Primo Incontro della Famiglia Durlo

Fontana Freda – Jaguari – Rio Grande do Sul – Brasil

13 de outubro de 2007

 

O 2° Encontro

    

          Por aclamação do povo Durlo presente no Encontro, ficou decidido que haverá um Secondo Incontro. Sabiamente o local escolhido foi Ernesto Alves, por dois motivos: 1°) Por ser a 2ª raiz da família Durlo do RS, pois nosso Patriarca Giovanni Battista Durlo II, quando chegou da Itália em 1891, obteve um 2° lote de terra localizado em Ernesto Alves, que fazia parte da Colônia de Imigração de Jaguari, o lote de n° 333; 2°) O local é de rara beleza e de preservação natural, de fácil acesso, em torno de 1 km da rodovia que liga Jaguari a Santiago, com infra-estrutura local, grande salão de festas e próximo a praia de rio, onde se poderá acampar e fazer umas inesquecíveis férias,  pela proximidade das cidades de Jaguari e Santiago.

 

          O povo também aclamou para a Coordenação do 2° Encontro, o jovem e dinâmico Paulo Durlo Tier, de Ernesto Alves/Santiago. Mas outros jovens dinâmicos de Alegrete, Manoel Viana, Santo Augusto e Santa Maria, já se dispuseram a fazer parte da Comissão Organizadora e colaborar com o futuro evento. Paulo deverá formar as equipes de trabalho e convocará outros familiares de outras regiões. Antes das decisões tomadas sobre o futuro evento, vejam na foto que Paulo já estava chamando o povo presente a participar. Quanto a data deverá ser definida, possivelmente nas férias de verão.

"Venha para o 2° Encontro em Ernesto Alves"

 

Sugestões para o 2° Encontro

          Queremos que o 2°  Encontro seja melhor do que o 1°, por isso, solicitamos que vocês nos enviem sugestões. Será com a soma das participações de vocês, que construiremos um projeto melhor. Utilize os e-mails: familiadurlo@yahoo.com.br  encontrof.durlo@yahoo.com.br

 * * * * *

           Algumas pessoas que conversei adoraram o encontro (também não sei se dizem isso para nós ficarmos contentes, mas...). Uns pediram para estudarmos a possibilidade de fazermos 2 dias, ou seja, a partir da tarde, noite e o outro dia, eles alegam que qdo começaram a se entrosar, terminou. E disseram que viajaram muito de longe para um dia só. Eu falei com o Paulo que talvez pudéssemos fazer algo simples antes, como por exemplo, no dia anterior um acampamento com um local ao ar livre cercado por tochas de fogo e música (tipo um baile ao ar livre, simples, onde as pessoas pudessem brincar, conversar , dançar, de bermuda, tênis, pés descalços, enfim, algo bem à vontade). Talvez até com caraokê para cantar, os mais corajosos. Fazer uma copa para venda de bebidas e deu. A Janta ficaria por conta de cada um ou montar uma mesa grande com bolos, cucas, sucos, refri, bolachinha, pastel, etc doados por todos(cada um leva alguma coisa), como um lanche coletivo(café colonial). É de se pensar! Temos dois anos para isso! Diga-me o que sugeres!

 Um grande abraço a todos daí

 Rosane

* * * * *

 

 

Voltar

1