espírito de quem receber sua irradiação ígnea. Pouquíssimas religiões não trabalham com o poder mágico das velas.
Porém se soubessem o quanto de utilidade elas têm, provavelmente passariam a fazer uso em seus rituais.
OBS.: Para finalizar, quero que coloquem na consciência de que o mau uso das mesmas trará conseqüências desagradáveis para quem o fizer!
 Velas O sentimento ao acender uma vela deve ser claro e o mais puro de boas intenções.
Devemos lembrar que a ação e reação são indiscutíveis e a lei maior da justiça Divina agirá, podendo desativar a luz de quem ativar uma energia negativa.
“Lâmia Thalassa” ®

Home
1