<BGSOUND SRC="http://br.geocities.com/euosou2/a_ti_meu_deus.mid" LOOP=INFINITE>
EU O SOU
por  Augusta Schimidt
"Eu o sou"

Augusta Schimidt



No imenso ventre do tempo
Os anos que virão
Florescem como embriões
Da esperança do amanhã.

No arsenal inesgotável das idades
A seiva do futuro escorre das montanhas sem fronteiras
E alimenta as sementes do passado

No seio sem medidas da eternidade
Que não conhece origens nem limites
Entre o que foi e o que há de ser
Segue a vida...

Os anos virão... incontáveis
Mais do que as águas de um oceano
No sem limites útero do tempo,
Esperando o cronológico momento.

Já se faz tarde...
O amanhã já foi concebido
Há, portanto, que viver a vida.

Meu carinho
Augusta Schimidt
Clique aqui

*************

Página Inicial            Poesias
1