O QUE VOU SER QUANDO CRESCER?
Sobram dúvidas na hora de definir o futuro profissional


              A velha pergunta "O QUE VOU SER QUANDO CRESCER?" talvez tenha perdido o sentido. Prever como será o mundo do trabalho daqui a 10 ou 20 anos é uma tarefa difícil. Talvez o jovem tem uma noção das tendências, de campos de atuação mais promissoras, de carreiras fadadas ao desaparecimento ou da importância de manter-se constantemente atualizado no que se refere a sua área de atuação.

              Quando o adolescente oriundo das classes populares, a situação é ainda mais complexa, com o fantasma do desemprego rondando os país, sua força de trabalho se torna fundamental na composição de orçamento familiar. As horas de batente poderiam ser usadas em cursos ou atividades culturais. No entanto o tempo é dedicado ao sustento da casa (às vezes como única fonte de renda). Para o adolescente que ainda busca uma vaga  no mercado de trabalho, a realidade ocupa o lugar dos sonhos profissionais.

               Dominar uma língua estrangeira é importante na hora de fazer um concurso ou de se candidatar a um emprego. Mas quem não tem condições de pagar um curso faz o quê?

               Os filhos da classe média, por exemplo, chegam no vestibular falando Inglês, Francês. Eles tiveram a chance de ir além da escola. Nós, alunos de escolas públicas, na maioria das vezes temos apenas as aulas do colégio. É óbvio que estamos em desvantagem.


Novas Competências/Prepare-se o futuro já chegou/Globalização e o trabalho/Cyberanalfabeto/Tecnologia e Escola/Panoramas do Sec XXI
As exigências aumentam/O desafio de manter-se empregado/Um mundo com menos emprego/Definir o futuro profissional
Glossário/Fontes e Recursos/Fotos/Autores da página


 
 
1