Primo Incontro della Famiglia Durlo

Fontana Freda – Jaguari – Rio Grande do Sul – Brasil

13 de outubro de 2007

 

Relato Pessoal e Material

            Até os últimos dias em que antecederam ao Encontro, havia 520 pessoas confirmadas entre familiares e alguns convidados especiais, mas era sabido que poderia haver algumas desistências e iriam outros convidados sem confirmação.

            Na última reunião da Comissão Organizadora, realizada no dia 30 de setembro em Ernesto Alves (Santiago), ficou decidido que se fariam os preparativos para 650 pessoas, visto que havia sido enviado convites para aproximadamente 1.000 pessoas, principalmente para os Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Mato Grosso, Rondônia e para a Itália.

             A equipe de recepção contabilizou mais de 500 pessoas, provenientes do Estado do Rio Grande do Sul, dos municípios de: Jaguari, Cacequi, Santiago, Manoel Viana, Alegrete, Tupanciretã, São Pedro do Sul, Mata, Toropi, Santo Ângelo, Santa Maria, Marcelino Ramos, Ijuí, Irai, Viadutos, Erechim, 16 de Novembro, Osório, Porto Alegre, Cachoeirinha, Santo Augusto, Chiapeta, Coronel Bicaco, Lajeado, Bagé, Charqueadas, Salvador do Sul, Nova Esperança do Sul, Panambi e outros não lembradas; do Estado de Santa Catarina, dos municípios de Chapecó, Xanxerê e municípios próximos; do Estado do Paraná, dos municípios de Cascavel, Guaira, Maringá e municípios próximos; do Estado do Mato Grosso, município de Barra do Bugre; do Estado de Rondônia, do município de Cerejeiras.

             O almoço de confraternização não foi cobrado e foi possível cobrir as despesas do Encontro, graças a colaboração de algumas empresas de familiares e de empresas amigas da família, somadas as contribuições espontâneas de participantes no Encontro, bem como a comercialização de lembranças, cucas, doces e bebidas. O cardápio constou de: lingüiça de aperitivo; risoto típico italiano, churrasco gaúcho, saladas verde e de tomate, cucas e pães caseiros; de sobremesa merengue, rapadurinha de leite, pé-de-moleque e dominó, doces caseiros feitos por familiares com a colaboração da comunidade de Fontana Freda.

             Foram utilizados os principais ingredientes: 90 litros de leite, 20 dúzias de ovos, 25 kg de amendoim, 75 kg de açúcar (na confecção de 3.600 doces), 50 kg de arroz, 17 galinhas, 65 kg de moela,13 kg de queijo ralado, 1 vaca grande e 1/2 de reserva técnica, 1 porco, 80 kg de lingüiça, 200 cucas, 50 pães, 4 litros de aperitivo de abacaxi, 21 caixas de garrafas de cerveja, 20 caixas de garrafas de refrigerante, 6 fardos de água mineral e só 18 garrafas de vinho. Grande parte da matéria-prima foi doação de familiares. Foi esquecido de anotar a quantidade de saladas. Questionado pelo baixo consumo de vinho e a resposta é lógica: o bom gringo costuma tomar vinho diariamente nas refeições e num dia de festa ele quer variar consumindo a cerveja.

             Os objetivos do Encontro foram alcançados, que eram o de nos conhecermos, pois muitos primos sequer se conheciam; o de matar a saudade, pois familiares  não se viam há 50 anos: o de integrar familiares de várias ascendências, especialmente os dois ramos da Família Durlo do Brasil; o de cultivarmos nossas raízes e o heroísmo dos nossos antepassados, quer onde estivessem terão nos olhado com orgulho e zelado pelo bom andamento do Encontro. Com a mesma fé deles, quando se despediam da Itália na partida para o Brasil, diremos a mesma frase: "Arrivercci in cielo".

 

Voltar

1