Família Mamede Home Page

Descendentes de Salvador Dias do Rosário

Bem-vindos ao site da Família Mamede do Rosário. Meu nome é Jair Paulo ''Mamede" da Silva e sou filho de Judith Mamede da Silva e José Paulo da Silva. Moro na Rua Professor Clementino Brito nº55, apto 404, Estreito - CEP 88070-150 - Florianópolis-SC. Meu avô materno chamava-se Chrysógono Mamede, filho de João Mamedes Júnior, filho de Manoel Felix Mamede do Rosário, filho de João Dias do Rosário, filho de Salvador Fernandes do Rosário, sendo este, portanto, meu quinto-avô. Se você pode de alguma maneira colaborar com críticas e/ou informações que possam melhorar ou completar esta genealogia, por favor, entre em contato comigo. Você pode me ligar (mesmo a cobrar) no telefone (48) 3733-6382 ou no celular (48)9113-1209. Se preferir, escreva para o endereço acima. Ou pode ainda me mandar uma mensagem eletrônica, através dos endereços eletrônicos, jairpaulo@pop.com.br, ou jairpaulo@terra.com.br. Eu comecei a me interessar por genealogia em 1972 quando me mudei para Curitiba-PR. Nascido em Florianópolis-SC, eu tive contatos esporádicos com meus avós maternos até os cinco anos de idade, quando, então, meus pais se separaram. Ficando com a guarda dos dois filhos, meu pai tentou uma aproximação com os sogros e levou-nos a morar com eles, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba. Não deu certo a experiência e, quatro meses depois estávamos de volta a Florianópolis para nunca mais contatar os Mamedes. Assim, praticamente cresci sem conhecer meus avós maternos. Em 1967 fui prestar o serviço militar e ingressei na Aeronáutica, iniciando assim, minha minha carreira militar. Em 1972 sou transferido para Curitiba-PR. Passo então a conviver com minha avó Ambrosina (meu avo Guno já havia falecido em 1965), minha tia-avó Inês (esposa do tio-avô Patrício), tia Maria Curvello (na verdade prima de terceiro grau). Eu comecei então a perguntar: qual o primeiro Mamede? Foi então que tivemos (eu, a prima Neusa Chini, seu esposo José e a tia Ines) a idéia de uma reunião dos Mamedes. Foi muito bom. Era o ano de 1976 e reunimos 60 pessoas na casa da referida prima. Até então eu achava que o sobrenome da família era Mamede. E acabei descobrindo os Mamedes, os Rosários, os Mamede do Rosário e os Dias do Rosário. Foi um achado muito bom. Quanto à origem da nossa família, pouco consegui descobrir. Os mais antigos dizem que os Mamedes descendem de um marroquino (natural de Marrocos-África), que aportou em São Francisco do Sul-SC não se sabe em que ano. Se temos ou não sangue árabe nas veias, carece de provas o que ainda não consegui. É certo que o sobrenome MAMEDE é de origem árabe, no entanto a origem da família parece ser Portugal. Todos nós sabemos que os árabes invadiram e dominaram Portugal por mais de trezentos anos e só foram expulsos em meados do século XI (Era Cristã), quando Portugal se organizou como nação independente. Assim, o sobrenome Mamede tornou-se muito comum na península ibérica, mas sua origem é árabe (marroquina). Nas minhas pesquisas tive a oportunidade de conhecer o genealogista, professor e advogado Dr Antonio Roberto do Nascimento. Ele pesquisa o povoamento do litoral catarinense. Através dele cheguei à família Dias do Rosário, de São Francisco do Sul-SC. Esse companheiro mostrou-me que Manoel Felix é filho de João Dias do Rosário. Este nosso ancestral era idoso (mais de sessenta anos) quando, ja viúvo e pai de onze filhos, engravidou uma empregada (escrava?) que cuidava da sua casa. Não casou com a moça, da qual ainda nao consegui descobrir o nome, mas reconheceu o filho e deu-lhe seu sobrenome. Sobre o sobrenome Mamede, tenho tres hipóteses a considerar, levando em consideração o nascimento de Manoel Felix: 1 - Ele nasceu no dia de São Mamede e por isso recebeu esse sobrenome em homenagem ao santo do dia, pratica muito comum naquela época: 2 - O primeiro nome da sua mãe era Mamede e ele o herdou como sobrenome, acrescido do sobrenome do pai; 3 - O sobrenome da sua mãe era Mamede e ele o herdou junto ao sobrenome de João Dias do Rosário, o que resultou no primeiro nome da nossa família: Manoel Felix Mamede do Rosário.


Índice