Runas



As Runas são um Oráculo Nórdico.

Seu criador Odin o pai de todos os Deuses do panteão nórdico, o Deus Guerreiro, o Deus dos Ventos Nortes, o Deus da Poesia, da antiga Escandinávia e Germânia.

Seu nome deriva do escandinavo antigo "vento" e "espírito" e foi através do seu ritual de abnegação e sacrifício em busca da Iluminação que ele foi presenteado pelo dom da profecia das Runas.

Segundo as lendas vikings ele ficou dependurado de cabeça para baixo na Yggdrasil, a árvore da vida, ou do conhecimento, aonde se flagelou com sua própria lança, durante nove dias e nove noites e permaneceu sangrando com fome e com sede. Ao término desse período avistou no chão as Runas.

O lema para as Runas deveria ser as mesmas palavras esculpidas acima do Oráculo em Deltfos :

 
"Conhece-te a ti mesmo"


As runas permitem um auto conhecimento, estabelecem um elo entre o Eu e o Divino.

Num breve período de interação com as Runas nos faz estabelecer uma zona livre aonde nossa vida se torna maleável, vulnerável e aberta à mudanças.




A Runa de Odin

(jogo de uma pedra)


Esta é a utilização mais simples e prática do oráculo, consistindo na seleção de uma Runa para uma visão global de uma situação inteira.

Retirar apenas uma runa pode ajudá-lo a focalizar mais claramente sua questão.

Esta prática abre na mente um portal para o incomum.


Como consultar:



Para consultar as Runas, faça um momento de silêncio, pense em você, em sua vida.

Não faça uma pergunta específica, apenas fique tranquilo(a).

Em seguida, repita mentalmente:

O que eu devo saber sobre a minha vida neste momento?

Em seguida clique em Jogar.

Boa Sorte!!!!
































1