Muay Thai – Por Thiago Pedro Pinto

 

Muay Thai – Por Thiago Pedro Pinto.

 Em 1989, com uns nove anos de idade tive meu primeiro contato com esta arte, abriu em minha cidade (perto da minha casa) a primeira academia de Muay Thai de Piraju-SP, achava aquilo tudo muito legal, adorava assistir os treinos, a decoração da academia também chamava muito a atenção de qualquer um, aquelas figuras de cobras e lutadores de Muay Thai por todos os lados...

 

Tudo isso sempre me chamou muito a atenção, sempre que havia algum evento, algum torneio, sempre estava lá para dar uma olhadinha, cheguei até a treinar algumas vezes, mas foi só em 2006 que resolvi entrar de cabeça (ou melhor, de joelhada) nesta Arte marcial que remonta a milhares de anos atrás na história de um povo muito peculiar.

 

Nesta mesma academia, onde treino hoje, a grande maioria das pessoas e dos treinadores estão preocupados em lutar, melhorar a técnica para ser mais eficiente em combate, desta forma, eles treinam Muay Thai, técnicas de “chão”, um verdadeiro vale tudo, no entanto, existem alguns poucos como eu que não tem muito interesse em lutar, gostam de treinar por algum outro motivo: condicionamento físico, aliviar o stress, auto defesa, etc.

 

Em meu caso por trabalhar com pesquisa (em educação), logo comecei a querer saber mais sobre esta arte milenar, encontrei alguns poucos resultados satisfatórios e resolvi colocar aqui alguns deles, para que se alguém tiver curiosidade, tenha um fácil acesso a estas informações.

 

Começar a pesquisa, mesmo com a ajuda da internet foi algo bem difícil, na internet é fácil encontrarmos um grande número de informações, mas a grande maioria delas não acrescenta muito, é fácil acharmos propaganda e suvenir para a venda, informações mais concretas fui encontrar (na maioria das vezes) em sites internacionais, franceses ou ingleses, o que dificultava em obter a informação, ainda bem que existem diversos tradutores no mercado, mecanismo que me auxilio em muito, o que não diminuía o trabalho pois vários termos e palavras precisavam ser “contextualizados” para dar algum sentido. Os fóruns também foram responsáveis por diversas informações, neles podemos perceber muita gente que sabe do que está falando (pois embasa suas afirmativas com argumentos “sólidos”) e outras tantas que não tem a menor idéia do que estão fazendo ali.

 

Estou descrevendo toda a metodologia utilizada, pois somente assim as pessoas poderão avaliar o conteúdo que aqui se encontra, se vão optar por validá-los ou não, digo isso tendo em vista as grandes contradições encontradas nas informações on-line mundo a fora, qualquer um, assim como eu pode escrever um artigo falando qualquer bobagem que queira e só cabe ao leitor validá-las ou não.

 

Um dos primeiros materiais interessantes que encontrei foi o livro Muay Thai: The Art of Fighting de Ruerngsa, Charuad e Cartmell, traduzi alguns trechos e os coloquei no orkut, um colega interessado traduziu este trecho que se segue, que é o início do livro (obs.: O livro completo em inglês pode ser obtido no site da Bankokteam):

 




Historia do Muay Thai

 

Muay Thai na Era Sukhothai

A capital da Tailândia se situava em Sukhothai por volta do ano 1781-1951 do calendário budista(1238-1408 D.C.). Inscrições em colunas de pedra em Sukhotai indicam que ela travava constantes batalhas com seus vizinhos. Conseqüentemente, a cidade tinha que instilar em seus soldados conhecimentos e perícias sobre o uso de armas como espadas e lanças, e também como utilizar o corpo como uma arma em situações de combate corpo-a-corpo desarmado. Golpes como chutes, joelhadas, socos e cotoveladas eram então desenvolvidas.

Durante os períodos de paz, os jovens do sexo masculino em Sukhothai praticavam Muay Thai para construção do caráter e melhorar as suas habilidades de auto-defesa. Estas habilidades poderiam servi-los bem durante seu tempo no exército então a pratica do Muay Thai tornou-se um bom costume. Centros de treinamento de Muay Thai cresceram ao redor da cidade, por exemplo, o Centro de Treinamento Samakorn em Lopburi. Alguns situavam-se em áreas de templos onde os monges atuavam duplamente como instrutores.

Durante esse período, o Muay Thai foi considerado como uma arte elevada e passada como parte do currículo da realeza. Tinha como intento tornar bons e bravos guerreiros com ótima forma física em grandes e bravos governantes. O primeiro Rei de Sukhothai, Phokhun Sri In Tharatit, acreditava tanto nos benefícios do Muay Thai que mandou seus dois filhos para treinar no Centro de Treinamento Samakorn para prepara-los para tomar posse do trono. Em 1818-1860 do calendário budista(1275-1317 D.C. Phokhun Ram Khamhaeng escreveu um tratado sobre guerra na qual incluía o ensino do Muay Thai tal como de outras técnicas de luta.

 

Muay Thai na Era Krungsri Ayutthaya

 

A Era Ayutthaya durou de 1988-2310 do calendário budista(1445-1767 D.C.). este período foi caracterizado por freqüentes guerras entre a Tailândia, Burma e Cambodia. Desse modo, jovens homens se preparavam desenvolvendo suas habilidades de auto-defesa. As técnicas eram ensinadas por mestres experientes. O treinamento era passado do Palácio Real para o público. O Centro de Treinamento de espada Phudaisawan era muito famoso naquela época, e possuía muitos pupilos/discípulos. Eles eram treinados com espadas de vime nas artes da luta com espadas e armas de haste. Eles também eram treinados para lutar desarmados e assim aprendiam técnicas de Muay Thai. Além de ensinar a lutar, os Centros de Treinamento também educavam seus discípulos em assuntos do dia-a-dia.

 

A Era do Rei Naresuan, O Grande(2133-2147 no calendário budista, 1590-1604 D.C.)

 

O Rei Naresuan teria convocado jovens de sua idade para treinar com ele. Eles eram treinados para serem guerreiros bravos e confiantes. Tinham que ser habilidosos com todas as armas e em boxe. O Rei Naresuan escolheu o Regimento de Patrulha para lutar em guerrilhas. Foi esse regimento de soldados que foram capazes de libertar a Tailândia de Burma durante aquela época.

 

A Era do Rei Narai, o Grande(2147-2233 no calendário budista, 1604-1690 D.C.)

 

Durante esse período a Tailândia viveu em paz e houve um grande desenvolvimento por todo o Reino. O Rei Narai patrocinava e promovia os esportes, especialmente o Muay Thai, que tornou-se um esporte profissional. Nessa época havia muitos Centros de Treinamento de boxe. O ringue de boxe era montado em praças regulares onde uma corda poderia ser deixada de forma a demarcar um quadrado para indicar a área de luta. Boxeadores enrolavam suas mãos com cordões que eram mergulhados em goma grossa ou alcatrão. Esta técnica era chamada de Kad-Chuck (enrolado com cordões) ou Muay Kad Chunck (boxear com mãos enroladas com cordões). Boxeadores usavam uma bandana, chamada de Mongkon, e um amuleto, ou pa-pra-jiat, amarrado em volta da parte superior de seus braços quando lutavam. Boxeadores não lutavam de acordo com peso, altura ou idade. As regras eram simples: a luta durava até que houvesse um vencedor incontestável. Apostas acompanhavam as disputas. Vilas podiam eventualmente desafiar umas as outras para disputas de boxe e o boxe tornou-se uma das atividades principais das festas populares e festivais.

 

A era do Rei Prachao Sua(2240-2252 do calendário budista, 1697-1709 D.C.)

 

O Rei Prachao Sua, também conhecido como O Rei Tigre assim como Khun Luang Sorasak, amava Muay Thai de maneira especial. Uma vez ele foi, vestindo roupas simples, para um distrito chamado Tambol Talad-guad com quatro de seus guardas reais. Lá ele entrou em uma competição de boxe. O promotor do evento não reconheceu o Rei, mas sabia que o boxeador vinha de Ayutthaya. Ele deixou o Rei lutar contra excelentes lutadores da cidade de Wisetchaichan. Eram eles Nai Klan Madtai (punhos matadores), Nai Yai Madlek (punhos de ferro), e Nai Lek Madnak (punhos ou socos duros). O Rei Tigre venceu todas as três lutas. O Rei Prachao Sua também treinou seus dois filhos, Príncipe Petch e Príncipe Porn, no Muay Thai, em luta com espadas, e em luta livre.

No final do Período Ayutthaya, após a segunda derrota para Birma no ano de 2310 do calendário budista (1767 D.C.), havia um boxeador digno de nota.

 

Nai Khanomtom

 

Nai Khanonmtom foi um prisioneiro de guerra capturado belos Birmaneses quando Ayutthaya foi saqueada pela segunda vez no ano de 2310 do calendário budista(1767 D.C.). em 2317 do calendário budista (1774 D.C.), o Rei Birmanes, Rei Angwa, quis realizar uma celebração para o Grande Pagoda em Rangoon. Lutas estavam envolvidas nas celebrações. Bons lutadores de Muay Thai foram chamados para lutar contra os lutadores Birmaneses. No dia 17 de março daquele ano, Nai Khanomtom lutou e derrotou 10 lutadores birmaneses sucessivamente sem descanso entre as lutas. Foi a primeira vez que o Muay Thai foi utilizado em competição fora da Tailândia. Pelo seu feito, Nai Khanomtom foi homenageado sendo chamado de o Pai do Muay Thai ou o Inventor do Muay Thai, e o dia 17 de março é agora considerado o Dia do Muay Thai.

 

Muay Thai no período Thonburi

 

O período Thonburi se estendeu de 2310 a 2324 do calendário budista ( 1767-1781 D.C.). foi um período de reconstrução após a restauração da paz na Tailândia. O treinamento do Muay Thai era primariamente para conflitos homem-a-homem durante guerras e/ou serviço militar.

As competições de luta durante aquele período envolviam disputas entre Centros de Treinamento diferentes, geralmente de áreas remotas do país. Não há evidencias quanto a regulamentação e regras, e imagina-se que os boxeadores lutavam sem um sistema oficial de pontuação. Então, eles deveriam lutar até que um caísse ou desistisse, sendo aquele que se mantivesse em pé o obviamente o vencedor.

Disputas eram realizadas em lugares abertos, na maior parte no terreno de templos. Os lutadores enrolavam suas mãos e punhos com cordões, vestiam uma bandana ou Mongkon, e um amuleto ou pa-pra-jiat ao redor do braço direito.

 

Muay Thai no período Ratanakosin

 

A primeira era deste período passa durante o reinado do Rei Rama I até o do Rei Rama IV (2325-2411 do calendário budista, 1782-1868 D.C.). Nesta época, o Muay Thai era considerado arte de luta nacional. Ele era uma parte essencial de todo festival.

Eventualmente, foi decidido que regras e regulamentação se faziam necessárias, especialmente quanto à duração dos rounds. Um método interessante de marcar o tempo foi então desenvolvido. Uma casca de coco teria um buraco cunhado nela e seria colocada para flutuar em um tanque de água. Quando a casca de coco afundasse, um tambor marcaria o final do round. Não havia limite para o número de rounds, então os lutadores lutavam até que houvesse um vencedor indiscutível ou até que alguém desistisse.

 

Período do Rei Rama I

 

Pra Puttha Yord Fa Chula Loke, O Grande (2325-2352 do calendário budista, 1782-1809 D.C.)

 

O Rei Rama I treinou, por conta própria, como um lutador desde que era bem jovem. Ele demonstrava um grande interesse por disputas de luta, eventualmente até assistindo. No ano de 2331 do calendário budista (1788 D.C.), dois estrangeiros, irmãos que viajavam ao redor do mundo trocando mercadorias, chegaram em Bangkok. O mais novo dos dois provou ser um bom boxeador e ganhava prêmios de disputas ao redor do mundo com certa freqüência. Ele disse para Pra Ya Pra Klang que ele queria enfrentar os Thai Boxers em disputas valendo prêmios. Seu pedido foi relatado para o Rei Rama I e, após este ter se consultado com Pra Raja Wangboworn, o Diretor do Departamento de Boxe, um valor de 50 changs (4.000 Baht) foi aprovado. Pra Rja Wangboworn selecionou um bom lutador de Muay Thai chamado Muen Han para lutar com o estrangeiro em um ringue preparado atrás do Templo Do Buddha Esmeralda no Grande Palácio. Era um quadrado de 20 X 20 m e havia uma área próxima para recepção. A luta não seria pontuada, mas continuaria até que houvesse um vencedor definitivo.

Antes da luta, Muen Han foi besuntado com preparados de ervas, e ele vestia amuletos na parte superior de seus braços. Ele foi então carregado até o ringue nos ombros de um amigo.

Quando a luta começou, estava claro que o estrangeiro era muito mais pesado, alto e forte que Muen Han. Quando o estrangeiro se aproximou ele tentou usar técnicas de luta livre para tentar quebrar o pescoço do Thai kickboxer. Para contra-atacar, Muen Han tentou usar chutes e steps. Ele tentou controlar a luta, seu jogo de pernas era muito rápido. Eventualmente, o estrangeiro começou a ficar cansado e pareceu que ele ia perder a luta. Seu irmão, percebendo isso, pulou no ringue para ajudar seu irmão mais novo. Isso causou um clamor pela interrupção da luta entre os espectadores. Muitos estrangeiros ficaram feridos. Os dois irmãos, após se recuperarem de suas feridas, deixaram a Tailândia.

 

Período do Rei Rama II

 

Rei Pra Buddha Lert La Napa-Lai(2352-2367 do calendário budista, 1809-1824 D.C.)

 

Quando jovem, este Rei treinou no Centro de Treinaento Bang Wa Yai (Wat Rakangkositaram) com o mestre, e general do exército, Somdet Prawanarat (Tong You). Aos 16 anos, ele aprendeu mais sobre Muay Thai no Deparatamento de Boxe. Ele mudou o nome do esporte de que era Ram Mad Muay para Muay Thai.

 

Período do Rei Rama III

 

Rei Pra Nangklao(2367-2394 do calendário budista, 1824-1851 D.C.)

 

O Rei Rama III aprendeu Muay Thai com o Departamento de Boxe. Durante o seu reinado, os jovens tailandeses adoravam lutar, e eles aprendiam Muay Thai e o estilo de luta com espada de Kun Ying Moe. Kun Ying Moe era renomado por liderar muitas mulheres valentes para derrotar os soldados invasores do Píncipe Anuwong do Vientienne, Laos, que estavam atacando a cidade de Korat.

 

Período do Rei Rama IV

 

Rei Chomhlao ( 2394-2411 do calendário budista, 1851-1868 D.C.)

 

Quando jovem, o Rei Rama IV adorava vestir-se como um boxeador. Ele também adorava lutas com espadas e com armas de haste. Às vezes, ele poderia entrar e competir em lutas de espada e de armas de haste durante festivais nos terrenos do Templo do Buddha Esmeralda. Durante este período, a Tailândia viu o crescimento dos esportes e da cultura ocidentais. Contudo, o Muay Thai continuou como uma atividade popular e um forte símbolo da cultura tailandesa.

 

Período do Rei Rama V

 

Rei Chulachomklao (2411-2453 do calendário budista, 1868-1910 D.C.)

 

O Rei Rama V aprendeu Muay Thai no Departamento de Boxe co o mestre Luang Póla Yotanuyoke. O Rei adorava Muay Thai e adorava assistir as disputas da arte. De tempos em tempos ele poderia ordenar aos oficiais Reais que arranjassem alguns bons lutadores para lutar por ele. Tais torneios eram utilizados para recrutar homens para a Guarda Real do Rei.

O Rei Rama V reconhecia o valor do Muay Thai. Para promover o interesse nos esportes tailandeses, o Rei encorajava torneios de Muay Thai. Ele também promoveu os Muay Luang, que eram centros reais de boxe para treinar os jovens. Os Muay Luang também organizavam e controlavam torneios de Muay Thai. O escritório real também podia enviar convites para os representantes dos Muay Luang convidando os seus lutadores para participar de eventos particulares e festivais. Os vencedores destes eventos eram promovidos pela Sua Majestade o Rei para uma posição chamada “Muen”, ou oficial de primeiro posto.

Em 2430 do calendário budista (1887 D.C.), o Rei Rama V estabeleceu o Departamento de Educação. O Muay Thai era um dos componentes presentes no currículo da educação física da escola de treinamento e na Escola Real de Cadetes Prachufachomktao. Este período foi considerado a era de ouro do Muay Thai.

 

Período do Rei Rama VI

 

Rei Mongkhut Klao Chão Yu Hua (2453-2468 do calendário budista, 1910-1925 D.C.)

 

Durante este período, a Tailândia foi para a Primeira Guerra Mundial. O exército tailandês ficou estacionado na França como General Praya Dhepasadin como Comandante. Ele adorava Muay Thai e organizou disputas para o entretenimento dos assistentes e reservistas europeus. Eles gostaram muito das disputas e então surgiu o interesse dos europeus pelo Muay Thai.

No ano de 2464 do calendário budista(1921 D.C.), após a guerra, o primeiro estádio de boxe permanente foi construído em um campo de futebol na Escola Suan Khulab. Foi nomeado de Estádio de Boxe Suan Khulab. Inicialmente, os espectadores deveriam sentar ou ficar em pé ao redor do ringue.

O ringue era um quadrado, de medidas 26 X 26m , os lutadores enrolavam suas mãos com cordões de algodão, vestiam um mongkom, e um pa-pra-jiat ao redor da parte superior de seus braços. Eles vestiam shorts com coquilhas e suas cinturas eram envolvidas por um longo pedaço de tecido. Eles não vestiam nem camisas nem calçados. O árbitro deveria usar um antigo estilo de uniforme tailandês com uma camiseta real branca e meias brancas.

Uma grande luta deste período ocorreu entre Muen Mad Man, de 50 anos, e Nai Pong Prabsabod, um homem alto com 22 anos que tinha vindo de Korat. O mais jovem lutava para vingar a morte de seu pai que foi morto durante uma disputa com Muen Mad Man que teve como palco o funeral de Khun Marupongsiripat. Dois minutos após o inicio da luta, Muen Mad foi nocauteado por Nai Pong. Os espectadores ficaram muito animados e ficaram loucos tentando parabenizar Nai Pong.

Demorou algum tempo para que a situação se acalmasse.

 

Esse tipo de situação era claramente um problema e um comitê foi designado para resolvê-la. Finalmente, foi decidido que o ringue deveria ser elevado para uma altura de 1,20 m acima do chão, l ser coberto com esteiras de grama compactadas, e rodeado por uma corda de 2,5 cm. Deveria haver espaço para cada lutador entrar no ringue próximo ao seu corner. O arbitro começava vestindo um uniforme completo de patrulha e agora havia um marcador de tempo com dois relógios. Um tambor era utilizado como o sinal para cada round e uma disputa consistia de 11 rounds de três minutos. Os lutadores deveriam parar a luta quando o arbitro dissesse, e passou a ser proibido morder o oponente ou atacá-lo enquanto ele estivesse caindo. Os lutadores tinham que ir para o córner neutro quando seu oponente caísse. Musicas para as lutas eram tocadas pela orquestra de Muen Samak Siangprachit.

 

Período do Rei Rama VII

 

Rei Pok Klaochao Yu Hua (2468-2477 do calendário budista, 1925-1934 D.C.)

 

O general Dehepasadin construiu um estádio de boxe chamado Lak Muang em Tachang (próximo ao atual Teatro Nacional). a corda do ringue era mais fina e mais forte e sem espaço para proteger os lutadores.

Combates eram organizados regularmente.

Em 2472 do calendário budista (1929 D.C.) ordens do governo exigiram que todos os lutadores utilizassem luvas de boxe. Luvas de boxe foram introduzidas na Tailândia por um lutador filipino que foi para a Tailândia para um torneio internacional de boxe. Antes da introdução das luvas de boxe houve um trágico e fatal acidente quando Nai Pae Liangprasert de Ta Sao, da província de Uttaradit, matou Nai Jia Kakamen em uma disputa que foi realizada de acordo com o estilo Kad-Chuck onde as mãos dos lutadores eram enroladas em tiras de algodão.

Em novembro de 2472 do calendário budista (1929 D.C.) Chao Khun Katatorabodee organizou pela primeira vez um torneio de boxe junto com outras festividades em um parque de diversões em Lumpini Park. Ele escolhia apenas bons lutadores para lutar todo sábado. Um homem culto e educado, ele construiu um ringue de boxe de modelo internacional com três cordas e chão de lona. Havia um córner vermelho e um azul, dois juizes, e um arbitro no ringue. Foi lá que um sino foi utilizado pela primeira vez como sinal para o início do round.

Para celebrar o a véspera do ano novo daquele ano, uma disputa foi agendada entre Samarn Dilokwilas e Det Poopinyae, acompanhado por um combate especial entre Nai Air Muangdee e Nai Suwan Niwasawat. Nai Air Muangdee foi o primeiro lutador a usar uma coquilha de metal. A partir daí tornou-se comum o uso desta.

 

Período do Rei Rama VIII

 

Rei Ananddhamahidol (2477-2489 do calendário budista, 1934-1946 D.C.)

 

Entre 2478-2484 do calendário budista (1935-1941 D.C.), um homem rico e conhecido construiu um estádio de boxe no terreno de Chao Chate. Era chamado de Estádio de Boxe Suan Chao Chate. Nos dias de hoje, é o Departamento de Treinamento de Oficiais Reservistas.

O estádio foi administrado pelos militares e isto provou ser um ótimo negocio. Algumas das verbas eram doadas para dar apoio às atividades militares. Após vários anos, a Segunda Guerra Mundial estourou. Neste tempo o estádio estava fechado. Tropas japonesas desembarcaram na Tailândia no dia 8 de Dezembro de 2484 do calendário budista (1941 D.C.).

De 2485-2487 do calendário budista (1942-1944 D.C.), enquanto a guerra continuava, lutas eram organizadas em cinemas durante o dia. Havia estádios de boxe em Patanakarn, Ta Prachan ,e Wongwian Yai onde o público podia se entreter.

No dia 23 de Dezembro, ano 2488 do calendário budista (1945 D.C.), o estádio de boxe Ratchadamnern foi oficialmente aberto. O Sr. Pramote Puengsoonthorn era o seu dono e Praya Chindharak era o administrador. O promotor era o Sr. Chit Ampolsin (Kru Chit). Combates eram organizados todos os domingos das 4 as 7 p.m. as regras eram as do Departamento de Educação Física. Os combates eram de cinco rounds de três minutos cada, com dois minutos de descanso entre os rounds. Os lutadores eram pesados em pedras. Dois anos depois, a medida de peso quilograma foi adotada na pesagem, e em 2491 do calendário budista (1948 D.C.) libras foram adotadas como medida para pesar os lutadores para que fosse de acordo com o modelo internacional. As divisões eram realizadas de acordo com o peso, por exemplo, não acima de 112 libras. Cada grupo de peso recebeu o nome correspondente às regras internacionais, tais como peso-mosca e peso-pesado. Disputas eram realizadas para selecionar o campeão de cada categoria, seguindo o modelo internacional. Muitas adições foram feitas às regras do Muay Thai. Passou a ser proibido acertar as Partes íntimas já que essa técnica tornou-se impopular por ser considerada como um golpe que denegria a arte do Boxe Tailandês.

O Muay Thai continua sendo uma forma de arte nacional. Se todos os grupos concordarem em ajudar a levantar e conservar esta forma de arte marcial, e passa-la através de gerações, ela continuará sendo uma posse valiosa da nação da Tailândia.

 

Tradução de Alfredo Neto (do livro referenciado acima), Londrina, alfrneto@yahoo.com.br.






Este trecho do livro traduzido por Alfredo ajuda a entender toda a cronologia do Muay Thai e pelas fases que passou esta incrível arte marcial.

Outro trecho do livro, dentro deste primeiro capítulo fala sobre tradições e rituais, desta vez a versão em português foi feita por mim, é importante dizer que alguns trechos foram eliminados por não conseguir uma tradução “fiel” e que pudesse acrescentar algo à nossa pesquisa, como segue:



Muay Thai Tradições e Rituais

 Música para o Muay Thai

 

O Muay Thai teve desenvolvimento ao longo do tempo, mas o que permaneceu inalterado com o passar do tempo é o uso da flauta e acompanhamento musical de percussão para a luta, é considerada uma característica única do Muay Thai.

Para a dança um meio é usar um gravador (Fita, CD), mas para a luta é necessário ter musica ao vivo. Para os rituais preparatórios para a luta e enquanto o lutador se prepara (sozinho) os ritmos da musica aumenta para encorajar os lutadores a colocar à frente todo seu ânimo. São  três instrumentos para a realização da música para o Muay Thai.

A Flauta de Java (Pi)

 

Ching

Glawng Khaek

 

Iniciando o Ritual de Preparação

O Lutadores de Muay Thai acreditam em feitiços Mágicos, e acreditam  na crença que podem com a magia paralisar o oponente, atrapalhando-o na luta. Os lutadores sabem “recitar” os encantamentos, principalmente aqueles para afastar os assombros (o medo) e para se manterem concentrados, aumentar a força e a coragem para lutar.

Em geral, os estudantes de Muay Thai sofrem um processo de Iniciação, uma cerimônia. Normalmente ocorre em uma Quinta-feira, pois quinta-feira é o dia do Deus das Artes e da Destreza, o estudante deve levar flores, incenso, velas, toalhas e água à casa do mestre.

Traria com ele também 6 moedas (de vinte e cinco “centavos”) de Satang e 6 tiras de pano branco de algodão. Dependendo da quantidade de estudantes que devem ser iniciados, uma festa pequena é preparada, com carne de porco, pato, e galinha e com outros alimentos e frutas.

O Professor/Mestre levanta as luvas ou o laurel sagrado (acho que refere-se a uma espécie de Mongkon ou paprachiat) de algodão e levantá-o acima de sua cabeça, então os estudantes a serem iniciados curvar-se-iam ao professor três vezes e colocariam o braço para frente a ser prendido pelo professor a luva ou o laurel. O professor e o estudante devem prender o artigo quando o professor começar a invocar a benção do conhecimento:

Buddhang Prasit Dhammang Prasit Sangkang Prasit, Narayana is Chao Prasit Pawantute” (que significa esse quem conferencia conhecimento).

Quando o professor libera as mãos do estudante, prende então o artigo acima de sua cabeça para demonstrar respeito a Rama, onde curva três vezes, ele então encara o professor e curva-se mais três vezes para ele. O professor faz então a seguinte invocação:

Siddhi Kijang, Siddhi Kammang, Siddhi Techo, Chaiyo Nijang, Chaiya Siddhi Pawantute”

Se houver a carne de porco ou o pato etc., então o professor pegará uma faca e cortará uma parte que oferecerá esta ao estudante, enquanto recita:

Este objeto for dado por Narayana a todos seus pupilos (discípulos) de modo que pudessem ser poderosos e apreciar felicidade duradoura”.

O estudante faz um outro sinal do respeito e come a parte de carne. Há sempre um recipiente grande da água sagrada e uma estatua de Buddha, que é colocado no meio para ser testemunha da cerimônia. A água sagrada é polvilhada no estudante e o professor ofereceria ao estudante usar até que se acabe (neste ultimo trecho à duvida, poderia ser rasga-lo com desgaste) o laurel sagrado de algodão, que é governado com o seguinte encantamento:

Om Sri Siddhi Deja Chana Satru Na, Ma, Pa, Ta - você vê-me. Sua mente seria obscura, preocupada, sem os sentidos (influências) de Namo Buddhaya, que fez você ser encantado, acreditando que eu sou Ong Promma Chaiya Siddhi Pawantume ".

 

Um encantamento usado pelo rei Naresuan, é usado frequentemente nesta cerimônia:  “Pra Chao 5 Pra Ong” (cinco deuses) Namo Buddhaya;

 

Na Yan Bot Songkram (Na a região da guerra), Ma Tid tam Satru (MA persegue o inimigo), Bud Tor Su Pai Rin, (Bud luta com o adversário) Cha Sin Pol Krai (Dha conquista todas as forças) Ya Chok Chai Chana (Ya vitória e gloria).

 

O Rei Naresuan usou o seguinte encantamento para acoplar o inimigo na batalha ao lutarem próximos. (esta frase precisa ser melhor traduzida.)

 

Na Dej Rukran (Na, poder invade), Ma Tao Harn Fan Fad (Ma, coragem em golpear), Pa Pikat Home Huek (Pa, destrói sem medo), Ta Prab Suek Toi Tod (Ta, repele o inimigo).

 

Ritual de preparação para a luta (Ritual Pré-Luta)

 

Quando os lutadores entram no Ringue, estão usando um Mongkon em suas cabeças, e Pong Malai em torno de seus pescoços.

O Mongkon (ou Mangala) é a faixa que é usada sempre por lutadores de Muay Thai. É feita geralmente de um fio de algodão especial, que é enrolado com cuidado em um material especial que confere seu formato. Este artigo é usado para representar o gym (Seria como academia no Brasil) que você representa. É essencialmente uma coroa. Os lutadores nunca possuem um Mongkon deles mesmos, ele são propriedade do gym (Academia). Também, os lutadores também não podem tocar no Mongkon ele é colocado e removido de suas cabeças por seu Kru ou instrutor. Serve para lembrar o lutador que está no Ringue que ele representa seu gym e não ele mesmo. No passado, cada gym teve um Mongkon distinto, e poderia-se identificar de que gym um lutador era pelo seu Mongkon.

Pong Malai é como uma grinaldas de flores usada em torno do pescoço do lutador quando entra no Ringue. Pong Malai traduz literalmente como “grupo de flores”. É quase idêntico a finalidade dada pelos  havaianos. Pong Malai é dado a um lutador por amigos e serve como desejo de boa sorte. Pong Malai faz parte da cultura Thai fora do Ringue de boxe. Outra vez, bem como aos havaianos.

Quando o lutador pisa no ringue, ele vai sempre sobre a corda mais alta do ring. NUNCA sob ou entre as cordas. Este é um gesto simbólico relacionado à cultura Thai. Na cultura Thai, a cabeça de uma pessoa é considerada a parte mais importante do corpo, praticamente um objeto sagrado. Os pés, pelo contraste, são considerados humildes e sujos. Um lutador deve SEMPRE entrar no Ringue sobre a corda superior de modo a não permitir que sua cabeça vá abaixo de qualquer coisa.

Quando o lutador está no Ringue, ele vai ao centro e se curva a cada um dos quatro lados do Ringue, demonstrando seu respeito às pessoas que pagaram para vê-lo lutar.

O lutador retorna então a seu canto e se estiver usando uma veste, seu instrutor irá removê-la para que comece a real cerimônia de luta (de preparação para a luta ou pré-luta).

Começando em seu próprio canto, o lutador coloca seu braço direito sobre a corda mais alta do Ringue e anda no sentido anti-horário em torno do Ringue, simbolicamente “selando o Ringue”. O ato de selar o Ringue representa uma indicação a seu oponente: “Agora é somente eu e você.” Este ato representa isolar para fora do ringue toda a multidão, seus instrutores, os juizes, todos. “Agora é somente eu e você!! Mano a mano”.

Após o ato de selar (isolar) o Ringue, o lutador posiciona-se então sozinho no centro do Ringue e ajoelha-se e curva-se na direção de sua cidade, ou de seus gym (Academia). Executa três curvas, tocando sua testa no chão. Isto é chamado o WAI KRU (Wai – Curvar-se , Kru - professor). Estas três curvas podem trazer um significado diferente com cada lutador, mas em nosso gym, nós pensamos delas como prestando respeito a seus professor, gym (academia), sua família, e finalmente a seu Deus/Divindade.

O lutador começa então um elaborado ritual de dança chamado o RAM MUAY. O lutador executará muitos movimentos complexos, que imitam frequentemente animais ou profissões. No RAM MUAY de SuriyaSak, nós executamos movimentos que imitam uma andorinha, um caçador, um soldado, e um carrasco.

A RAM MUAY originou antes que houvesse os Ringues. Inicialmente, estes movimentos eram para o lutador aquecer-se, esticando, e testando a terra da área de combate predeterminada. Com o tempo, estes movimentos foram transformados nos rituais elaborados de hoje.

 

O Ram Muay serve ainda a uma finalidade prática na preparação da luta, além do "rito cultural". Os movimentos são projetados de modo que estiquem principais músculos do corpo. O Ram Muay é usado também por lutadores como um "tempo pessoal", permitindo lhe um minuto antes da competição.

 

Uma vez que o Ram Muay está terminado, o lutador se curva para o canto do seu oponente para demonstrar respeito a ele e a seu gym, e retornam cada um a seus próprios cantos para as bênçãos finais por seu treinador (Kru). O Kru então remove o Mongkon da cabeça do lutador e o Pong Malai em torno de seu pescoçoa e pendura-os no poste (corner) do Ringue.

Os lutadores também utilizam geralmente um cordão em torno de seu bíceps chamado o Kruang Ruang (armband) ou Paprachiat (encanto de boa sorte). Estes são dados geralmente ao lutador como encantos de Boa sorte pela família próxima ou por Monges como talismãs para proteção para não se machucarem. Estes armbands são usados durante toda a luta.

 

A prática de usar Mongkons e Kruang Ruang/Paprachiats acredita-se ter originado durante as idades medievais na Tailândia em que o Thai era utilizado frequentemente na guerra. Os soldados usavam geralmente uma bandagem na Cabeça e os armbands feitos do material que lhes tivesse um significado especial, tais como um pedaço de pano da roupa dos familiares ou até mesmo cabelos enrolados junto a este. Os artefatos religiosos às vezes pequenos foram envolvidos acima e usados como referencias de Buddha.

 

Em todo o caso, as tradições e os rituais acima são as práticas mais comuns associadas com o Thai boxe (Muay Thai). Embora todos estas tradições e rituais foram influenciados pela religião de Thai (Budismo, Hinduísmo, e Islamismo), não são de natureza religiosa. Estes rituais e tradições transcendem a opinião religiosa Thai, porque são parte de uma cultura maior que é Tailândia.

 

Wai Kru

 

Wai Kru é uma demonstração de respeito e da gratidão dos seguidores (pupilos) a seu professor na submissão ao treinamento ensinando, uma forma de homenagear o mestre. Wai Kru é tradicionalmente praticado por Thais de várias profissões e artes, por exemplo, dançarinos, lutadores de espada, músicos, estudantes acadêmicos, e naturalmente os lutadores de Muay Thai, que não são nenhuma exceção. "Wai" significa pagar o respeito, homenagear, unindo ambas as mãos na frente do tórax. A demonstração de Wai Kru implica não somente pagar o respeito, homenagear, o professor atual, mas inclui também o respeito a todos os professores/mestres da disciplina.

 

As cerimônias de Wai Kru ocorrem preferencialmente em quintas-feiras, que se acredita ser o dia dos Mestres/Professores. Nesse dia, os pupilos apresentam determinadas ofertas, geralmente flores, dinheiro, pano, etc., à pessoa que os aceitou como seus estudantes. Os pupilos fazem um voto que estudarão seriamente e pacientemente, o respeitarão e se comportarão com seus companheiros e usarão corretamente o conhecimento ganho.

 

Wai Kru é chamado Kheun Kru (a cerimônia inicial de homenagear o mestre). Subseqüentemente prestarão homenagem a seu mestre a cada ano, que é chamado "Yohk Kru", mas sempre que os pupilos (estudantes/discípulos) pretendem usar o conhecimento ensinado a eles, começarão sempre pagando o respeito (homenageando) a seu mestre; esta ação é chamada Wai Kru ou Bucha Kru (para prestar homenagem ao mestre).

 

No Muay Thai, o lutador sempre prefaciará a luta com o Wai Kru e esta tradição é praticada ainda hoje em dia. Esta cerimônia é executada geralmente com a estimulante música Thai com as flautas e tambores e com a Ram inicial Muay (os movimentos do lutador). O Wai Kru e ram Muay é útil, o lutador é incentivado a homenagear seu professor e o sente que não está sozinho: tem seu professor e os outros professores com ele. O processo de Wai Kru dar-lhe-á também um momento de concentrar e revisar o que aprendeu de bom, mostra a natureza de suas armas e o grau elevado de sua habilidade. As etapas, o movimento e o uso de suas armas são projetados para aquecer os músculos do corpo, examinar o campo do jogo, e esconder o estilo de sua luta.

Por Thiago Pedro Pinto.






O livro segue dando exemplos de movimentos de Way Kru, que ainda precisam ser melhores traduzidos para podermos colocar aqui.

Outra questão que estava pesquisando e gostaria de colocar aqui o que encontrei até então, é sobre os diversos Estilos de Muay Thai existentes na Tailândia, não sei se podemos afirmar a existência de Muay Thais diferentes, mas podemos dizer sim que cada academia, cada Kru possui algumas peculiaridades que podem definir melhor o seu Estilo de luta, estas nuances podem ficar mais claras quando reparamos nas bases e posturas dos lutadores tailandeses, em um site francês encontrei as informações descritas abaixo, também foi feita uma versão assim como no fragmento acima:

 

Os antigos estilos de Muay Thai

 

Paak Tai – os estilos do sul

 

O Muay Chaiya

 

O Muay Chaiya é um estilo do sul de Tailândia, criado na cidade de Chaiya da província de Surathani.

O Muay Chaiya é caracterizado por uma posição muito baixa e compacta, com o centro de gravidade entre as pernas. Os joelhos estão curvados e todos os membros atacam e podem ser usados como proteção contra qualquer ataque. Em Muay Chaiya, são colocados os punhos um mais alto que o outro, formando um guarda alta.

O Muay Chaiya tem em especial os bloqueios com os cotovelos e os joelhos. As pernas ou os braços estão curvados, até mesmo na hora de ataques, os membros nunca são completamente relaxados. Alguns nomeiam isto o "estilo de Durian" em associação a uma fruta coberta com espinhos muito duros.

Os deslocamentos são rápidos e dinâmicos, às vezes o peso do corpo é colocado completamente em uma das pernas. Os pugilistas deste estilo freqüentemente estão em movimento, com movimentos rápidos. Os ataques são verdadeiras enxurrada de golpes, como rajadas, de todos possíveis ângulos. O Muay Chaiya é considerado por muitos mestres como um estilo híbrido, talvez porque o Ajarn Por Bronzeado Arruina trouxe seu estilo de Bangkok.

Muay Maa Yang

Muay Maa Yang é outro estilo subestimado de Muay Thaï original do sul. Apelidado de "Maa Yang" vem da expressão "Jaunts". O criador deste estilo foi chamado "Kruu Tankee". A posição de base deste estilo é uma perna elevada, com uma mão perto do quadril e a outra perto da face, em posição de defesa.

O mestre deste estilo, "Kruu Tankee" era reputado por sua crueldade na hora das lutas e era um mestre mal amado. Conta-se que na hora de uma briga com mestre de Muay Chayia, perdeu um olho, mas continuou lutando. Vindo a sucumbir depois de um tempo por causa do ferimento.

Muay Korat - Leste

 

O Muay Korat leva o nome do lugar onde este estilo nasceu: Na Korat Rachasima que fica situado no centro de Tailândia.

O Muay Korat se aparece ao público durante o regime do rei Remou IV, mas talvez ele exista a mais de 1000 anos.

Outro estudante desta arte, dirigido por Phra Hemsamahan, era Kruu Bua Wathim. Ele é considerado como o principal lutador de Muay Korat. O Muay Korat é considerado como sendo o estilo de Muay Thaï do Leste. 

A posição em Muay Korat é bem diferente dos outros estilos. A posição é bastante longa e muito estreita com os 2 pés quase alinhados,  que apontando para frente. As mãos são colocadas à pessoa em frente ao outro, alinhadas em frente ao nariz. As duas pernas são usadas para golpear ou usa-se o jogo de perna para virar ao redor do adversário. O centro de gravidade está colocado sobre perna dianteira.

Os golpes de pés e punhos do Muay Korat são completamente certeiros. O pontapé se faz em arco de círculo, podendo alcançar a cabeça ou o pescoço do adversário.

Este estilo de Muay Thai prefere interceptar um ataque com bloqueios e os golpes simultâneos. É raro que o Korat ensine aos alunos bloquear para depois atacar. O estilo de jogo de perna usado é "Suua Yang", “O passeio do Tigre”. Estas técnicas requer um bom cuidado. A arma mais poderosa em Muay Korat é chamada" Viang Kwai ", que pode ser traduzida como “O golpe do Búfalo”. Esta técnica é executada depois de um golpe de pés e usa o punho para bater o adversário atrás da orelha.

Em certa época, os lutadores de Muay Korat seguiam um Código Budista conhecido como “Pecado Haa”, os 5 preceitos. A meditação era uma parte muito importante da prática deles, seguida por um respeito grande pelo “eldests” e a regra de ouro era não lutarem no ring com outros lutadores de Muay Korat (da mesma academia).

 

Achei muito interessante este artigo anterior, pena o original estar em francês, o que dificultou muito o acesso a ele, o artigo original trás muito mais informações do que as descritas aqui, e pode ser acessado em < http://www.tpg-nakmuay.com >. Neste mesmo site ele fala também de Muay Boran, ou simplesmente Boran, ainda não coloquei nada neste texto pois ainda faltam esclarecimentos melhores sobre este tema. Um site que trás um pouco da técnica de Muay Thai é <http://www.muaythai.com.br/bangkokteam/index.htm> e também <http://www.oocities.com/Colosseum/Mound/1830/thai.html> que trás golpes e diversos links.

Outra página que trás muitas informações sobre os diversos estilos antigos de Muay Thai é <http://www.ancientmuaythai.com/styles/muay_thai.htm>, nesta pesquisa encontrei ainda, neste mesmo site, um "novo" estilo, onde volta-se muito para a parte espiritual, com diversas regras de conduta, que devem ser seguidas rigorosamente, denominado MUAY THAI SANGHA, o site trás diversas informações sobre o estilo, desde de sua filosofia.

Para não carregar muito a página, coloquei nesta outra, uma sessão de golpes e técnicas de mestres, a página possui muitas fotos, acesse o link golpes vale apena conferir.

Nesta outra página que apresentarei agora coloquei informações sobre os equipamentos e materiais utilizados na prática do Muay Thai, nesta página acabo por falar também em graduação no Muay Thai: Equipamentos.

Por fim, gostaria de agradecer os “contribuintes” diretos desta página: Alfredo Neto, Tarig, Mestre João Emílio, Prof. Boinha, Prof. Fabiano; e todos os contribuintes indiretos, impossíveis de enumerar.

 

Em breve espero atualizar a página e acrescentar novas informações.

 




Thiago Pedro Pinto  - dezembro de 2006.

Todos os direitos Reservados

 Golpes e Técnicas de Muay Thai

Equipamentos e Materiais

thiagopedropinto@yahoo.com.br

 



Links em Geral:

http://www.muaythai.com.br/bangkokteam/index.htm

http://www.fpmt.com.br/index2.htm

http://www.rawaimuaythai.com

http://www.ancientmuaythai.com/contact/index.htm

http://www.wingthaigym.ch/seite1.htm

http://www.tpg-nakmuay.com/

http://www.krumuaythai.com



1