KEBRA NAGAST
(O Livro das Glorias dos Reis da Etiopia)

O livro da Gloria dos Reis (KEBRA NAGAST) da Etiopia, é o trabalho conhecido por narrar a historia do estabelecimento da religião dos hebreus na Etiopia. O livro é considerado como o reconhecimento da sua soberania a qual é agora aceito naquela terra como o simbolo da divina autoridade que regeu esses reis, descendentes de uma linha salomonica atraves da rainha etiope Makeda (Sabah), que remonta a casa de David... é o livro considerado com a Biblia da religiao (ou doutrina) Rastafari.

Adaptaçao para o portugues por Heitor Carlos em junho/2003. a partir do original traduzido do etiope (para o ingles) por E. A. Wallis Budge. (London, 1932)

Local

C A P I T U L O S

I

01.  Concernente a Gloria dos Reis
02.  Concernente a Grandeza dos Reis
03.  Concernente a o Reino de Adão
04.  Concernente a inveja
05.  Concernente a o Reino de Seth
06.  Concernente ao Pecado de Cain
07. Concernente a Noeh
08. Concernente ao Diluvio
09.  Concernente a acordo de Noeh
10.  Concernente a Sion

II

11.  Uma declaração conjunta dos 318 Pastores
12.  Concernente a Canaan
13.  Concernente a Abrahão
14.  Concernente ao acordo com Abrahão
15.  Concernente a Isaac e Jacoh
16.  Concernente a Rubiao
17.  Concernente a gloria de Sion
18.  Em que os padres Ortodoxos e os Bispos concordam
19.  Como esse livro foi encontrado
20.  Concernente a divisão da terra

III

21.  Concernente a Rainha do Sul
22.  Concernente a Tamrim o mercador
23.  Como o mercador retornou a Etiópia
24.  Como a Rainha se aprontou para a Jornada
25.  Como a Rainha chegou a Salomao o Rei
26.  Como o Rei conversou com a Rainha
27. Concernente a um Trabalhador
28. Como Salomao deu ordens a Rainha
29. Concernente aos 318 pastores
30. Concernente a como o Rei Salomao jurou à Rainha

IV

31.  Concernente ao sinal que Salomao deu a Rainha
32.  Como a Rainha foi levada adiante e chegou a seu proprio Pais
33.  Como o Rei da Etiopia viajou
34.  Como um jovem homem chegou em sua Patria Mãe
35.  Como o Rei Salomao deu a seu Filho um comando de seu exercito
36.  Como o Rei Salomao manteve contato com seu Filho
37.  Como Salomao questionava seu Filho
38.  Como o Rei planejou mandar ao longe seu Filho como uma criança Nobre
39.  Como eles tornaram o filho de Salomao Rei
40.  Como Zadok, um padre, deu ordens a David, o Rei

V

41.  Concernente a Benção dos Reis
42.  Concernente a Dez Mandamentos
43.  Como os homens do exercito de Israel receberam as ordens
44.  Como isso não se parece com coisa a se injuriar a um Rei
45.  Como aqueles que foram enviados longe prantearam e planejaram
46.  Como fizeram planos concernente a Sion
47.  Concernente as oferendas de Azariah e do Rei
48.  Como levaram ao longe Sion
49.  Como o Pai abençoou o Filho
50.  Como proclamaram um adeus a seu Pai, e de como uma cidade enlutou

VI

51.  Como ele disse à Zadok um Padre, "Traga o pano que cobreSion.
52.  Como Zadok o Padre, partiu
53.  Como um vagão (carruagem) (sic) foi dado a Etiopia
54.  Como David [O Rei da Etiopia] profetizou e saudou Sion
55.  Como o povo da Etiopia festejou
56.  Do retorno de Zadok o padre, e a oferta de um presente
57.  Concernente a queda de Zadok o Padre
58.  Como Salomao evoluiu e os aniquilou
59.  Como o Rei questionou um egipcio, servente do Farao
60.  Como Salomao lamentou por Sion

VII

61.  Como Salomao retornou a Jerusalem
62.  Concernente as respostas que Salomao deu a eles
63.  Como os nobres de Israel harmonizan-se [com O Rei]
64.  Como a filha do Farao seduziu Salomao
65.  Concernente ao pecado de Salomao
66.  Concernente a profecia de Cristo
67.  Concernente a lamentação de Salomao
68.  Concernente a Maria, Nossa Senhora da Salvação
69.  Concernente a questões sobre Salomao
70.  Como REBOÃO reinou

VIII

71.  Concernente a Maria , filha de David
72.  Concernente ao Rei de Roma (Constantinopla)
73.  Concernente ao primeiro julgamento de Adrami, Rei de Roma
74.  Concernente ao Rei de Midiam
75.  Concernente ao Rei da Babilonia
76.  Concernente a testemunhas mentirosas
77.  Concernente ao Rei da Persia
78.  Concernente ao Rei de Moab
79.  Concernente ao Rei de Amalek
80.  Concernente ao Rei dos (Filisteus) Palestinos

IX

81.  Como o filho de Sansão matou o filho do Rei dos Palestinos
82.  Concernente a viajem de Abrahao ao interior do Egito
83.  Concernente ao Rei dos ismaelitas
84.  Concernente a Rei da Etiopia e como ele retornou a seu pais
85.  Concernente ao regojizio da Rainha Makeda (Sabah)
86.  Como a Rainha Makeda (Sabah) fez seu filho Rei
87.  Como os nobres (governantes) da Etiopia receberam uma blasfemia
88.  Como eles relataram a sua Mãe, e como fizeram-no Rei
89.  Como a Rainha falou as crianças de Israel
90.  Como Azariah rogou a Rainha e sua  cidade

X

91.  Isso é o que eles comeram: o limpo e o não-limpo.
92.  Como eles renovaram o Reino de David
93.  Como o homem de Roma destruiu a Fé
94.  A primeiro guerra do Rei de Etiopia
95.  Como o honoravel estado do Rei de Etiopia foi universalmente aceito
96.  Concernente a Profecia sobre Cristo
97.  Concernente as queixas de Israel
98.  Concernente a vara (linhagem) de Moises e a de Aharao
99.  Concernente a dois servos
100. Concernente aos Anjos que rebelaram-se

XI

101. Concernente ao existente em Tudo e em Todo
102. Concernente ao Inicio
103. Concernente ao Altar
104. Mais coisas  Concernente a Arca e a fala do perverso
105. Concernente a crença de Abrahao
106. A Profecia concernente a vinda de Cristo
107. Concernente a sua entrada em Jerusalem, na Gloria
108. Concernente a perversidade dos injustos Judeus
109. Concernente a sua crucifixação
110. Concernente a sua Resurreição

XII

111. Concernente a sua ascenção e sua segunda vinda
112. Como os profetas o simbolizaram em suas pessoas
113. Concernente as bigas e a conquista do inimigo
114. Concernente a retorno de Sion
115. Concernente ao julgamento de Israel
116. Concernente a biga (de guerra) da Etiopia
117. Concernente a Rei de Roma e ao  Rei da Etiopia

Veja a folha de desenhos

O original, (em ingles) em que se baseou essa adaptaçao, esta disponivel na internet, em sites como o da Universidade de York do Canada (em formato PDF, eh necessario ter o Acrobat Reader), e num site de Textos Sacrados, esse em HTML

Envie sua Mens@gem

 

 

1