Jornalismo Alternativo

Nó na Garganta

Engraçado como tem gente que procura uma vida onde possa se comunicar, se expressar e acaba caindo na armadilha do jornalismo, que nos ajuda o repórter a saber mais, mas nos cala mais do que nos faz falar.

De repente, todas as informações represadas começam a se tornar nós dentro da gente e para não virar "nós pelas costas" é preciso desatar o nó na garganta. Isso acontece quando não aguentamos mas engolir os sapos e as histórias que muita gente sabe mas ninguém conta. Chega uma hora que não desce mais e tudo volta, tudo é colocado pra fora.

Eu estou no momento do nó, no momento em que não há mais espaço para nada descer nada e o único caminho agora é a explosão de informações. As histórias quase nunca contadas seguidas por comentários nada imparciais.

Talvez não seja o melhor blog, talvez não seja o mais politicamente correto, mas certamente será verdadeiro e vigilante. Espero que gostem dele tanto quanto eu espero gostar de escrevê-lo.

Counter

1

1