RESTAURAÇÃO E CONSERVAÇÃO DE BENS CULTURAIS MÓVEIS
          

Vitral

                                                                                           

 

 ..

 

 

 

               

 

 

 

Carlos.Oswald

Benedito.Calixto 
  Sant'Ana

      Vitral

Presidentes  da Associação Comercial de Santos

Assinaturas Pintores

 

 

 

Calixto história
.........Fone:(13) 9776-5058  
..................E..mail  

 

 
Counter    Atualizada                     03/11/2008   1950   

 
 

 

 

Copyright ©  2006  Todos Direitos Reservados

 

 

 LIMPEZA E CONSERVAÇÃO

    Todas as pinturas, mesmo as bem preparadas e bem protegidas, sofrem inevitavelmente com o passar dos anos, podendo surgir o aumento da transparência do óleo ou de "craquelês", que necessariamente não ameaçam a estabilidade da pintura e nem sempre é considerado estrago. Evidências do tempo são esperadas e devem ser aceitas, e um dos seus sinais mais comum é o escurecimento ou amarelado na superfície da pintura, causado por acúmulo de sujeira ou verniz oxidado. Havendo qualquer sinal que mostre a necessidade de conservação, como o verniz oxidado, acima dito, e ou, uma avaria na pintura como rasgos, escamas, craquelês, bolor (mofo), bordas levantadas, que cobrem muitos dos detalhes e da beleza da obra, procure um especialista na conservação, um restaurador. Desta forma, você verá respeitada a obra que espelha e projeta o vivido em algum tempo e terá trazido para "o presente o brilho de um passado".

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

                                                ALGUMAS  REPORTAGENS

                         

                            

                   

 

 

FUNDAMENTO                                                                                                                A arte é o modo mais profundo que o ser humano encontrou para expressar como vê, percebe e sente a si mesmo e o mundo a sua volta. A pintura é, talvez, das formas de expressão, a mais completa. Ela permite a troca de sentimentos como poucas e como em raros momentos se é possível compartilhar.  Logo, deve ser cuidada, presevada, por tudo o que significou em algum instante nas vidas de todos e pelo que hoje carrega. Deste modo, não é só um objeto de beleza ou de decoração, é mais, é história de vida pessoal, familiar, social, política e histórica.  Os quadros são criações frágeis e requerem cuidados especiais, pois só assim o tempo "não a castigará com seus traços destruidores".

 

CADA QUADRO TEM O SEU LUGAR CERTO                                                                                                                                                                                                    De um modo geral, a umidade relativa do ar entre 40% e 60% é mais indicada para a melhor conservação das telas.Evite expor o quadro a variação brusca da umidade e a flutuação da temperatura do ambiente, porque ele sente estas variações e a pintura, com elas, se expande ou se contrai em diferentes movimentos, causando craquelures, fendas em caracol, etc. As pinturas feitas em suporte de tela, por exemplo, podem ficar mais folgadas, bambas ou tensas. Sentem mais a alteração do nível da umidade do que as pinturas em madeiras, contudo estas podem empenar, quando expostas a estas mesmas condições.  A manutenção do quadro em um mesmo ambiente físico é o modo mais seguro de conservar o seu quadro intacto.

NOÇÕES BÁSICAS

    A pintura é composta de várias camadas de tintas feitas a óleo, guache, acrílico ou outros sintéticos, encáustica (cera), têmpera (ovo, caseína) e afresco. É aplicada em suportes como telas e madeiras, em sua grande maioria, e também em papel, cartão, "duratex", vidro, marfim, pranchas plásticas e pedras. As telas usadas como base para pintura são, de um modo geral, esticadas sobre um suporte de madeira denominado bastidor.  Os tipos de madeiras, também usadas como suporte, variaram conforme a época, por exemplo, pinho de riga. Hoje temos o cedro como uma boa opção, pois é nobre, resistente, macio e fácil de se encontrar.  Antes de iniciar a pintura propriamente dita, deve-se preparar o fundo ou suporte, impermeabilizando-o com a aplicação de uma mistura (ex. gesso), com base de cola. As pinturas a óleo, após concluídas, devem receber uma camada de verniz em sua superfície, para proteção de agressões externas, tais como fuligens, gases, oxigênio do ar, etc. Contudo, nem todas têm a camada de base (fundo) ou o verniz de cobertura (acabamento), logo sentem as mudanças do tempo ficando mais expostas as sujeiras do dia-dia e estragos de um modo geral.     

     CURRICULUM
1