Questão de Escolha
Obra publicada em 2001
As folhas, na ocasião própria, caem dos galhos; os seres deixam o mundo; as águas se unem aos mares e sobem para os céus. Será que também o ser humano não é levado para o infinito, já que tudo vai para o espaço? Já pensou nisso?!
Tânia Martins
DEDICATÓRIA:
* À minha família
* Aos meus amigos e a todos aqueles que colaboraram para que esta minha
escolha não se tornasse uma questão.
* Aos meus amores, tantos e tão intensos; inspiração dos meus versos; motivos de risos e lágrimas, encontros e desencontros mas sobretudo a descoberta de pessoas maravilhosas, outras nem tanto...
EXCERTOS (clique no link para ler):
INSATISFAÇÃO
NOSSO AMOR NÃO ERA
INSENSATEZ
FIM DE CASO (sem título)
PEQUENAS VERDADES
VIS MORTAIS
POEMA SIMPLES
AQUI
SEM VOCÊ
CONTRAMÃO
LIGA NÃO ...É A LEI
Clique no botão, para voltar
Poesia de Tânia Martins - Academia Caetiteense de Letras - Caetité - Bahia - 2003 - Todos os direitos pertencem à Autora.
1