www.candeia.com  
Nosso Lar
Obra psicografada por Chico Xavier é apontada como o melhor livro espírita do século XX.

Para a realização desta pesquisa, nosso Conselho Editorial convidou estudiosos do Espiritismo, dentre eles inúmeros escritores, alguns dirigentes e todos os presidentes das Federações e Órgãos Estaduais, que fazem parte do Conselho Federativo Nacional da Federação Espírita Brasileira.

A cada um deles foi solicitada uma lista com os dez melhores livros, seus autores e, se achassem necessário, comentários e impressões pessoais acerca das obras. A pesquisa se ateve às obras cuja primeira edição se deu no século XX, no Brasil ou em outros países.

Zelando pela credibilidade que sempre norteou as tarefas das Organizações Candeia, foram encaminhadas cópias das participações de cada convidado à Federação Espírita Brasileira (FEB) e à Associação de Editoras, Distribuidoras e Divulgadoras do Livro Espírita (ADELER), para que pudessem conhecer e acompanhar o resultado.

Qual o resultado? A obra suprema do Espiritismo produzida no século que terminou é Nosso Lar. Esta obra, segundo o escritor Alysson Mascaro, tem o mérito de ter sido a primeira grande descrição do plano espiritual que influenciou, de maneira decisiva, os estudos e as pesquisas espíritas brasileiras e mundiais. O autor inconteste, com sete indicações, é Francisco Cândido Xavier, com mais de 400 livros psicografados que o colocaram na posição de o mais respeitado dos autores espíritas do século!

Além das obras psicografadas por Francisco Cândido Xavier, os outros títulos indicados foram: O Problema do Ser, do Destino e da Dor, de Léon Denis; Memórias de um Suicida, de Yvonne A. Pereira; e O Espírito e o Tempo, de J. Herculano Pires.

Outros autores consagrados também se destacaram na pesquisa com várias citações. É o caso de Arthur C. Doyle, Carlos Imbassahy, Carlos Toledo Rizzini, César Lombroso, Deolindo Amorim, Divaldo P. Franco, Ernesto Bozzano, Francisco Thiesen, Gabriel Dellane, Dr. Jorge Andréa, Hermínio C. Miranda, Dr. Hernani G. Andrade, Ney Lobo, Pedro Granja e Waldo Vieira.

Ao entregar-nos a lista, satisfeitos com o trabalho realizado, os colaboradores foram unânimes em reafirmar o grau de dificuldade de compor lista exígua com apenas 10 títulos, já que eles como nós entendem que a biblioteca espírita de superior qualidade multiplica aquele número por dez ou cem!

Sugerimos que esta lista seja divulgada em sua livraria, entre os trabalhadores de sua Casa Espírita ou amigos. Você já leu e estudou estes livros? Se já o fez, recomende-os. Caso ainda não tenha feito, tome-os emprestado na bilbioteca da Instituição mais perto de sua casa ou adquira-os. E boa leitura!

Quem participou da pesquisa
Os nossos agradecimentos aos autores que, ao atender nosso pedido, responderam prontamente o questionário. São eles: Adalgiza Campos Balieiro, Adelino da Silveira, Alexandre Sech, Alysson Leandro Mascaro, Amílcar Del Chiaro Filho, Ariston S. Telles, Armando Fernandes de Oliveira, Ary Lex, Carlos de Brito Imbassahy, Celso de Almeida Afonso, César Soares dos Reis, Clayton B. Levy, Domério de Oliveira, Durval Ciamponi, Éder Fávaro, Eliseu F. Mota Jr., Felipe Antônio G. Macedo Salomão, Francisco Cajazeiras, Hércio M.C. Arantes, Humberto Carlos Pazian, Ivan Renê Franzolim, Juvanir Borges de Souza, Lamartine Palhano Júnior, Maria Gertrudes Coelho, Marilusa M. Vasconcellos, Nancy Puhlmann Di Girolamo, Nélson Moraes, Ney Lobo, Oneida Terra, Orson Peter Carrara, Ricardo Di Bernardi, Ricardo Magalhães, Rita Foelker, Rogério Coelho, Saara Nousiainem, Suely Caldas Schubert, Telmo J. Souto Maior, Vítor Ronaldo Costa, Waldo Lima do Valle, Walter Oliveira Alves e Washington Luiz Nogueira Fernandes.

O século terminou?
A pesquisa foi publicada no ano 2000. Por essa razão, alguns de nossos leitores podem até ter questionado a data de realização, alegando que o século XX ainda não tinha terminado. Não tiramos a razão desse questionamento, sabedores que somos do grande potencial de nossos escritores, mas assumimos o risco de surgir ainda naquele ano alguma obra exponencial.

Outros segmentos apontaram seus destaques e sentimos que aquele era o momento para a divulgação do que denominamos os Melhores Livros Espíritas do Século XX. Se esperássemos mais um pouco, perderíamos o calor dos acontecimentos e poderíamos apresentar uma lista na época certa, mas que, muito provavelmente, despertaria pouco ou nenhum interesse do público, uma vez que o assunto já estaria esgotado e a curiosidade arrefecida.

Isto não significa que sobrevalorizamos o poder da mídia, mas sim que não devemos ignorar sua força para determinar comportamentos e formar opiniões.

VEJA QUAIS SÃO OS 10 MAIS:
1º - Nosso Lar
223 pontos

Francisco C. Xavier (médium)
André Luiz (Espírito)
FEB
2º - Paulo e Estêvão
194 pontos

Francisco C. Xavier (médium)
Emmanuel (Espírito)
FEB
3º - Parnaso de
Além Túmulo
144 pontos

Francisco C. Xavier (médium)
Espíritos diversos
FEB
5º - Memórias de
um Suicida
84 pontos

Yvonne A. Pereira (médium)
Camilo Castelo Branco (Espírito)
FEB
6º - A Caminho
da Luz
78 pontos

Francisco C. Xavier (médium)
Emmanuel (Espírito)
FEB
7º - O Espírito
e o Tempo
59 pontos

José Herculano Pires
EDICEL
8º - Há 2000 anos... 59 pontos
Francisco C. Xavier (médium)
Emmanuel (Espírito)
FEB
9º - Evolução em
Dois Mundos
57 pontos

Francisco C. Xavier e Waldo Vieira (médiuns)
André Luiz (Espírito)
FEB
10º - Missionários
da Luz
39 pontos

Francisco C. Xavier (médium)
André Luiz (Espírito)
FEB

 

1