Associação CAUÉ - Amigos de São Tomé e Príncipe

Campanha de reconhecimento histórico


SÃO TOMÉ x BIAFRA

40 aniversário do conflicto de Biafra e da ponte aérea humanitária desde São Tomé

Català - Español - English

Os restos dos Loockhead Constellation da CANAIRELIEF no aeroporto de São Tomé, que poderiam constituir um magnífico monumento à ajuda humanitária

(foto: Jakob Ringler, em Connie Survivors)

Há 40 anos, o 30 de maio de 1967, proclamou-se a República de Biafra, separando-se da Nigéria tras as convulsões políticas e matanças indiscriminadas que seguiram aos primeiros anos daquela federação. Essa proclamação foi o detonante de uma das guerras mais sangrentas que nunca tem visto o mundo -a Guerra de Biafra- e um dos maiores genocídios, que inclueu a mais terrível das fomes: mais de 1.500.000 civis, a maior parte crianças, sucumberam ao drama.

Desde julho de 1968 até Janeiro de 1970, a Joint Churches Aid (Ajuda Conjunta das Igrejas) organizaram desde São Tomé uma ponte aérea humanitária que, graças a perícia dos pilotos de diferentes nacionalidades em perigosos voos nocturnos, burlando a artilharia nigeriana, abasteceu no mais básico aos assediados biafreses. Os aviões da JCA, ficeram inumeráveis viágens (os faziam várias vezes ao longe na noite) e participaram na evaquação da população indefesa onde o genocídio era certo.

Os coordenadores do JCA, as autoridades da Ilha e a população civil empregaram-se a fundo no operativo da ajuda humanitária, com feitos heróicos (ou simplesmente humanos) que foram gravados na mente das pessoas que viveram esse momento; mesmo na recordação, nas lendas e no imaginário popular. O porto e o aeroporto de São Tomé registraram uma actividade tão intensa como nunca tinha acontezido lá; o seu mercado encheou-se de cooperantes, religiosos, mêdicos, logistas e militares…, mas também de aventureiros, mercenários, contrabandistas e especuladores vindos dos lugares mais remotos do planeta. São Tomé converteu-se naquela altura em um "hub" de apoio internacional e o seu nome passou outra vez a pôr-se no mapa mundial, nessa altura como a capital da humanidade mais sentida que lutava contra o exercício da violência mais brutal e a irracionalidade.

Na actualidade os restos de dois dos aviões utilizados nessa ponte humanitária, dois "Lockheed Constellation" ("Connies"), abandonados às inclemências do clima desde o fim da guerra, são os testemunhos silenciosos desse episódio, quase esquecido, da história contemporánea de São Tomé e da África Occidental.


Uma iniciativa popular internacional

Os membros da Associação Caué, Amigos de São Tomé e Príncipe, achamos que, tras tantos anos de cumprir essa função de recordatório na memória local, de última evidência, é preciso reconhecer essos aviões como património da História de São Tomé e da História Universal, como monumento à ajuda humanitária e como homenágem a todas essas pessoas que profissionalmente ou como voluntários participaram em mitigar o sofrimento do povo biafrês.

Apelamos aos santomenses e aos amigos de São Tomé e Príncipe, às instituções, entidades, ONG, empresas, etc, aos cidadanos do mundo, a lembrar por escrito ou em voz alta aquela história a través do nosso Grupo STP ou a través dos meios de comunicação convencionais e expressar assim as suas vivências, experiências, memórias e opiniões sobre este tema,

e também a juntar-se no pedido ao Governo da República Democrática de São Tomé e Príncipe da consideração dos restos das duas aeronaves como monumento nacional, e por tanto o reconhecemiento da sua preservação para a memória histórica.


A nossa proposta (iniciativa popular internacional):

CONVERTER / DECLARAR OS RESTOS DOS DOIS AVIÕES LOCKHEED CONSTELLATION EM UM MONUMENTO INTERNACIONAL À AJUDA HUMANITÁRIA, FORMANDO PARTE DO PATRIMÓNIO NACIONAL SANTOMENSE

  • Declaração dos aviões e do seu recinto como monumento histórico da República de São Tomé e Príncipe e catalogação oficial
  • Restauração e consolidação dos aviões
  • Condicionamento de um dos aparatos para museu da ajuda humanitária e a história da ponte aérea a Biafra
  • Instalação de uma praca de homenágem aos homens e mulheres que pariciparam na ponte aérea
  • Organização de conferências e exposições


 DÁ O TEU APOIO À INICIATIVA POPULAR

 LISTA DE ADESÕES

 DEBATE NO GRUPO STP


 Localização no aeroporto de São Tomé

 Fotografias Set. 2007

 Presentação do projeto em São Tomé Set. 2007

 Artigo no "Correio da Semana" Dez. 2007

 Bibiliografia básica e documentação na rede

 

 

Projetos - Atividades e actos públicos

Índice geral

Home

Mail > Web master

1