Renata
         Como em um livro, nossa história começou em um desencontro, estudamos juntos e nem almenos nos falavamos no colégio além do necessário; apesar de te adimirar desde cedo, parece que realmente não era a hora de nos conhecermos de verdade. Quando te reencontrei em dezembro não sei porque, mas percebi que iriamos ser mais que amigos, confeço que não te olhei a primeira vez com olkhos de "bom moço" mas seu jeitinho meigo e seu sorriso me deixou confuso.

          Realmente me assustei  quando sai com voce a primeira vez, lembra? você todas desastrada...  ri sozinho depois que estava em casa... quando fomos ao Açai foi muito bom, apesar de não demostrarmos nada, aquele dia percebi que voce também estava de alguma forma querendo me conhecer melhor. Rê, quando chequei em casa fui correndo contar para o Yukio que tinha te reencontrato, e contei que estava querendo encontrar alguém pra fazer parte da minha vida.

          Rê , até nosso primeiro beijo me marcou muito, sempre gostei daquele lugar, em cima de uma pontezinha sob um lago, um vento frio e um desejo de querer você, foi lindo amor, e me lembro de cada detalhe daquele dia. Fiquei muito entusiasmado e emocionado.

          Eu não sou um exemplo de pessoa que tive muitos amores, nunca sofri por amor, nunca gostei de acordar e ver alguem do lado, nunca quis nada sério com ninguem... Renata, voce me encantou, parece que voce é a minha anjinha da guarda que foi feita sob medida pra mim...   você é mais do que eu sonhei.
1