PÁGINA EM CONSTRUÇÃO

 

Uma breve Cronologia do anti-Semitismo

 

(Fonte: "Anti-Semitism", Keter Publishing House,
Jerusalem, 1974, ISBN 0 7065-1327 4)

 

CRONOLOGIA ( Até 1624 ...breve, até os nossos dias)

 

 

Middle East Analysis

Saudações aos amigos Pantera, Ralph, Chiquita, Chilano.

 

Século III

A.C.

Manetho, historiador greco-egípcio, diz que os judeus foram expelidos do Egito como leprosos.

Ano 3

A.C.

Manifestações anti-Judaicas em Alexandria (Egito): muitos judeus foram mortos, e todos os judeus foram confinados a um gueto da cidade.

19 C.E.

O imperador Tiberius expuxsa os judeus de Roma e da Itália.

66

Massacre dos judeus de Alexandria (Egito) em que 50.000 foram mortos.

Século I D.C.

Apion de Alexandria supera outros anti-Semitas helênicos em crueldade.

200

Tertuliano, um dos “Pais da Igreja”, escreve sua polêmica obra anti-Judaica em latim “Adversus Judaeos”.

325

Após o conselho ecumênico de Nicéia, A igreja cristã formula sua política para os judeus: “Os judeus devem continuar a existir, em reclusão e humilhação, para a causa do cristianismo.

386-387

João Chisóstomo, pai da igreja no leste, violentamente anti-Judeu, profere os seus oito sermões racistas em Antioquia.

438

Theodosius II, imperador romano do leste, legaliza a inferioridade civil dos judeus.

468

Perseguição dos judeus na Babilônia.

470

Os judeus são perseguidos na Babilônia, por Firuz, o exilado, e muitos judeus são mortos e suas crianças dadas a Mazdeans.

535-553

O imperador Justiniano I emite suas “novellae” ao “corpus Juris Civilis” que expressa sua política anti-Judaica.

612

O rei Sisebut de Visigothic de Espanha inaugura uma política de conversão forçada de todos os judeus no reino.

624-628

Tribos judaicas de Hejaz (Arábia) destruídas por Muhammad.

628

Dagobert I expulsa os judeus do reino frankish.

632

Heraclius, imperor Bizantino, decreta o batismo forçado de todos os judeus no império Bizantino.

632

Foi formulda a doutrina oficial da igreja na conversão dos judeus em Espanha.

638

O rei Chintila de Visigothic compele o sexto conselho de Toledo a adotar a definição que proclama que somente os católicos podem residir no reino de Espanha.

694-711

Todos os judeus sob o governo Visigótico em Espanha foram declarados escravos, suas possessões confiscadas e a Religião Judaica declarada ilegal.

717-20

O califa Omar 11 introduz uma série de regulamentos discriminatórios contra os “dhimmi”, cristãos e judeus “protegidos”, entre os quais de ter uma veste especial.

1009-13

O califa Al-Hãkim de Fatimid em Erez Israel emite limitações severas contra os judeus.

1012

O imperador Henry II expulsa os judeus de Mainz, o começo das perseguições contra os judeus na Alemanha.

1096-99

Primeira cruzada: Os cruzados massacram os judeus de Rhineland (1096).

1144

Libelo racista em Norwich (Inglaterra); primeiro registro de libelo racista.

1146

Manifestações anti-Judaicas em Rhineland pelos cruzados da segunda Crusada.

1147

Começo das perseguições brutais da África norte sob os Almohads, durando até 1212.

1182

O rei Philip Augustus da França decreta a expulsão dos judeus de seu reino e do confisco de suas propriedades.

1190

Manifestações anti-Judaica na Inglaterra: massacre em York, e outras cidades.

1215

O quarto concílio de Latrão introduz o distintivo judaico.

1235

Libelo racista em Fulda, Alemanha.

1236

Perseguição severa anti-Judaica severos na França ocidental.

1240

Controvérsia de Paris que conduziu à queima pública do Talmud.

1242

Queima pública do Talmud em Paris.

1255

Libelo racista em Lincoln, Inglaterra.

1263

A controvérsia de Barcelona.

1290

Expulsão dos judeus da Inglaterra, a primeira das grandes expulsões gerais da Idade Média.

1298-99

Massacre de milhares de judeus em 146 localidades no sul e centro da Alemanha conduzida pelo alemão Rindfleisch.

1306

Expulsão dos judeus da França.

1306-20

Pastoureaux ("pastores"), participantes da segunda Crusada francesa contra muçulmanos em Espanha, atacam os judeus de 120 localidades no sudoeste da França.

1321

Perseguição contra judeus na França central em conseqüência de uma suposta conpiração com os leprosos.

1321-22

Expulsão do reino da França.

1336-39

Perseguição de judeus na Franconia e na Alsácia conduzidas por bandos de fora-da-lei alemães, o Armleder.

1348-50

Massagre da Peste Negra que espalhou-se por a Espanha, França, Alemanha e Áustria, em conseqüência das acusações que os judeus tinham causado a morte dos cristãos envenenando os poços e outras fontes de água.

1389

Massacre da comunidade de Praga (Boémia).

1391

Onda dos massacres e das conversões em Espanha e nas ilhas bálticas.

1394

Expulsão do reino da França.

1399

Libelo racista em Poznan.

1411-12

Legislação opressiva contra os judeus na Espanha como um resultado da pregaçãodo do frei dominicanoVicente Ferrer.

1413-14

Controvérsia de  Tortosa (Spain). A mais importante e mais longa das controvérsias cristã-judaica em conseqüência das conversões em massa e perseguições intensificadas.

1421

Perseguições dos jjudeus em Viena e em seus proximidades, confisco de suas possessões, conversão de crianças judias, 270 judeus queimados na estaca, conhecida como o wiener Gesera (Edito de Viena). Expulsão dos judeus da Áustria.

1435

Massacre e conversão dos judeus de Majorca.

1438

Estabelecimento dos mellahs (guetos) no Marrocos.

1452-3

João de Capistrano, frei franciscano italiano, incita perseguições e expulsões dos judeus das cidades na Alemanha.

1473

Marranos de Valladolid e de Córdova, massacrados em Espanha.

1474

Marranos de Segovia, Espanha, massacrados.

1480

Estabelecida a inquisição em Espanha.

1483

Torquemada indicado como inquisidor geral de Espanha. Expulsão dos judeus de Varsóvia.

1490-91

O libelo de sangue em La Guardia, cidade espanhola, onde a alegada vítima se tornou reverenciada como um santo.

1492

Expulsão de Espanha.

1492-93

Expulsão da Sicília.

1495

Expulsão da Lituânia.

1496-97

Expulsão de Portugal: conversão forçada em massa.

1506

Massacre de Marranos em Lisboa.

1510

Expulsão dos judeus de Brandenburg (Alemanha).

1516

Veneza inicia o ghetto, o primeiro na Europa cristã.

1531

Inquisição estabelecida em Portugal.

1535

Os judeus d Tunísia são expulsos e massacrados.

1541

Expulsão do reino de Nápoles. Expulsão de Praga e de cidades da “coroa”.

1544

Martin Luther, reformador religioso alemão, ataca os judeus com virulência extremada.

1550

Expulsão de Gênova (Itália).

1551

Expulsão da Bavária.

1553

Queima pública do Talmud em Roma.

1554

Censura dos livros hebráicos na Itália.

1556

Queima de Marranos em Ancona, Itália.

1567

Expulsão da república de Gênova (Itália).

1569, 1593

Expulsão dos estados papais (Itália).

1614

Vincent Fettmilch, líder anti-Semita em Frankfurt, Alemanha, ataca com seus seguidores os judeus da cidade e força-os a sair da cidade.

1624

Ghetto estabelecido em Ferrara (Itália).

 

This page

S'hmah Yisrael, Adonai Elohainu. Adonai Echad.

 

Última atualização: 22 de junho de 2002

 

1