Historias comoventes

contos

 

 

" A caixinha de presente "

Há um tempo atrás, um homem castigou sua filhinha de 3 anos por desperdiçar um rolo de papel de presente dourado.
O dinheiro andava escasso naqueles dias, razão pela qual o homem ficou furioso ao ver a menina envolvendo uma caixinha com aquele papel dourado e colocá-la debaixo da árvore de Natal.
Apesar de tudo, na manhã seguinte, a menininha levou o presente ao seu
pai e disse:
- Isto é para você, paizinho! .  Ele sentiu-se envergonhado da sua furiosa reação, mas voltou a "explodir" quando viu que a caixa estava vazia. Gritou, dizendo: 
- Você não sabe que quando se dá um pressente a alguém, a gente coloca alguma coisa dentro da caixa? A pequena menina olhou para cima, com lágrimas nos olhos,e disse:
Oh, Paizinho, não está vazia. Eu soprei beijos dentro da caixinha. Todos para você ... 
O pai quase morreu de vergonha, abraçou a menina e suplicou que ela o perdoasse. 
Dizem que o homem guardou a caixa dourada ao lado de sua cama por anos e sempre que se sentia triste, chateado, deprimido, ele tomava da caixa um beijo imaginário e recordava o amor que sua filha havia posto ali... De uma forma simples, mas sensível, cada um de nós humanos temos recebido uma caixinha dourada, cheia de amor incondicional e beijos de nossos pais, filhos, irmãos e amigos ... Ninguém poderá ter uma propriedade ou posse mais bonita e importante que esta.




" Sofrer e amar, isto é viver "

Sofrer e amar isso é Viver Vida, todos nós passamos por ela, alguns permanecem nela por muito tempo, outros apenas por segundos.A vida é tão diferente para todos e ao mesmo tempo tão igual. Alguns pensam "Poxa! Por que será que a vida é tão cruel comigo?".Pensam que só eles têm problemas , mas não, todos nós temos preblemas na vida.Podem ser pequenos ou grandes, eles sempre existirão, e não adianta fingir que eles não existem pois mentira e problema são coisas que quanto mais se acumulam maiores ficam. Se ficarmos de braços cruzados, reclamando da vida, os problemas não se resolverão sozinhos, por isso precisamos sempre levantar a cabeça e ir a luta.Apesar de tudo temos que considerar as coisas lindas que Deus nos deu, como o céu, o mar, a natureza em todo, o amor a caridade a fé, o sorriso inocente de uma criança, tudo isso apesar de estar diminuindo cada vez mais, ainda existe. Sempre que estiver sofrendo pense que existem pessoas sofrendo mais do que você e que não estão choramingando por aí. Mas tudo isso faz parte da vida. É impossível viver sem amar, e é impossível amar sem sofrer.... Pense: "A vida foi feita pra ser vivida"

 

" Procura-se um amigo "

Não precisa ser homem, basta ser humano, basta ter sentimento, basta ter coração. Precisa saber falar e calar, sobretudo saber ouvir. Tem que gostar de poesia, de madrugada, de pássaro, de sol, da lua, do canto dos ventos e das canções da brisa. Deve ter amor, um grande amor por alguém, ou então sentir falta de não ter esse amor. Deve amar o próximo e respeitar a dor que os passantes levam consigo. Deve guardar segredo sem se sacrificar. Não e' preciso que seja de primeira mão, nem e' imprescindível que seja de segunda mão. Pode já' ter sido enganado, pois todos os amigos são enganados. Não e' preciso que seja puro, nem que seja de todo impuro, mas não deve ser vulgar. Deve ter um ideal e medo de perdê-lo e, no caso de assim não ser, deve sentir o grande vácuo que isso deixa. Tem que ter ressonâncias humanas, seu principal objetivo deve ser o de amigo. Deve sentir pena das pessoas tristes e compreender o imenso vazio dos solitários. Deve gostar de crianças e lastimar as que não puderam nascer. Procura-se um amigo para gostar dos mesmos gostos, que se comova, quando chamado de amigo. Que saiba conversar de coisas simples, de orvalhos, de grande chuvas e das recordações de infância. Precisa-se de um amigo para não se enlouquecer, para contar o que se viu de belo e triste durante o dia, dos anseios e das realizações, dos sonhos e da realidade. Deve gostar de ruas desertas, de poças de água e de caminhos molhados, de beira de estrada, de mato depois da chuva, de se deitar no capim. Precisa-se de um amigo que diga que vale a pena viver, não porque a vida e' bela, mas porque já' se tem um amigo. Precisa-se de um amigo para se parar de chorar. Para não se viver debruçado no passado em busca de memórias perdidas. Que nos bata nos ombros sorrindo ou chorando, mas que nos chame de amigo, para ter-se a consciência de que ainda se vive.

 

" Pobres garotos "

Um fato real, dois irmãozinhos maltrapilhos, provenientes da favela, um deles de cinco anos e o outro de dez, iam pedindo um pouco de comida pelas casas da rua que beira o morro. Estavam famintos: - "vai trabalhar e não amole", ouvia-se detrás da porta; "aqui não há nada moleque...", dizia outro... As múltiplas tentativas frustradas entristeciam as crianças... Por fim, uma senhora muito atenta disse-lhes: "Vou ver se tenho alguma coisa para você... Coitadinhos!" E voltou com uma latinha de leite. Que festa! Ambos se sentaram na calçada. O menorzinho disse para o de dez anos: você é o mais velho, tome primeiro... e olhava para ele, sorrindo com seus dentes brancos, a boca semi-aberta, mexendo a ponta da língua. Eu, como um tolo, contemplava a cena... Se vocês vissem o mais velho olhando de lado para o pequenino...! Leva a lata à boca e, fazendo gesto de beber, aperta fortemente os lábios para que por eles não penetre uma só gota de leite. Depois, estendendo a lata, diz ao irmão: - Agora é sua vez. Só um pouco. E o irmãozinho, dando um grande gole exclama: "como está gostoso!" - Agora eu, diz o mais velho. E levando a latinha, já meio vazia, á boca, não bebe nada. - Agora você. - Agora eu. - Agora você. - Agora eu. E, depois de três, quatro, cinco ou seis goles, o menorzinho, de cabelo encaracolado, barrigudinho, com a camisa de fora, esgota o leite todo... ele sozinho. Esse "agora você, "agora eu" encheram-me os olhos de lágrimas... E então, aconteceu algo que me pareceu extraordinário. O mais velho começou a cantar, a sambar, a jogar futebol com a lata de leite... estava radiante... o estômago vazio, mas o coração trasbordante de alegria. Pulava com a naturalidade de quem não fez nada de extraordinário, ou melhor, com a naturalidade de quem está habituado a fazer coisas extraordinárias sem dar-lhes maior importância. Daquele moleque nós podemos aprender a grande lição, "há mais alegria em dar do que em receber". É assim... que nós temos de amar. Sacrificando-nos com tal naturalidade, com tal elegância, com tal discrição, que os outros nem sequer possam agradecer- nos os serviços que nós lhe prestamos

 

"Valores"

Dinheiro...Pra uns a razão do seu viver.
Dinheiro...dinheiro...Como podem algumas notas transformar a cabeça d alguém? Fico me perguntando será que alguém para ser feliz precisa ter dinheiro? Será mesmo dinheiro sinônimo de felicidade? Como pode uma pessoa colocar o dinheiro acima de tudo? Dinheiro exerce uma influência muito grande sobre as pessoas.Causa amnésia, por exemplo: uma pessoa que nunca teve dinheiro, quando consegue esquece das pessoas que o ajudaram a chegar onde chegou. Causa problemas d vista, exemplo: uma pessoa esquece quais são os verdadeiros valores da vida, porque só passa a enxergar o dinheiro. E isso quando acontece é terrivel.Colocar o dinheiro acima da família, isso é um pecado. Dinheiro compra tudo, menos o que é realmente necessário pra tornar um homem feliz.Dinheiro não compra os verdadeiros sentimentos. Um homem que precosa de coisas materiais pra se sentir feliz é um homem vazio.Que não sabe quais são os verdadeiros valores....

 

Copyright© 2002 - Led Home Page, by Marcos
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

1