Brasil Genealogia Família Pinz
a partir da migração para o Brasil
Alemanha

Este site tem por objetivo coletar e divulgar informações sobre a genealogia da família Pinz. O ancestral com sobrenome Pinz mais antigo que citamos nesta página é Karl Friedrich Pinz, nascido em 1832, na pequena província da Pomerânia. Casado com Marie August H. Karow Pinz, o casal emigrou para o Brasil provavelmente em 1866, instalando-se no município de São Lourenço do Sul.

Chegou-se a esta conclusão após verificar o livro do centenário da colonização de São Lourenço do Sul escrito por Vivaldo Coaracy. Consta na página 151, a posse de terras na região de Picada Harmonia, no ano de 1866, equivalentes a 484.000m² e em 1869 foi feita a concessão destas terras em favor de Karl F. Pinz.

Abaixo encontra-se a residência da família Pinz.

Estas terras foram adquiridas quando da vinda deles ao Brasil permanecendo nelas a vida todas até falecer.

1ª Casa da Família Pinz



| Procedência | A Pomerânia | Estruturação da árvore genealógica |


Procedência: Os Pinz no Brasil

A vida na Pomerânia na metade do século XIX era bastante difícil devido à escassez geral de terras para agricultura, consequência da lei de heranças que determinava que as posses de uma família, passassem somente para o filho mais velho.

Este fato acrescido do regime rígido e férreo do chefe de estado deste ducado (diziam-se que os habitantes desta província eram muito explorados pelo grã Duque) e ao início da Guerra Prussiana (1866) aumentou o êxodo dos habitantes desta região.

Por outro lado, os Estados Unidos, não representava um destino confiável para a emigração, pois, recentemente havia saído da Guerra Civil (1860-1865).

Neste contexto o governo brasileiro continuava com sua política, iniciada em 1825, de colonizar as vastas e desocupadas áreas do Rio Grande do Sul e assim evitar que a Argentina tomasse posse destas terras. Essa política pregava ainda, introduzir o “trabalho livre na lavoura”, difundir a “cultura civilizada” e solucionar o “problema racial” no país. Para isso, haviam, vários agentes na Europa recrutando imigrantes para o Brasil, com a promessa de terras e sementes.

Karl Friedrich Pinz e sua esposa Marie August H. Pinz foram uns dos pomeranos que receberam esta proposta por parte do governo brasileiro. A promessa de que receberiam terras férteis mesclada com a ânsia de encontrar riquezas ou simplesmente de fugir do governo totalitário, fez com que o casal deixasse sua terra e rumasse para o Brasil. Talvez pessoas simples, que aqui vieram para alcançar e realizar seus sonhos.

Chegando aqui, a decepção foi enorme e de muito sofrimento, pois as terras recebidas eram tomadas de vegetação nativa. A ausência de ferramentas para proceder na derrubada da mata envolveu muito trabalho braçal e muito risco.

Além disso, a falta de assistência adequada por parte das autoridades brasileiras, tanto no âmbito da saúde, como no da educação, segurança e agricultura, foi um problema com consequências graves. A prova disto, é que, dos oito filhos que o casal teve, cinco deles faleceram em torno de 40 anos.

Quanto a nacionalidade dos filhos do casal: três teriam nascido na Pomerânia, um teria nascido no navio a caminho do Brasil e os quatro últimos nasceram no Brasil. Como profissão, optaram em desenvolver a arte musical. Aprenderam a tocar instrumentos e formaram uma bandinha. Suas aptidões musicais eram muito requisitados na região, em casamentos, bailes e festas de final de semana. Durante os dias da semana eles viajavam, a cavalo, até a cidade de Pelotas e lá no centro da cidade, na praça, eles tocavam as retratas em troca de alimentos e por alguns trocados para poderem sobreviver.

O velho Varão Karl Pinz, além de agricultor teria sido ferreiro, conforme consta no atestado de uma das filhas.



Pomerânia


A Pomerânia é uma região histórica e geográfica situada no norte da Polônia e da Alemanha na costa sul do Mar Báltico, entre as duas margens dos rios Vístula e Odra, atingindo, a oeste, o rio Recknitz.

Mapa da Antiga Pomerânia

A história da região é rica e variada, por ter permanecido sob o domínio de diferentes potências ao longo dos séculos. De 1186 a 1806 esteve sob o domínio do Sacro Império Romano-Germânico. Com a dissolução deste império em 1806 por Napoleão Bonaparte, a Pomerânia tornou-se parte da Prússia e depois da Alemanha.

Mapa da Antiga Pomerânia

Após a segunda guerra mundial e a sua consequente anexação à Polônia e à Alemanha, seus habitantes em sua grande maioria emigraram para o Brasil. No Rio Grande do Sul os imigrantes de origem pomerana também deixaram as suas influências, desde a a região portuária costeira de Pelotas ao interior do estado, como na fundação da comunidade de Esquina Emanuel.



Estruturação da árvore genealógica

Origem: Casal Vindo da Pomerânia Convenção:
* nascimento
+ falecimento

Karl Friedrich Pinz Marie August H. Karow Pinz
(*03/01/1832 +08/06/1910)(*19/08/1830 +30/01/1899)
1ª Geração: Os Filhos do Casal Carl e Marie Pinz Convenção:
* nascimento
+ falecimento
1. Gustav Wilhem August Pinz (*18/08/1860 +17/04/1901)
Esposa: Wilhelmine Klug Pinz (*09/11/1860 +27/11/1959)
(enterrados no cemitério de *Sesmaria)

2. Wilhelmine Ana Luise Pinz Venske (*23/07/1862 +08/12/1909)
Esposo: Germano Venske
(enterrados no cemitério de*Taquaral 1)

3. Karl Friedrich Wilhelm Pinz (*02/07/1864 +01/02/1910)
Esposa: Ida Friederike Wilhemine Rollof Pinz (*03/04/1861 +14/04/1911)
(enterrados no cemitério de *Taquaral 2)

4. August Johan Wilhelm Pinz (*05/08/1866 +04/06/1902)
Esposa: Anna Luise Ernestine Sell Pinz (*14/06/1868 +24/08/1897)
(enterrados no cemitério de *Bom Jesus 2)

5. Oto F. W. Pinz (*10/10/1868 +13/10/1946)
Esposas: Bertha W. K. Sell Pinz (*07/06/1871 +15/09/1898)
Emma Heinrietta K. Nöremberg Pinz (*08/06/1878 +01/08/1926)

(os três enterrados no cemitério *Harmonia 1)
Elisabeth Fiss Pinz (*02/12/1888 +26/07/1962 )
(enterrada no cemitério *Taquaral 2)

6. Augusta Emilia Rosália Pinz Klug (*12/10/1870 +29/08/1947)
Esposo: Hugo Klug
(enterrados no cemitério de *Bom Jesus 1)

7. Eduard Johan August Pinz.(*08/06/1872 +sem dados)
Esposa: Bertha Charlote Wilhelmine Neuenfeld Pinz (*30/06/1872 + 1951)
( Ambos se encontram no cemitério Taquaral 3 )

8. Karl Wilhem Franz Pinz (*31/10/1873 +04/02/1907)
Esposa: Wilhelmina Augusta Carolina Sell Pinz (*17/11/1876 +22/08/1920)

( Ambos se encontram no cemitério Harmonia 1 )

*OBS: as localidades dos cemitérios pertencem ao município de São Lourenço do Sul-RS






Relação dos que deram a sua contribuição em coletas de dados para que este projeto se tornasse realidade.



Os nomes serão por municìpio aonde residem:


Renata Pinz Dietrich
Leopoldo Klug
Breno Pinz
Martim Pinz
Gertrudes Buss Pinz
Arno Pinz
Hilario Pinz
Reinoldo Pinz
São Lourenço do Sul RS



Loiva Pinz Medronha
Janete Pinz
Elaini Pinz
Rejane Raquel Ücker Bierhals
Izonia Neitzke Nörenberg
Pelotas RS



Mario Pinz
Lìdia Pinz dos Santos

Canguçu RS



Nilso Pinz
Nair Pinz Stumpf

Nova Santa Rosa PR



Firmino Pinz

Marechal Cândido Rondon PR



Roberto Dietz

Panambi RS




Agradecimentos

A todos aqueles que direta ou indiretamente me auxiliaram nesta pesquisa:

Roberto Dietz, de Panambi – RS
Renata Pinz Dietrich, de São Lourenço do sul – RS
Nilso Pinz, de Nova Santa Rosa – PR
(Todos tataranetos de Karl e Marie).

Leopoldo Klug, residente em Bom Jesus, município de São Lourenço do Sul – RS (Bisneto de Karl e Marie).



" Devemos conhecer o nosso passado, para sabermos o que queremos do nosso futuro "


Ary PinzO levantamento inicial desta pesquisa está baseado no trabalho de Ary Pinz, idealizador deste projeto e tataraneto do casal Karl e Marie.

Muitas horas de trabalho foram gastas em pesquisas e documentação para elaboração desta árvore genealógica. Existem falta de dados, pois as dificuldades são enormes para poder montar este quebra-cabeça.

A genealogia da família Pinz esta disponível para que todos familiares possam participar e complementar as informações genealógicas. O nosso trabalho é permanente e somente terá sucesso com a colaboração de todos aqueles que, sendo da família ou não, possam nos fornecer novos dados para as atualizações. Para isso pedimos que nossos visitantes divulguem este sítio entre seus conhecidos e nos informem sobre as incorreções ou omissões encontradas. Informações para o e-mail: awpinz@hotmail.com






Colaboração e Assessoramento:

Cristiano Schröder
E-mail: gigabytesul@yahoo.com.br
MSN: cristiano@gigabytesul.com.br
Orkut: Cristiano Schröder
Fone: Ary Pinz (51) 9847.4791 - Cristiano (53) 3028.9807

Richer Falcão
E-mail: richer_falcao@hotmail.com
MSN: richer_falcao@hotmail.com
Orkut: Richer Falcão
Fone: Richer (53) 8121.6463 1 1 1 1