Tipos

 

 

 toneladas.vv

Tiranossauros

Os tiranossauros foram os predadores máximos do final do Cretáceo. Exclusivos da América do Norte e Ásia eram carnívoros altamente especializados.
As menores espécies, como o Nanotyrannus, não tinham mais de 5m de comprimento. Os maiores, como o Tyrannosaurus e o Tarbosaurus (ao lado), alcançavam mais de 12m e 6 toneladas.

Algumas

 

Espinossaurus

Os espinossauros formavam um grupo de estranhos dinossauros terópodes, bastante incomuns para os padrões conhecidos. Parecem ter sido exclusivos do início do Cretáceo, sendo que a maior parte da espécies pertencem ao hemisfério sul, na antiga Gondwana.

Celurossauros

Os celurossauros eram pequenos e ágeis dinossauros carnívoros conhecidos na maioria dos continentes. Comuns principalmente no Jurássico, a partri do Cretáceo evoluíram para formas mais especializadas, como os velozes deinonicossauros e os robustos tiranossauros

Deinonicossauros

Os deinonicossauros eram carnívoros em geral pequenos (a maioria não ultrapassava os 4m de comprimento), porém altamente eficientes.

Seus cérebros excepcionalmente grandes fazem deles os mais inteligentes entre os dinossauros.

Os 

 

Carnossauros

As formas carnívoras mais bem sucedidas do Mesozóico. Os primeiros apareceram ainda no início do Jurássico, há cerca de 200 milhões de anos. Seu auge deu-se entre o final desse mesmo período e meados do Cretáceo, há 90 milhões de anos, quando foram substituídos pelos tiranossauros. 

 

 

Ceratossauros

Os ceratossauros são caracterizados pelos crânios ornamentados com grandes cornos (daí provém o nome). Esses cornos eram provavelmente usados para exibição em períodos de acasalamento desses animais.

próximo.

 

 Abelissauros

Os abelissauros estão entre os principais grupos de dinossauros carnívoros do hemisfério sul, no antigo continente de Gondwana.São muitas vezes considerados os equivalente sulistas dos tiranossauros do hemisfério norte. Eram dotados de crânios grandes e robustos, de comprimento não muito longo. 

 

 

Alvarezssauros

Os alvarezssauros eram pequenos dinossauros terópodes muito semelhantes à aves. Apresentavam corpo emplumado e seus membros foram extremamente reduzidos. 

 

Oviraptossauros

Os oviraptorssauros provavelmente cuidavam com zelo das crias, passando boa parte do tempo sentados sobre os ovos para chocá-los. Quando nasciam os filhotes eram alimentados com comida regurgitada pelos adultos, que se revezavam para protegê-los dos inimigos.

 

Celofisídeos

Os celofisídeos estão entre as mais antigas formas de dinossauros carnívoros. A maioria das espécies viveu no final do Triássico e início do Jurássico. 

Eram dinossauros de aspecto leve e ágil, com pescoço longo e mandíbulas muito delicadas. Essas características fazem crer que esses animais adotaram uma dieta especializada em pequenos animais e ocasionalmente carniça.

 

Ornitomimossauros

Os ornitomimossauros, ou dinossauros-avestruz, eram pequenos terópodes onívoros, que se alimentavam de raízes, frutos e pequenos animais, incluindo insetos, lagartos e mamíferos.Seu nome provém da incrível semelhança com os avestruzes atuais.

 

Terizinossauros

Os terizinossauros eram dinossauros muito enigmáticos. Até hoje pouco sabemos sobre esses animais. Seus fósseis são raros e na maioria das vezes, muito fragmentados.

D Entre os mais fascinantes terizinossauros estão o Alxasaurus e o Erlikosaurus

 

Herrerossauros

Os herrerassauros estão entre os mais primitivos de todos os dinossauros. São considerados um grupo à parte, que não pertence nem à ordem Saurischia nem à Ornitischia.

Esses dinossauros ancestrais apareceram no Triássico, entre 225 e 230 milhões de anos. Entre os mais antigos estão o Eoraptor e o Staurikosaurus

 

Prossaurópodes

Os prossaurópodes eram os antecessores diretos dos saurópodes. A maioria das espécies viveu no final do Triássico, apesar de alguns sobreviventes terem perdurado até o início do Jurássico. 

Apresentavam a capacidade de andar tanto em 2 quanto nas 4 patas.  

 

Saurópodes

Os saurópodes foram os maiores e mais poderosos animais de todos os tempos. Tendo sobrevivido por quase toda a Era Mesozóica (do início do Jurássico ao final do Cretáceo) eram animais magníficos e estão entre os mais bem sucedidos dinossauros conhecidos.

 

Anquilossauros

Os anquilossauros eram os tanques blindados da Era dos Dinossauros. Esses herbívoros pesados eram dotados de amplas armaduras que recobriam seus dorsos e os protegiam do ataque da maioria dos predadores.Os anquilossauros apresentavam uma aparelho de mastigação relativamente avançado, se comparado a herbívoros mais antigos, como os estegossauros.

 

Estegossauros

Os estegossauros estão entre os mais bizarros dinossauros conhecidos. Seu auge se deu no período Jurássico, onde as plantas de folhas macias eram sua principal fonte de alimento.  Para auxiliar na digestão eles engoliam pequenas pedras, que uma vez na moela, maceravam o alimento, facilitando o trabalho do estômago.

Lesotossauros

Os lesotossauros estão entre os mais primitivos dinossauros herbívoros.  Acredita-se que tenha originado todas as formas de dinossauros ornitísquios do Mesozóico. Dinossauros como estes foram mais comuns no Triássico.

 

Heterodontossauros

Os heterodontossauros são os antecessores de grupos como o dos hipsilofodontes. Como estes eram pequenos e ágeis dinossauros vegetarianos, que pouca resistência tinham a oferecer aos grandes predadores, com exceção de seus grandes dentes caninos, que poderiam ser usados como armas perigosas. 

Hipsilofodontes

Os hipsilofodontes são também conhecidos como "gazelas" do mundo dos dinossauros. Era extremamente ágeis, dotados de pernas longas, que lhes permitiam correr com velocidade e ainda saltar com grande destreza. A agilidade era a principal arma dessas frágeis criaturas contra seus predadores.

 

Iguanadontes

Os iguanodontes formavam um grupo de herbívoros típicos do período que engloba o final do Jurássico e o início do Cretáceo.  

Os iguanodontes apresentavam membros poderosos dotados de cascos, o que sugere que caminhassem tanto em 2 quanto e 4 patas. 

 

Hadrossauros

Também conhecidos como dinossauros "bico-de-pato" (devido ao seu bico córneo semelhante ao do pato) foram as mais bem-sucedidas formas de herbívoros do final do Cretáceo. Descendentes dos iguanodontes, os hadrossauros foram comuns especialmente no hemisfério norte, entre a Ásia e a América do Norte. 

Paquicefalossauros

Os paquicefalossauros eram herbívoros aparentados com os ceratopsianos. Foram dinossauros de tamanho pequeno e médio típicos do final do Cretáceo.

Sua principal característica é o crânio espesso na região superior. 

 

 

Ceratopcianos

Os ceratopsianos, ou dinossauros de chifres, juntamente com os hadrossauros, dominaram as planícies do hemisfério norte no final do Cretáceo.

Entre as principais características destacam-se o bico semelhante ao de um papagaio, o enorme escudo ósseo na região da nuca e, em algumas espécies, a presença de cornos no alto da cabeça.

 

http://www.territoriodosdinossauros.hpg.ig.com.br/grupo.htm

Voltar

 

1