Piadas                     

Grosso, machão, entrou na sala de espera do consultório
médico declarando que seria o primeiro a ser atendido -
e quem não gostasse que fosse reclamar pro bispo.

Dentro do consultório, o médico tentava pela vigésima
vez agarrar a enfermeira. Quando a moça saiu esbaforida
porta afora com o doutor correndo atrás, de cajardo na mão,
o susto na sala foi tão grande que o esculápio só souber perguntar:

- Quem é o próximo?

E o nosso machão, mui respeitoso: - Pois até nem sei, seu doutor.
Chegamo tudo meio entreverado.

 



 

Ele lustrou as botas que ficou um espelho e foi pro baile.
À primeira prenda quetirou já foi anunciando que tinha poderes:

- Tu sabia que eu posso adivinhar a cor das tuas calças?

A moça só disse "Ué!" e ele lascou: "Amarela!", acertando na bucha.
A fama do adivinhão correu rápido pelo baile e as moças todas
queriam dançar com o gaúcho para confirmar o fenômeno.
E ele só curingando as botas e matando: azul! cor-de-rosa! verdinha!

Até que uma mocinha mais lasqueada, moderninha, resolveu tirar
um sarro da cara do índio. Despiu as calças no banheiro e,
na dança, desafiou:

- Então é o senhor que adivinha a cor das calças das moças?
Quero ver adivinhar a minha!

A gaita roncou e dois saíram bailando, o índio já meio tonto
de tanto arrodear e cuidar as botas. De repente, berrou:

- Pára a gaita, gaitero! Pára a gaita que eu quero saber quem
foi que deu um talho nas minhas botas!

 



 

O gauchão, passeando no Rio, entra num bar, acomoda-se
numa mesa, chama o garçom, faz o pedido e fica se gabando:

- Olha só que bombacha, índio velho.
Cento e cinquenta botão. Custou 50 mil.
Tô mal de bombacha, hêin?!

O garçom ri amarelo, busca o aperitivo e na volta o gaúcho:

- Olha que bota, tchê! Toda sanfonada. Custou 40 mil.
Mal de bota, hêin?!

Puto da cara, o graçom tá que não agüenta mais.
Por sorte sua, um colega conhece o exibicionista
e sabe coisas da família:
- Chega no gaúcho, pergunta como vai a irmã dele e
diz que ela é a maior piranha que você já conheceu.

Feita a sacanagem, o gaúcho continua impávido e,
cofiando o bigode, brilha um pouquinho o olho e responde:

- Mas a Lindoca não puteia mais, seu.
Virou freira e agora é esposa de Cristo Nosso Senhor.

E arremata: - Tô mal de cunhado, hêin?!                               

1