O TRABALHO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES
MENORES DE 16 ANOS




          É um crime colocar menores de 16 anos para trabalhar, porque lugar de criança e adolescente é na Escola, estudando para quando adulto, seja uma pessoa de bem. Mas às vezes é necessário que o adolescente trabalhe, pois muitas vezes seus pais estão desempregados ou ganham pouco.
         O adolescente às vezes, buscando a independência, procura emprego para ter seu próprio dinheiro, dividindo seu tempo entre estudo e trabalho. O trabalho para crianças e jovens não é uma maneira adequada de se viver, mas muitas vezes é necessário, e outras vezes são os pais que obrigam, sendo então, “Exploração Infantil”.
          Aparentemente, há um consenso social definido que a infância e a primeira fase da adolescência não são etapas da vida para se trabalhar e que devem ser dedicadas ao estudo e a brincadeira, duas atividades reconhecidas como necessárias ao desenvolvimento do ser humano.
           O trabalho infantil é anterior à sociedade capitalista. Através da luta de trabalhadores adultos é que se obteve a proibição desta forma de trabalho. Nesta sociedade, o trabalho exercido na infância e adolescência aprofunda as desigualdades sociais, podendo futuramente levar à exclusão na idade adulta.
            Todo trabalho de crianças e adolescentes é prejudicial ao futuro adulto e, portanto, é um problema em si. Uma criança ou um jovem fora da escola, que não tem tempo para brincar é uma pessoa prejudicada em seu desenvolvimento.
             Hoje a educação é parte fundamental na preparação para a vida.
 


Novas Competências/Prepare-se o futuro já chegou/Globalização e o trabalho/Cyberanalfabeto/Tecnologia e Escola/Panoramas do Sec XXI
As exigências aumentam/O desafio de manter-se empregado/Um mundo com menos emprego/Definir o futuro profissional
Glossário/Fontes e Recursos/Fotos/Autores da página


 
 
 
1