<BGSOUND SRC="http://br.geocities.com/euosou2/momentos_2007.mid" LOOP=INFINITE>
POETISA NANY SCHNEIDER
BIOGRAFIA

Nany Schneider, escreve desde pequena, sempre participando ativamente de movimentos literários.
Nasceu e vive em Curitiba capital do Paraná, Brasil.
Mãe de um menino de 16 anos, desenhista nato, fazendo cursos de aperfeiçoamento e estudante extra-curricular de japonês e alemão, aprendendo baixo e gaita em dó.
Tem como formação psicologia/parapsicologia/professora, atuando hoje, como escritora, webmistress e designer.
Possui e-books presenteados por grandes formatadores e escritores e poemas traduzidos em vários idiomas.
Tem como site, seu BETTY BOOP STAR, onde lança escritores amadores e mantém uma gama imensa de poemas e mensagens para divulgação da cultura.
Seus poemas podem ser encontrados em vários sites famosos, como Castillo Sekher, Locura Poética,Sokarinhos, Ligia Tomarchio e outros.
Possui membresia como 'Dama de Honra' em Castillo Sekher, Membro da Academia Virtual Brasileira de Letras e em Puent de La Amistad.
Sua luta é pela divulgação cultural, ajuda espiritual de irmãos em sofrimento e à proteção dos animais por diversas ONGS.

*****************

ILUSÃO


Ilusão é sonhar um sonho perfeito,

Querendo guardar no peito, a sensação do seu sono?

Ilusão é sonhar acordada,

Cada gesto perfeito, do seu modo protetor?

Ilusão é se pegar pensando,

Na maneira de você respirando, olhando a me chamar?

Se tudo o que vivo, é ilusão,

Permita, meu Deus que seja eterna.

Que nunca, nunca termine,

Essa linda sensação.


NANY SCHNEIDER

23/4/2005

08:58



-------------------------------------------


AMAR É...

Olhar o céu estrelado, 
E ver em cada estrela, o brilho teu.
Mandar pela lua redonda, 
Um recado apaixonado, direto os olhos teus.
Deixar por conta do vento, transpor meus sentimentos,
Chegando rápido aos teus.
Dividir com a areia fina, o aconchego das ondas calmas,
Como o abraço teu.
Ah...Como amar é importante...
Deixar-se levar pela corrente inebriante do beijo teu.
Calar a dor indócil, do tempo transcorrido,
Pela ausência tua.
Sorver do gosto mais doce, do encontro apertado,
Suado do corpo teu.
E em cada enlace amado,
Em cada palavra em sussurro,
Desce a lágrima, mais sentida,
Da felicidade incontida.

Nany Schneider
Curitiba-Paraná-Brasil
01/02/2005 20:30



-------------------------------------------


A TEUS OLHOS...

Quanta dor em teus úmidos olhos Senhor...

Ao ver tua criação dissolver-se em erros,

Ao esquecer das imutáveis leis de ação e reação.

Em saber-se esquecido em meio ao orgulho doentio.



Sinto por ter a olhar tanta destruição Senhor,

Sinto pela angústia que sentes  em ter cedido à confiança.

Teus filhos são criança rebeldes, Mestre...

Que em nada parecem crer ou apreender o amor.



Teu olhar cintila dor, Senhor Nosso...

Por quem, na verdade não mereceria outra chance.

No entanto teus braços sempre abertos esperam...

Ao homem de boa vontade, que a verdade alcance.



Quem dera poder alcançar-te agora, Senhor...

Ter uma palavra apenas que console essa decepção.

Mas o que sou perante tamanha afronta, tentar contornar?

Dar esperanças a quem a própria Esperança é?



Continuas a olhar incessante, Senhor Querido!

A luz de tuas lágrimas, há de mostrar o caminho,

Há de tornar possível  a redenção do amor.

Enviando aos homens, incandescentes lágrimas de carinho...


NANY SCHNEIDER

12/10/2006   02:00

Curitiba - Paraná


-------------------------------------------

Página Inicial               Sala de Poetas
1