MITOS DO MERCADO DE TRABALHO

 Muita gente que procura emprego acredita que só há vagas para profissionais que têm uma formação acadêmica, falam inglês, possuem uma boa rede de contatos e grande experiência, por isso, sentem-se desmotivados ou até desistem de procurar trabalho. Esses são mitos do mercado de trabalho, que não se confirmam na prática.

 Qualificado demais – As empresas também não querem contratar profissionais que sejam qualificados demais para desempenhar tal função.O certo é procurar vagas que sejam adequadas ao perfil do candidato, de acordo com sua formação.

 As pessoas esquecem que quem quer encontrar um emprego deve procurar empresas. Muita gente acredita que só há vagas na internet, nos classificados de jornais e nas agências de emprego.

 Não há segredo, o jeito é preparar vários currículos e “bater perna”.

 Currículo de acordo com a companhia -  também é importante fazer um currículo diferente para cada empresa.

Network - rede de relacionamento que serve para troca de informações para saber aonde há oportunidade.

Procurar emprego em tempo integral - requer em torno de 8 horas de dedicação exclusiva.

Ir às pequenas empresas - apenas 4% das vagas estão nas ggrandes empresas. Pequenas e médias empresas são as maiores geradoras de emprego.

Há espaço para todos. Os cursos técnicos também são valorizados.


Novas Competências/Prepare-se o futuro já chegou/Globalização e o trabalho/Cyberanalfabeto/Tecnologia e Escola/Panoramas do Sec XXI
As exigências aumentam/O desafio de manter-se empregado/Um mundo com menos emprego/Definir o futuro profissional
Glossário/Fontes e Recursos/Fotos/Autores da página


 
 
1