Capacitação profissional não garante primeiro emprego.




          Os jovens por falta de oportunidade são obrigados a garantir sua própria sobrevivência, trabalhando nos bairros e favelas onde moram como os cabeleireiros, manicures, eletricistas e carpinteiros... Sem qualquer benefício trabalhista.
          O problema é que para os jovens essas atividades não garantem a saída dessa população da exclusão e não desenvolvem nenhuma carreira.
          O trabalho que as ONGS realizam dá à população juvenil uma maior consciência política e organização comunitária.
          E para garantir a vida profissional dos jovens, são necessárias vagas e oportunidades de trabalho.
          Segundo uma pesquisa feita pela PUC-RJ o esforço das instituições não são suficientes para inverter o quadro de exclusão de jovens de baixa renda que buscam o primeiro emprego, como não há políticas públicas que criem novos postos, os jovens conseguem apenas trabalhos precários.
          Capacitação profissional não garante primeiro emprego.
 


Novas Competências/Prepare-se o futuro já chegou/Globalização e o trabalho/Cyberanalfabeto/Tecnologia e Escola/Panoramas do Sec XXI
As exigências aumentam/O desafio de manter-se empregado/Um mundo com menos emprego/Definir o futuro profissional
Glossário/Fontes e Recursos/Fotos/Autores da página

.

 
1