Metodologia:

Metodologia: Utilizada nos cursos de graduação ultimamente   Voltar.gif (1277 bytes)

 

A utilização de um método é um dos pontos principais numa pesquisa cientifica. O método é um conjunto de princípios que norteiam, orientam a conduta do pesquisador durante o decorrer de sua pesquisa. Por meio dele o cientista garante a validade do conhecimento descoberto sendo a parte mais importante da pesquisa.

O método científico incorpora os princípios da verificação empírica , definição operacional, observação controlada, generalização estatística e confirmação empírica.

A verificação empírica consiste em trabalhar com o teste da observação e com constructos que sejam observáveis. Existem três tipos de técnicas de observação e mensuração. A primeira grava a freqüência de um intervalo com que o fenômeno ocorre dentro de um intervalo específico de tempo. A Segunda técnica grava a duração do fenômeno, por exemplo a quantidade de tempo que um determinado que um sujeito se. engaja numa determinada tarefa durante um determinado intervalo de tempo. A terceira técnica grava foi denominada como observação do tempo de amostra que se refere a ocorrência ou não ocorrência do fenômeno durante um determinado período de tempo.

A definição operacional consiste em definir cuidadosamente os termos a serem utilizadas na experimentação. Deve ser feita de uma forma clara e precisa com o objetivo de que dois ou mais observadores cheguem a um conserto sobre o conceito estudado revelando quais operações e critérios devem ser considerados no momento da observação .

A observação controlada consiste em procurar a forma mais adequada para a mensuração das variáveis envolvidas. Devem ser considerados todos os elementos envolvidos, desde a pertinência da técnica e ou instrumento, até a influência do pesquisador na escolha dos dados.

A generalização estatística é a condição de se estender a validade do conhecimento descoberto em estudo ás outras partes da população. Na área da Psicologia existe uma margem de erro de 0,05 ou seja 5% de erro (Witter,1996). Esse resultado mostra que a maioria dos estudos pode ser generalizada para 95% da mesma população. Num primeiro momento essa margem de erro pode ser considerada pequena, mas é muito significativa se for analisada em comparação com a Medicina (um erro a cada cem mil casos).

A confirmação empírica consiste na possibilidade de se reaplicar o experimento e chegar a resultados estatisticamente semelhante.

1