THE SIMS

 

 

    Em breve, todos nós vamos descobrir se este será o melhor ou o pior jogo da temporada. As apostas são altas. Imagine um SimCity elevado ao nível pessoal. Diferentemente de manusear cidades, você terá que lidar com uma casa, criando seus personagens, decorando-a, tentando fazer com que seus moradores tenham sucesso e sejam felizes, satisfeitos sexualmente, e o mais ricos possível. O conceito parece incrível, mas será possível criar simulações tão reais?

    A Eletronic Arts confirma que esta será uma saga onde haverão muitos caminhos naturais, que levarão a diferentes conclusões.

    A teoria básica é que o concreto é limitado enquanto a nebulosa da mente é totalmente sem limites. Por ser vago e aberto, o jogo terá a capacidade de colocar o seu próprio sistema dentro de uma simulação, dando uma profundidade muito grande aos elementos. Por exemplo: um diálogo pode ser visto em bolhas com um ícone que aparece durante a conversa dos Sims. Portanto, se você é um personagem interessado em formar opiniões e está falando com alguém numa festa, o ícone de Abrahan Lincoln (representação política) aparecerá acima, e, de repente, seus amigos terão suas opiniões mudadas. Resumindo: para cada situação, você terá uma série de caminhos que podem levar a uma infinidade de luagres diferentes.

Fonte: Revista PC Gamer Brasil - edição nº 34, pág 29.

 

voltar

1