Uma (breve) resenha de um Conto de Natal
VARZIM SPORT CLUB
Uma (breve) resenha de um conto de Natal
 
Fundado em 25 de Dezembro de 1915, sob a denominação de Varzim Foot-Ball Club, adopta em 25 de Março 1916 a designação de Varzim Sport Club na Assembleia Geral em que foi aprovada a sua fusão com o União Foot-Ball Club.
Nesse mesmo ano, o Governo Civil do Porto aprovou os Estatutos do Clube e foram eleitos os primeiros corpos gerentes; de imediato foi feito, pelos próprios jogadores, o primeiro campo de jogos, no Largo Cego do Maio (onde actualmente é o Passeio Alegre).
Ainda em 1916, foram escolhidos os equipamentos do Clube: camisolas pretas e calções brancos para o futebol, camisolas brancas com uma risca preta em diagonal sobre o peito para o remo, natação e basquetebol. Foi também nesse ano de 1916 que o Varzim se filiou na Associação de Futebol do Porto.
Em 1918, o Varzim adoptou novo equipamento, que ainda hoje se mantém: camisolas pretas e brancas, às listas verticais, e calções pretos.
Na temporada de 1919/20, o Varzim conquistou o seu primeiro troféu
- A Taça Eça de Queiroz.
Em 20 de Março de 1921 é editado o primeiro número de "A Póvoa Desportiva", órgão oficial do Varzim Sport Club.
Na temporada 1926/27 o Varzim conquista o primeiro título oficial
- é Campeão Concelhio da Promoção.
Em 1929 é concedida ao Clube autorização para contrair um empréstimo destinado à compra dos terrenos onde actualmente se situa o Estádio - terrenos que só foram comprados em 1932, volvidos três anos. Antes de utilizar este terreno, a equipa de futebol jogou num campo próximo do local onde agora se situa a Basílica do Sagrado Coração de Jesus.
Em 1937, a Câmara da Póvoa concedeu ao Varzim, então com 22 anos de existência, a Medalha de Prata do Reconhecimento Poveiro.
Em 1944, e após 4 anos de interregno na prática do futebol, o Varzim retoma a actividade, iniciando-se pela extinta Promoção da Associação de Futebol do Porto, percorrendo, desde então, todos os Campeonatos do Futebol português, a nível regional e nacional, desde a III Regional à I Divisão Nacional.
Em 1945 é construída no Estádio do Varzim a primeira bancada central.
Na temporada de 1946/47 conquista o primeiro título distrital - o de Campeão da 2.ª Divisão da Associação de Futebol do Porto, proeza que repetiria na época de 1955/56.
Depois o Varzim abandona de vez a 2.ª Divisão Distrital e, em três anos consecutivos, conquista o título de Campeão da 1.ª Divisão da Associação de Futebol do Porto, nas épocas de 1959/60, 1960/61 e 1961/62; mas só nesta última tem direito a abandonar os campeonatos distritais, já que, na mesma temporada, conquista, igualmente, o título de Campeão Nacional da 3.ª Divisão, campeonato que, nessa altura, era disputado pelos clubes melhores classificados nos Campeonatos Regionais.
Equipa que em 62/63 levou pela 1.ª vez o Varzim à 1.ªDivisão
Logo na época seguinte, o Varzim conquista o título de Campeão Nacional da 2.ª Divisão, subindo automaticamente à 1.ª Divisão, precisamente na mesma época (1962/63) em que participa pela primeira vez na Taça de Portugal. Já na 1.ª Divisão, o Estádio do Varzim passa por grandes transformações: em 1964 é construída a bancada superior, é feito o arrelvamento do terreno de jogo e construído o campo de treinos.
Em 12 de Janeiro de 1966, quando o Varzim comemora as suas Bodas De Ouro, o Governo Atribuiu-lhe a Medalha de Bons Serviços Desportivos.
No ano seguinte, a 10 de Novembro, é nomeado Sócio Honorário da Associação de Futebol do Porto.
Em 6 de Maio de 1969 é instituído o Conselho Geral.
Em 1973, é criado o Jornal "O Varzim".
Na temporada de 1975/76, conquista o seu segundo título de Campeão Nacional da II Divisão, onde entretanto caíra.
Em 5 de Novembro de 1980, o Governo considera o Varzim como Clube de Utilidade Pública, concedendo-lhe o respectivo diploma.
Em 1982, é ampliado o topo norte do Estádio.
Em 1987, o Clube é dotado de novos Estatutos, Regulamento Interno e Lei Eleitoral: é criado o Conselho Varzinista: é criada a Comissão de Obras, que dá início à construção da bancada no topo sul, é instituído o Troféu Lobo do Mar.
Por altura das comemorações das Bodas de Diamante, no jantar comemorativo, em 16 de Fevereiro de 1991, o Governo entrega ao Varzim a Medalha de Mérito Desportivo.
Na época de 1995/96, o Varzim conquista o título de Campeão Nacional da II Divisão B de Futebol, depois de ter garantida a subida à II Divisão de Honra.
Por ser considerado, com toda a justiça, como o maior clube e o mais representativo da Póvoa de Varzim, a Câmara Municipal atribui-lhe o nome de uma rua a norte do seu Estádio, na Avenida Marginal.
Centenas de atletas movimentam o Varzim no futebol, quer a nível profissional (o de maior escala) quer nas camadas jovens, de que possui uma das melhores escolas do país.
Para além dos títulos ganhos no futebol, o Varzim também os conquistou, a nível nacional e distrital, no Atletismo e no Voleibol.
1