ðHwww.oocities.org/br/eapsuper/amor_ap3.htmwww.oocities.org/br/eapsuper/amor_ap3.htm.delayedxŸÕJÿÿÿÿÿÿÿÿÿÿÿÿÿÿÿÿÿÿÿÿÈ0æž pOKtext/htmlp¡¾:} pÿÿÿÿb‰.HSat, 23 Dec 2000 04:24:18 GMTóMozilla/4.5 (compatible; HTTrack 3.0x; Windows 98)en, *—ÕJ p Dragon Ball Milênio

Amor - Namoros - Romances

Amor Impossível -  parte 1

Amor Impossível -  parte 2

Amor Impossível -  parte 3

 

Um Amor Impossível - Parte 3

No dia a seguir, como Trunks dissera foi buscar Pan a casa, para ela ir ao ginecologista.

Gohan- Entra Trunks, o que te trás por cá?

Trunks- Venho buscar a Pan.

Gohan- Vão onde?

Trunks- Vamos à praia, a minha irmã vai também.

Gohan- Está bem, vou chamar a Pan. PAN, O TRUNKS JÁ ESTÁ AQUI À TUA ESPERA.

Pan- Está bem, já vou.

Passados alguns minutos Pan desce do quarto.

Pan- Aqui estou, vamos Trunks.

Trunks- Vamos.

Gohan- Porta-te bem Pan, Trunks tu que és mais responsável não deixes ninguém se meter com ela.

Pan- Pai!

Gohan- Estava brincando, vá, vão e divertem-se.

            Já fora de casa, Pan e Trunks podem conversar à vontade.

Pan- Estou nervosa, e se estiver mesmo grávida, o que vamos fazer?

Trunks- Fugir.

Pan- Fugir?!

Trunks- Sim, fugir para bem longe daqui.

            Pan faz as análises e o resultado das análises disseram que ela estava grávida de três meses.

Pan- Não pode ser Trunks, como nos podemos descuidar.

Trunks- Acontece, até aos melhores, queres fugir comigo, hoje às 12h00 da noite, é quando está toda a gente a dormir?

Pan- Acho melhor fugir sim, não quero ser gozada por ninguém, estarei no meu quarto à tua espera.

            Pan e Trunks fugiram para o espaço na nave espacial que tinham usado na busca das bolas de cristal, deixando na terra a família triste com o a partida dos dois.

Goten- Como pode ele fugir, ele vai ser o meu padrinho de casamento.

Kika- Não te preocupes, no dia do teu casamento se ele cá não estiver arranjas outro padrinho, mas aquele canalha levou a Pan com ele, se eu lhe apanho dou cabo dele.

Passado sete meses da fuga dos amantes chegou o dia do casamento de Son Goten e Pares, o copo de água ia ser na casa da Bulma, pois a casa era maior, cabia mais gente. Goten estava nervoso, não conseguia atinar com o laço e a Pares estava com dificuldade em vestir o vestido, tinha engordado um pouco depois do nascimento do seu bebé. Goten- É pá, a porra do laço... não acerto com isto... mãe vem me apertar o laço.

Kika- Tem calma, vais só casar, não vais fazer nenhuma corrida, faz-me lembrar o teu pai, no dia em que casamos, levou o tempo todo a chatear-se com o fato.

Goten- Mãe já que falastes no pai, conseguiram encontra-lo? Eu gostava que ele viesse ao meu casamento.

Kika- Não, o conseguimos encontrar, aquele desgraçado, quando precisamos dele nunca está.

            Na casa de Pares:

Mãe de Pares- Filha, como engordastes tanto num mês?

Pares- Não sei mãe, devo ter comido de mais.

M.Pares- O menino Son Gopen foi muito simpático em te ter pedido em casamento.

Pares- Não é Son Gopen, é Son Goten! O Son Gopen é o nosso filho.

M.Pares- Para mim é igual.

Gohan- VIDEL, VIDEL, VEM CÁ ME AJUDAR!

Videl- O que foi agora?

Gohan- Leva esta ou esta gravata?- mostrando uma com o Pato Donald e outra às riscas roxas.

Videl- Leva a do pato, tem mais piada.

            Depois do casamento foram todos para a casa da Bulma, festejar.

Gohan- Muitos parabéns Goten, deixa-me pegar no teu filho, para ver se ainda não me esqueci como se faz.

Goten- Assim não, ainda o deixas cair!

Gohan- Não te preocupes era assim que eu pegava a Pan.

Goten- Então deve ser por isso que ela era atrofiada.

Gohan- É verdade, onde estará a minha Pan?

Videl- Tenho tantas saudades da minha filha, apesar de ir ter outra, lembro-me sempre da Pan.

Bulma- Também tenho saudades do meu filho, e a Bra também está sempre olhando para a fotografia dele, o Vegeta é que não se importa nada.

Videl- Ele é mesmo assim, no fundo, no fundo ele adora o filho.

Bulma- Eu gostava muito que ele um dia mostra-se o quanto gosta do filho.

Videl- Esse dia chegará.

Bulma- Espero que sim.

            No dia a seguir, quando Son Goten estava na casa nova que ficava mesmo ao lado da de Son Gohan, batem à porta, Pares vai abrir a porta com Gopen nos braços.

Pares- Quem é?

Trunks- É o Trunks.

Pares- O Trunks?! Goten conheces algum Trunks?

Goten- O Trunks?! Abre a porta rápido.

Trunks- Desculpa Goten, não ter chegado a tempo, aconteceu um imprevisto pelo caminho.

Goten- Amigo, porquê que fugistes com a Pan?

Trunks- Por causa disto. Trunks desvia-se e aponta para os braços de Pan.

Goten- Um bebé?!

Trunks- Sim um bebé, é minha filha, e chama-se Sangy.

Goten- É filha da Pan também?

Trunks- É.

Goten- Malandro, o que andastes a fazer com a Pan às escondidas!

Pares- Não fiquem à porta, entrem, sentem-se.

Pan- Tens um menino muito bonito.

Pares- A tua também é bonita.

Pan- Quando foi que nasceu?

Pares- Nasceu a um mês atrás, e a tua menina?

Pan- Nasceu ontem.

Goten- Então foi por essa razão que tu não viestes ao meu casamento.

Trunks- Pois, a minha filha teve pressa de nascer, tivemos que parar num planeta para o bebé nascer.

Goten- Há quanto tempo é que tu namoras com a Pan?

Trunks- Começamos a namorar na viagem ao espaço, e sem darmos por isso fizemos a Sangy.

Goten- Para onde fugiram?

Trunks- Para o planeta Try, estamos a pagar em prestações.

Goten- Isso quer dizer que não vão ficar cá?

Trunks- Pois, vamos voltar para o planeta, apenas vinho te dar os parabéns, e desculpa lá o atraso.

Goten- Não faz mal, eu também faltava, porquê que não ficam aqui na terra?

Pan- Não quero que a minha mãe se chateei comigo.

Trunks- Até um dia Goten.

Goten- Vais te já embora?

Trunks- Temos que ir, mas eu prometo que volto.

Goten- Então até um dia.

Trunks- Até lá.

            Pan, Trunks e Sangy voltaram para o planeta Try, na Terra a filha de Videl nasce, muita gente morre, até o nosso querido Son Goku, passados 25 anos Trunks volta à terra com Sangy, pois ela queria conhecer os avôs, Trunks vai primeiro à casa de Son Goten.

Goten- Trunks?! Sejas bem vindo, já passaram 25 anos, onde tens estado?

Trunks- A cuidar das minhas meninas. À é verdade esta é a Sangy.

Sangy- Olá Son Goten.

Goten- É pá ela sabe o meu nome, é Trunks como tivestes uma filha tão bonita?

Trunks- Com muito amor.

Gopen- Pai quem é?

Goten- É o meu amigo Trunks com a filha.

Gopen- Olá Trunks, Olá menina.

Trunks- Estás bem crescidinho.

Gopen- Obrigada, menina quer vir comigo, vou lhe apresentar à minha mãe.

Sangy- Posso ir pai?

Trunks- Vai sim, mas tem cuidado com ele, pode ser igual ao pai.

Goten- Ei Trunks!

Trunks- Estava brincando.

Goten- Mas olha que eles fazem um casal muito engraçado.

Mais tarde depois de se despedir de Son Goten e de ter dito às escondidas quem eram os avôs de Sangy, partiram de novo para o espaço. No ano a seguir Pan vem à terra com a filha.

Pan- Por favor abrem a porta, preciso de ajuda.

Videl- Quem será que está a fazer esta gritaria?

Gohan- Abre a porta, pode ser grave.

            Videl abre a porta, e vê Pan com uma rapariga às costas.

Videl- Pan?!

Pan- Mãe, deixe-me entrar, ela precisa de ajuda, está ferida e ela vai ter o bebé.

Videl- Entra, rápido.

Gohan, é a Pan, a nossa filha desaparecida, a amiga dela precisa de ajuda . Enquanto Gohan fazia o parto difícil à rapariga, Pan disse para a mãe telefonar para todos e para irem lá em casa, porque ela queria falar uma coisa muito importante. Estavam todos na sala, os que estavam vivos, quando o bebé nasceu, a mãe do bebé morrera com os ferimentos, o bebé sobreviveu.

Pan- Escutem minha gente, a rapariga que deu à luz este bebé é minha filha e do Trunks, vou sentir muito a falta dela, este bebé é meu neto e é seu Bisneto Vegeta, quero que segure nele, e veja a força de dois grandes guerreiros junta, e gostava que lhe desse um nome.

            Vegeta já estava velho, estava nos últimos minutos da sua vida, ele agarra no bebé destapa-lhe a cara e pergunta.

Vegeta- Pan e o meu filho Trunks?

Pan- Ele morreu na viagem, para nos salvar, só que a Sangy não resistiu.

Vegeta- O meu filho morreu, como pode ele ter morrido, não admito isso, e ainda por cima nunca lhe consegui dizer o quanto gostava dele.

Pan- Eu sei que aqui na terra estamos só nós, os anos passaram, mas agora este é o fruto da união de grandes guerreiros, Vegeta dou-te o prazer de batizares este rapaz.

Vegeta- Ele parece o falecido Son Goku, quero que ele se chame Son Goku, Son Goku Júnior, por honra a alguém que sempre admirei. Batem todos palmas e Vegeta morre com um sorriso nos lábios, na terra ficaram os mais novos, ficaram Pan com os pais e a sua irmã, Goten com a mulher e o filho Gopen, Gopen no dia em que Trunks foi à terra namorou com a Sangy e nasceu Son Goku Júnior. Son Goku júnior era forte como o seu trisavô Son Goku e o seu bisavô Vegeta e a geração continuou, isto todo aconteceu a uns 1000 anos atrás, até qualquer um de nós pode ser o descendente destes heróis. É só preciso acreditar neles, eu acredito neles eles estão no meu coração e ficarão para sempre na minha memória.

FIM