Fã Clube Oficial Ira!  

Ira!Net!

Paz, Amor &
   
 
  Acervo e Videografia Atualizado!

Confira!

 
 

SINOPSE (SEM FIO O FILME)

Marcos "Nasi" Valadão é Castro, um mentiroso  raivoso e viciado em cocaína que é casado com Marisa, uma mulher insatisfeita e entediada com sua fastidiosa rotina de trabalho; Carlos, neurórico e com sérios problemas de auto-estima, e Patrícia, uma intelectualóide com discursos filosóficos confusos e inconsistentes, formam um casal que quer viver junto, mas continuar distante; Helô, uma patricinha típica que se apaixona por Juliano, um ladrão de celulares e campeão de torneios clandestinos de vale-tudo, uma figura raivosa que resolve a vida na porrada e com sangue nos olhos (pois, assim, ele enxerga melhor) e que trabalha, cheira, rouba, agride o mundo com a ajuda de Luz, uma baixinha invocada e autoritária, Xará, um lutador de nariz e temperamento nervosos, e, finalmente, Herodson, morador de favela carapicuibense que vive numa família em lenta desintegração; Ana e Bia, duas gêmeas sulistas que levam suas vidinhas medíocres entre seu apartamento mofado e frio e a loja de celulares onde trabalham, e que logo terão suas vidas transformadas por duas estranhas figuras: elas mesmas. As coisas de sempre com as pessoas de nunca. Vidas cruzadas em linhas cruzadas. Todas essas pessoas se cruzam e desentendem-se, pelo telefone e fora dele, numa intrincada teia de relacionamentos mal-sucedidos, permeados pela hipocrisia e pela mentira. Não há tecnologia que diminua influência da miséria humana em nossas vidas. Perto do fio, longe do coração.

 
  Wolwerine Valadão
 
 

 

O Fim...

Que tristeza...sinceramente quando soube que o Ira! gravaria o acústico, um dos primeiros pensamentos que veio em minha mente, é que seria o começo do fim. A princípio fiquei meio triste, mas na gravação, a qualidade do projeto me surpreendeu e meu pensamento mudou um pouco. Mas depois de pouco tempo, "Longa turnê, cerca de 12 apresentações mensais, programas de tv, entrevistas, shows lotados, fãs cantando mais alto que o Nasi, gritando “Nasi lindo”, era shows de Rock, não algum tipo de desfile, não era os shows que eu estava acostumado" e nesses momentos o pensamento voltava. A turnê acabou e o pensamento perdia força, principalmente quando recebi a noticia que entrariam em estúdio para gravação do invisível DJ. Acreditava que a Banda voltaria a ser o que sempre foi, shows realmente irados em lugares de médio porte com um público fiel e não um público que gosta do que esta na moda ou o que a mtv empurra. Dia 3 de setembro recebo uma ligação do Guto, dizendo que o Nasi tinha pedido férias, achei estranho mas tentei ter o pensamento positivo, “poxa os caras estão ai a 26 anos, umas férias de vez em quando não faz mal a ninguém” segunda feira dia 10, bem cedo recebo outra ligação e realmente tudo desabou. Espero que tudo se resolva da melhor maneira possível, juntos ou separados, e desejo aos integrantes ou ex da melhor banda do mundo, muita paz, amor e saúde independente de qualquer final, pois só tenho a agradecer a esses 4 caras que me proporcionaram tantos momentos de alegria.

O Ira!Net! Continuará suas possíveis atividades normalmente. O IRA! Sempre estará vivo em nossos corações!!!

Abraços a todos!

Denison Ira!Net!

 
 

Frases dos Iras!

"Uma noite, dentro do ônibus, o Nasi e o Edgard começaram a discutir por causa da caixa de retorno do palco. E eu no meio. Da outra ponta, o Edgard sacou uma lata de cerveja, cheia, e jogou. Eu levantei e recebi a lata na cabeça. Nem reclamei, porque sabia que se pegasse no Nasi iria ser difícil apartar a briga. Nessa noite eu salvei o Ira!". (André Jung)

"Sempre toquei, mas aos 15 anos fiquei um ano sem tocar e fui trabalhar na gráfica do meu pai. Eu era office boy, batia a máquina e ficava lá olhando prum lado e pra outro. (Ricardo Gaspa)

"Que eu me lembre, só acessei a Internet uma vez para conferir a homepage da banda." (Nasi)

"Ficou legal ver marionetes transando" (Nasi, sobre o clipe Entre Seus Rins)

"Com amor, a gente transcende o prazer carnal e alcança outro grau de carinho e intimidade muito mais gostoso. O amor leva o ato sexual a um plano quase espiritual" (Edgard Scandurra)

 
 

Essa redação foi feita com títulos das músicas do IRA!

Era um dia como hoje, tinha mais ou menos quinze anos, quando fui surpreendido com alguns gritos na multidão. Abri a janela de minha casa e vi que nas ruas estava acontecendo algo estranho, e foi quando eu percebi que aquilo iria se tornar longos dias de luta. Como os ponteiros de um relógio, não perdi tempo e corri para lutar também. Houve uma mudança de comportamento em mim, fiquei mais agressivo, então um homem chegou em mim e disse: Pegue essa arma! Pensei, refleti, e dei-lhe uma resposta logo de cara: - Armas são tolices! Logo a bagunça começou, houve prisão das ruas, brigas, então tentei ficar longe de tudo, e quando acabou aquilo se tornou uma tarde vazia, uma tarde superficial... Fui até um certo lugar, e me deparei com um amigo caído no chão, então me perguntei: "Por que uma vida passageira? Não conseguirei lutar sozinho!"Então, um pobre paulista veio em minha direção bebendo vinho.Quando chegou perto, arremessou a garrafa, e num ar de ironia me perguntou: - Sabe qual a receita para se fazer um herói? Olhei dentro de seus olhos e respondi:     - O coração.

Priscila das Graças Paes.

 
 

1998 - 2008 - Ira!Net! - Desenvolvido por Denison

   
 
1