Letras de Música Gospel :: Harpa Cristã - Hinos 141 à 160

Harpa Cristã
Letras da Harpa Cristã - Hinos 141 à 160


01 - Hino 141: GUIA-ME SEMPRE, MEU SENHOR
02 - Hino 142: A CIDADE CELESTE
03 - Hino 143: O VERDADEIRO AMIGO
04 - Hino 144: VEM À ASSEMBLÉIA DE DEUS
05 - Hino 145: UNIÃO DO CRENTE COM SEU SENHOR
06 - Hino 146: CAMINHO BRILHANTE
07 - Hino 147: SERVIR A JESUS
08 - Hino 148: BENDIREI A JESUS
09 - Hino 149: CANTO DO PESCADOR
10 - Hino 150: PARA CASAMENTOS
11 - Hino 151: FALA, JESUS QUERIDO
12 - Hino 152: PELA CRUZ AO CÉU IREI
13 - Hino 153: SOLDADOS DE CRISTO
14 - Hino 154: DOCE NOME DE JESUS
15 - Hino 155: IMPLORAMOS TEU PODER
16 - Hino 156: A OVELHA PERDIDA
17 - Hino 157: CRISTO; EM BREVE, VEM!
18 - Hino 158: QUE FARÁS DE JESUS CRISTO?
19 - Hino 159: CANTAI, Ó PEREGRINOS
20 -
Hino 160: DEUS NOS QUIS SALVAR




























01 - Hino 141: GUIA-ME SEMPRE, MEU SENHOR

1
Aonde guiar-me meu Senhor, 
Eu seguirei, por Seu amor; 
É Sua mão que me conduz, 
Por mim ferida sobre a cruz. 

Coro
Guia-me sempre, meu Senhor, 
Guia meus passos, Salvador; 
Tu me compraste sobre a cruz; 
Rege-me em tudo, meu Jesus. 

2
Acho prazer em Te seguir; 
Descanso e paz me faz sentir; 
Doce é a mim o Teu querer, 
Gozo me traz Te obedecer. 

3
Sigo sem medo o meu Senhor 
Que me encheu do Seu amor; 
Sentindo perto a Sua mão, 
Posso cantar na escuridão. 

4
Para Seu reino me conduz, 
Pelo jardim e pela cruz; 
Lá ficou morto o velho "eu", 
Lá meu espírito reviveu.



























02 - Hino 142: A CIDADE CELESTE

1
Ó Sião celeste, repouso dos santos, 
O teu arquiteto se chama o SENHOR; 
Em ti entraremos, com gozo e canto, 
Com os que adoram o bom Salvador, 
Em bela planície estás situada, 
E que majestosa rainha és tu! 
De pedras preciosas estás adornada; 
Demonstras a glória de Cristo Jesus. 
De Cristo Jesus. de Cristo Jesus. 
Demonstras a glória de Cristo Jesus. 

2
Teus belos caminhos tratados com zelo, 
E as tuas torres, que vistas farão! 
De todos os palácios, grandioso é o modelo; 
Em ti nós teremos a consolação; 
As portas do muro são todas formosas; 
A praça é calçada de ouro que luz; 
Em ti essas coisas são mui gloriosas, 
E és toda cheia da paz de Jesus! 
Da paz de Jesus, da paz de Jesus. 
E és toda cheia da paz de Jesus. 

3
Jamais haverá em ti noite alguma, 
Teu grande luzeiro perpétuo será; 
Sem a luz do sol, nem d’estrelas ou lua. 
A glória de Cristo te alumiará. 
E neste esplendor, de um sol verdadeiro, 
Os santos e anjos do céu entrarão, 
E virá na frente Jesus, o Cordeiro; 
Com Ele pra sempre ali reinarão. 
Ali reinarão, ali reinarão, 
Com Ele pra sempre ali reinarão. 

4
Oh! que grande festa nos é concedida, 
Com a mesa posta, espera o Senhor, 
A todos inscritos no livro da vida, 
E que já da morte não têm mais temor; 
De todos os que foram por Cristo comprados, 
O lindo cortejo composto será; 
E Deus, que há dado o Seu filho amado, 
Com Cristo na glória, os consolará, 
Os consolará, os consolará, 
Com Cristo na glória, os consolará.



























03 - Hino 143: O VERDADEIRO AMIGO

1
Tu és pra mim o verdadeiro amigo,
Só em Ti, meu Redentor, vou confiar,
Defende-me do mundo, do perigo;
Ansioso, eu Te quero encontrar. 

Coro
Vem levar me para perto 
Do Teu grande e bondoso coração; 
Sempre avante e bem certo, 
Com Jesus, eu vou andando p'ra Sião. 

2
Vem já, Senhor, com Tua graça imensa 
Ajudar-me a levar a minha cruz, 
Fazendo-me sentir real presença, 
Do Consolador divino, ó Jesus! 

3
Jesus, Tu és a minha esperança, 
E contente eu desejo Te seguir; 
A Ti orando, com perseverança, 
Para que me guardes sempre de cair.



























04 - Hino 144: VEM À ASSEMBLÉIA DE DEUS

1
À Assembléia de Deus, vem comigo, 
Ouvir a Palavra de Deus; 
E terás a certeza, contigo, 
Que Jesus é o caminho dos céus. 

Coro
Ó vem, vem, vem, vem! 
Vem à Assembléia e louvemos 
Ao nosso bom Deus Redentor, 
Pois maior alegria não temos, 
Que fruir Seu imenso amor. 

2
Vem, irmão, à Assembléia dos Santos, 
Sentir o poder do Senhor 
E ali entoar lindos cantos 
Exultando no Consolador. 

3
Na Assembléia de Deus tu estejas 
Humilde aos pés do Senhor: 
Santidade convém à Igreja, 
P'ra gozarmos celeste amor. 

4
Nós sentimos a santa presença 
Do nosso querido Jesus; 
Anulada foi tua sentença: 
Deixa as trevas e vem para a luz.



























05 - Hino 145: UNIÃO DO CRENTE COM SEU SENHOR

1
A minha alma Te ama, ó Senhor! 
E desfalece sedenta de amor; 
meu consolo na aflição, 
E luz perfeIta na escuridão; 
Meu verdadeiro pão. 

Coro
A minha alma ama-Te; Senhor, 
De Ti só recebe vida e amor! 

2
A minha alma Te ama, ó Senhor! 
Almeja sempre andar no Teu temor: 
Tu vives já no meu coração 
E guias-me pela Tua mão; 
És minha salvação. 

3
A minha alma Te ama, ó Senhor! 
A Tua face procura com fervor: 
Desejo ter a celeste paz, 
O gozo santo, que satisfaz, 
E salvação veraz. 

4
A minha alma Te ama, ó Senhor! 
Por mim sofreste incomparável dor; 
Teu nome quero, aqui louvar; 
Os Teus preceitos e leis honrar, 
E sempre em Ti pensar.



























06 - Hino 146: CAMINHO BRILHANTE

1
Por um caminho brilhante vou,
De majestosa luz;
Pelo caminho que já trilhou,
Nossa Senhor Jesus;
Sem me lembrar do que se passou,
Bem feliz canto, sim,
Pois filho do Rei do~ reis eu sou:
Cristo é meu, por fim; 

Coro
Meu, por fim; meu, por fim!
Cristo da morte livrou-me, sim!
Me ouviu, me remIu,
Cristo é meu, por fim! 

2
No mundo não tenho mais prazer,
Purificado estou,
Nunca jamais hei de perecer,
Pois Jesus me livrou;
Ele me ama e me quer bem,
Tudo é para mim;
NEle encontro louvor, também.
Cristo é meu, por fim. 

3
Quem de Jesus me separará? 
Tenho-O no coração; 
Ele nas trevas me guiará 
Para a feliz Sião. 
Sempre contente, sem vacilar, 
Venço o mal, assim; 
Tenho prazer se na luz andar. 
Cristo é meu, por fim.



























07 - Hino 147: SERVIR A JESUS

1
Quero eu servir-Te, á meu Rei Jesus,
E contigo sempre caminhar na luz,
Tendo com o povo de Deus comunhão
E dos meus pecados purificação. 

Coro
Sim, ó meu Senhor; 
Quero seguir-Te, ó Deus de amor. 
Sempre Te servindo, 
E também dando a Ti louvor. 

2
No Teu bom serviço tenho eu prazer. 
Nele muita graça eu vou receber; 
Sempre falarei assim do Teu amor. 
E Te glorificarei, meu Salvador. 

3
Desça Tua graça sobre mim, Senhor, 
Para trabalhar com mais e mais fervor, 
Dá-me entendimento e veraz saber, 
Para alegre, eu fazer o Teu querer. 

4
Só em Ti confio, meu Senhor e Rei; 
Só em Ti vitória eu alcançarei. 
E contigo quero sempre aqui viver, 
'Té que p'ra Sião, me venhas receber.


























 


08 - Hino 148: BENDIREI A JESUS

1
Louvarei meu Guie sábio, 
Louvarei, louvarei; 
Bendirei, com alma e lábios, 
Bendirei Jesus. 

Coro
Aleluia! Louvo a Jesus! 
Deu-me salvação na cruz! 
Aleluia a quem me conduz! 
Glória a meu Jesus! 

2
Louvarei a quem me ampara, 
Louvarei, louvarei; 
Nada dEle me separa; 
Bendirei Jesus. 

3
A quem leva os meus cuidados, 
Louvarei, louvarei; 
Me sustenta os pés cansados, 
Bendirei Jesus. 

4
A quem dá-me aqui vitória, 
Louvarei, louvarei; 
Dar-me-à coroa e glória; 
Bendirei Jesus. 

5
Meu sublime Rei glorioso, 
Louvarei, louvarei; 
Em celeste coro e gozo. 
Bendirei Jesus.



























09 - Hino 149: CANTO DO PESCADOR

1
No meu barco a remar. 
Sobre as ondas, pelo mar, 
Mesmo na bonança ou no furacão 
Não desejo mais parar; 
Com a rede vou pescar, 
Muitos peixes para o reino de Sião, 

Coro
Vou pescar os pecadores para Crlsto, 
Neste mundo cheio de horror; 
Não mais desanimarei; 
Minha rede lançarei; 
Muitos peixes apanhando p’ra o Senhor. 

2
O meu barco não é bom, 
De pescar não tenho dom. 
E me dizem que não devo continuar; 
Mas Jesus me quis mandar, 
E por isso vou pescar, 
Té que Ele se apraze em me chamar. 

3
Tem um modo o Senhor. 
Que é próprio do amor, 
Ele usa dos remidos o menor, 
Todo o mundo me deixou, 
E de mim se envergonhou, 
Mas alegre, vou pescar, pois é melhor. 

4
Se há coisa de valor, 
E a rede de amor, 
Cujo tio é a obra de Jesus, 
Que puxada sempre traz 
Os perdidos e sem paz, 
Para receberem do Senhor, a luz. 

5
Quando há um temporal, 
E a pesca corre mal, 
Novamente no meu barco vou pescar! 
Pode ser que desta vez, 
Eu não tenha mais revés 
Pois Jesus eu levo para m'ensinar. 

6
Acabando de pescar, 
E deitado a pensar, 
Tenho gozo pelo tempo que gastei; 
Pois terei um galardão 
Pela pesca, em Sião, 
Pelas almas que no mundo eu ganhei.



























10 - Hino 150: PARA CASAMENTOS

1
Cheios de contentamento 
Estamos, Senhor amado, 
Porque é o casamento 
Um Teu bom mandado. 

Coro
Aos noivos dá proteção, 
Concedendo o Teu amor, 
Para eles em união, 
Viverem p’ra Teu louvor.

2
Faze viverem guardados 
Na Tua santa doutrina 
E só andarem guiados 
Por Tua mão divina. 

3
Confirma esta aliança, 
Nós Te pedimos ainda, 
Enchendo-os da esperança 
Da Tua santa vinda.



























11 - Hino 151: FALA, JESUS QUERIDO

1
Fala, Jesus querido; fala-me, hoje sim!
Fala com Tua bondade; fica ao pé de mim;
Meu coração aberto 'stá p'ra Tua voz ouvir;
Enche-me de louvores e gozo p’ra Te servir. 

Coro
Fala-me suavemente! Fala, com muito amor!
Vencedor para sempre, livre te hei de por,
Fala-me cada dia, sempre em terno tom;
Ouvir Tua voz eu quero e neste mesmo som. 

2
Para teus filhos fala, e, no caminho bom,
Pela bondade os guia a pedir o santo dom;
Quererão consagrar-se para suas vidas dar.
Obedecendo a Cristo e com fervor O amar. 

3
Como no tempo antigo, Tu revelaste a lei, 
Mostra-me Tua vontade, e à Tua santa grei; 
Deixa-me gloriar-Te, quero a Ti louvar,
Cantar alegremente e sempre Te honrar.



























12 - Hino 152: PELA CRUZ AO CÉU IREI

1
Ao Calvário, só Jesus se transportou 
Levando pesada cruz, 
E morrendo, lá p'ra o mortal deixou, 
Um fanal de gloriosa luz. 

Coro
Pela cruz ao céu irei; 
Pela cruz eu seguirei 
Pare o lar de paz e eterno amor 
Pela cruz ao céu irei. 

2
Só na cruz, a alma sedenta achará 
A fonte de Inspiração; 
E ali o fardo de dor cairá; 
No Calvário, há salvação. 

3
Pela cruz irei à mansão celestial. 
O rumo marcado está, 
Em minha vida obscura será o fanal; 
Em sua luz minha alma irá.



























13 - Hino 153: SOLDADOS DE CRISTO

1
Soldados de Cristo que entrastes na lida. 
Lutai sem desmaio, lutai com valor; 
E o inimigo levai de vencida, 
Dizendo que Cristo é nosso Senhor. 

Coro
Soldados de Crista, marchei sempre avante, 
Levando à destra as armas da luz; 
As almas perdidas buscai triunfantes 
E prestes, levai-as a Cristo Jesus. 

2
Peleja, ó crente, a santa peleja, 
Prossegue avante por Cristo Jesus; 
E sê mui valente; na frente estejas, 
Dizendo que Cristo morreu numa cruz. 

3
A aurora se acerca do dia faustoso, 
Em que prêmio terão a fé e o valor; 
E nele, Jesus, galardão grandioso, 
Dará a qualquer que sair vencedor.



























14 - Hino 154: DOCE NOME DE JESUS

1
Oh! doce nome de Jesus! 
Que belo é a Ti cantar, 
Co'a alma cheia proclamar 
O nome bom de Jesus! 

Coro
Jesus, ó meu doce Rei! 
Jesus, verdadeiro Deus! 
Jesus, sempre louvarei 
De coração, Teu nome. 

2
Adoro o nome de Jesus; 
Jamais me falta Seu amor, 
E põe, à parte, minha dor, 
O nome bom de Jesus.

3
Tão puro o nome de Jesus! 
Que meu pesar pôde tirar. 
A grata paz também me dá 
O nome bom de Jesus. 

4
No doce nome de Jesus, 
A minha alma salva está, 
E nEle tu te salvarás; 
No nome bom de Jesus.



























15 - Hino 155: IMPLORAMOS TEU PODER

1
Imploramos, nosso Salvador, 
Teu poder; Teu poder, Teu poder, 
Divinal, poder renovador, 
Teu poder, Teu poder, Teu poder. 
Bendita promessa paternal! 
Vem encher-nos de real valor, 
Do pleno poder celestial, 
Teu poder, Teu poder, Teu poder. 

2
Com o óleo, sim, vem nos ungir, 
Teu poder, Teu poder, Teu poder. 
Pai celeste, faze-nos fruir 
Teu poder, Teu poder, Teu poder. 
Tu já prometeste derramar 
Tuas bênçãos e nos revestir. 
Pra Tua Palavra proclamar, 
Com poder, com poder, com poder.

3
Com o fogo vem nos inflamar, 
Teu poder, Teu poder, Teu poder. 
E de toda a mancha nos limpar, 
Teu poder, Teu poder, Teu poder. 
Aquece os frios, ó Senhor; 
Faze os que dormem despertar. 
Nós te suplicamos com fervor, 
Teu poder, Teu poder, Teu poder. 

4
Como a brisa, queiras assoprar 
Teu poder, Teu poder. Teu poder. 
Deus bendito, vem nos outorgar 
Teu poder, Teu poder, Teu poder. 
Perene e doce comunhão, 
Quero aqui contigo, ó Pai, gozar; 
Depressa nos enche o coração 
Com poder, com poder, com poder.



























16 - Hino 156: A OVELHA PERDIDA

1
O bom Pastor buscou-me 
Já longe do redil, 
E com ternura achou-me, 
Caído, triste, vil! 
As chagas com amor pensou, 
E ao lar nos braços me levou. 

Coro
Sim, Jesus amou-me, 
Com amor buscou-me, 
Ele mesmo restaurou-me a Deus; 
Por Seu sangue, restaurou-me a Deus. 

2
Seguiu-me, bem distante 
Do Seu lugar, no céu, 
E disse, em voz amante: 
“Achei-te, tu és Meu”. 
Jamais senti tão grande amor 
Como este do meu bom Pastor. 

3
Por Ele sou querido, 
Que graça singular! 
Pois Ele foi ferido, 
A fim de me salvar; 
Assim, ovelha dEle sou, 
E com o Seu rebanho vou. 

4
Prossigo alegre agora; 
Deus dá poder cabal 
E graça salvadora; 
Protege-me do mal, 
O bom Pastor comigo está, 
Meus passos Ele guiará.



























17 - Hino 157: CRISTO; EM BREVE, VEM!

1
O dia vem, a clarear, 
Já fugiu a noite, brilha a luz dalém; 
Um grito soa: aprontar! 
Cristo, em breve, vem! 

Coro
Qual forte vendaval, rugindo Sobre o mar, 
Escuta-se a mensagem, que do céu provém; 
Ouvi a grande nova, que alegria traz; 
“Cristo, em breve, vem!” 

2
Ó povos, tribos e nações 
Que escravizados no pecado estais, 
Ó preparei os corações! 
Oh! Por que demorais? 

3
Da morte queiram acordar; 
Trevas e pecados. é luz, hão de fugir; 
Em breve iremos encontrar 
Crista, que há de vir.



























18 - Hino 158: QUE FARÁS DE JESUS CRISTO?

1
Diante de Pilatos 'stá Jesus, 
Por. todos deixado em aflição, 
O qual pergunta à multidão... 
-"Que farei de Jesus Cristo?" 
>
Coro
Que farás de Jesus Cristo? 
Responde, hoje, sim; 
Diria um dia ao vê-Lo: 
“Que fará Ele de mim?

2
Em julgamento ainda está 
O Nazareno em aflição, 
E se repete a pergunta, então: 
-"Que farei de Jesus Crlsto?" 
>
3
Será julgado Jesus por ti, 
Ou recebido com gratidão? 
E, mui alegre, dirás, então: 
-"Aceito a Jesus Cristo!"



























19 - Hino 159: CANTAI, Ó PEREGRINOS

1
Cantai, ó peregrinas, na lida não canseis 
A vossa fé crescendo, as harpas já tocai 
Eu sobre o monte santo e glorioso estou, 
E para a minha pátria celestial já vou. 

Coro
Cantai, continuamente, 
louvai p’ra todo o sempre; 
Meu coração transborda com divinal louvor. 
Cantai, continuamente, 
Louvai p’ra todo o sempre; 
Meu coração transborda com divinal louvor. 

2
Cantai, ó peregrinos, enquanto aqui estais; 
Cantai, a Jesus Cristo, enquanto assim passais; 
Cantei a velha história de Deus e Seu amor; 
O coro sempiterno responde, com fervor. 

3
Cantai, á peregrinos, em breve estareis, 
Cantando melhor hino, junto ao Rei dos reis, 
Com os que foram antes, e nos esperam lá, 
Encontraremos todos, e nada turbará.



























20 - Hino 160: DEUS NOS QUIS SALVAR

1
Irmãos, unidos, vamos publicar 
Que Deus nos quis salvar, 
Que Deus nos quis salvar, 
Com o precioso sangue de Jesus, 
Vertido lá na cruz. 

Coro
Que Deus nos quis salvar, 
Que Deus nos quis salvar, 
Co’o sangue do Senhor Jesus; 
Ó irmãos, devemos avançar, 
Olhando para a cruz 

2
Irmãos, ao mundo vamos proclamar 
Que Deus nos quis salvar. 
Que Deus nos quis salvar. 
E que, mui breve, há de vir Jesus, 
Em gloriosa luz. 

3
Na sã Palavra fomos encontrar 
Que Deus nos quis salvar, 
Que Deus nos quis salvar, 
E que no céu veremos o Senhor, 
Repletos de amor! 

4
Alegres, sempre temos que cantar: 
Que Deus nos quis salvar, 
Que Deus nos quis salvar. 
Por Sua graça, pelo Seu amor, 
Louvemos ao Senhor!



























1