Ufologia - Casos Ufológicos - Parte I


O texto é grande, pode demorar um pouco para carregar....

15/02/99

Dois OVNIs avistados na Califórnia

CNN - pela segunda vez este mês Californianos do norte relataram o
avistamento de uma luz brilhante no céu San Francisco e nas proximidades de
Sacramento por volta das 19:00 hs. de quinta-feira, 11/02/99. Uma pessoa
relatou que o objeto "estava voando acima das árvores" e parecia ter
"foguetes acima da cauda". Um astrônomo que não viu o ÓVNI diz que era
provavelmente um fireball ou um meteoro. Os oficiais na base da força aérea
mais próxima dizem que as forças armadas não lançaram nenhum míssil na área
naquela noite. A primeira luz brilhante, que foi testemunhada na
terça-feira, dia 09/02/99, parecia um meteoro do tamanho de um carro e
cruzou o céu no sentido ocidental, de Las Vegas a San Francisco.

11/03/99

Tripulação de Vôo comercial sofre queimaduras com “Onda de Luz Verde”

No dia 13 de março de 1999 o National UFO Reporting Center recebeu um relato
completo do avistamento informado por uma tripulação de um avião comercial e
apresentado por Art Bell em seu programa do dia 12 de março. Art Bell
recebeu um fax de um indivíduo que se identificou como membro da tripulação
de um avião comercial. O anônimo afirmou que ele e outro membro da
tripulação de cabine tinham sofrido uma sensação ardente da pele nas faces
logo após ter testemunhado uma luz verde peculiar se aproximar do avião por
volta das 21h00 de quinta-feira, 11 de março de 1999. Na hora do incidente,
a aeronave estava nos sobre o meio-oeste dos Estados Unidos. Segundo o
tripulante o avistamento se deu quando eles estavam preparando a
aterrissagem. Ele conta que testemunhou em muitas ocasiões as "luzes do
norte" durante os seus 10 anos de vôo, assim ele não estava prestando muita
atenção à exibição. Porém, ele comenta que a exibição na noite de 11 de
março era de tal intensidade que cobriu toda a extensão da aeronave, e que
as cores verde, vermelho, e azul refletiram a superfície metálica da
aeronave. O tripulante descreve como ele e o outro tripulante testemunharam
a aproximação de um pequeno “pulsar de luz verde,” que “se concentrou em uma
bola ‘verde ',” e se aproximou da aeronave, aparentemente a uma grande
velocidade. Imediatamente, todos os tripulantes da cabine do piloto
começaram a sofrer uma sensação nas faces, como se tivessem “queimados pelo
sol.” A tripulação pediu liberação imediata para desviar a uma altitude
diferente. Após a mudança de altitude a sensação de queima da pele
desapareceu imediatamente. Porém, no dia seguinte, o autor do relatório
notou que a pele na sua face estava “vermelha e dolorida.” O tripulante
procurou um médico pra cuidar de sua pele.

03/05/99

Tripulação de avião inglês avista óvni.

No dia 03 de fevereiro de 99 a tripulação de um avião comercial da empresa
Debonair viu um óvni quando passavam sobre o Mar do Norte, próximo à
Dinamarca. O avião ia para Humberside, Inglaterra, quando a tripulação
avistou uma luz forte sob a aeronave. Segundo o piloto a cabine ficou
iluminada. Ele relatou uma estranha luz abaixo da sua aeronave quando estava
à 28.000 pés de altitude. A área abaixo dele foi toda iluminada por 10
segundos por uma luz muito forte. O controle de tráfico aéreo informou que
não haviam outras aeronaves pela área.

O diretor da companhia foi informado que uma estranha luz vermelha foi
observada por um dos seus aviões. O jornal The Daily Mirror publicou que um
longo objeto cinzento cilíndrico, do tamanho de um navio de guerra voou ao
lado do avião. O piloto inglês ficou chocado quando viu o que pareciam ser
de janelas no óvni antes dele desaparecer a uma incrível velocidade. O
avistamento também foi informado ao Departamento de Avião Civil e ao
Ministério de Defesa (MoD) pelos radares da RAF e por outros 3 aviões.

O radar em Yorkshire detectou o objeto depois que ele entrou no espaço aéreo
inglês. Entretanto, de acordo com o jornal Daily Mail, o DAC inglês e o MoD
confirmaram que foram informados sobre os avistamentos mas não iriam fazer
investigações sobre o fato.

28/12/98

Perseguição a óvni nos céus de Porto Rico

No dia 28 de dezembro de 1988, às 19:45, moradores de Betances, Porto Rico,
ouviram um som igual à de aviões à jato. "Minha mulher foi para a janela ver
o que era", disse Wilson Sosa e um pouco depois ela veio correndo me chamar
para ver algo. Eu fui e vi um enorme óvni piscando várias luzes coloridas
vindo de Sierra Bermeja.

Corri para pegar meus binóculos, sempre tenho eles à mão, pois aqui aparecem
muitas luzes estranhas e pude claramente ver que o objeto era um enorme
triângulo.

Ele veio de frente, depois virou-se e então vimos dois caças atrás
dele...ele era tão grande quanto uma quadra de basquete aqui do parque.

Tinha um Jato do seu lado direito e outro do lado esquerdo. Eles pareciam
mosquitos perto do óvni. As pessoas se assustaram porque parecia que o jato
iria colidir com aquilo...e então o jato desapareceu. Eu não sei se ele
entrou dentro do óvni ou o que aconteceu, mas as luzes do avião sumiram.

Depois o óvni se virou para a esquerda e o segundo caça desapareceu também.
As suas luzes e o barulho desapareceram. O óvni ainda ficou lá por alguns
minutos e depois baixou, pairou e se separou em duas partes do cume à base
do triângulo, deixando um clarão de luz vermelha. Os dois triângulos menores
partiram rapidamente em direções opostas".

Porto Rico tem várias bases militares e vários tipos de jatos, como F-14 que
poderiam ter ido investigar, mas os militares afirmam que não perderam
nenhum avião. Nenhum traço de acidente foi encontrado. O Sr. Sosa afirmou
logo após o avistamento que ele foi procurado por dois oficiais da
Aeronáutica que o advertiram para não falar sobre o assunto, mas ele
ignorou.

25/04/98

Grande UFO sobre Antelope Valley, Califórnia

Antelope Valley Press - Por Bob Wilson.

Rosamond, Califórnia - Autoridades dizem que nada havia lá, mas as dezenas
de pessoas que chamaram a Valley Press quinta-feira noite, 23 de abril,
garantiram que havia algo.

O objeto foi descrito como uma grande espaçonave que passou vagarosamente
sobre o supermercado Albertson a aproximadamente 21:15hs. Não fez nenhum
ruído, mas suas luzes pararam o trânsito, e alguns motoristas chamaram o
jornal.

Oficiais do Município de Rosamond, que fica a cerca de uma milha do
supermercado, disseram não terem recebido nenhum relatorio de tal
ocorrência. A Base aérea de Edwards através de seu porta-voz Gary Hatch
informou que nenhum vôo estava programado naquela área no momento relatado.
O posto de comando da base também não foi informado de nenhuma aeronave,
conhecida ou desconhecida, na área, disse o porta-voz.

Chamadas sobre o objeto começaram a chegar ao Valley Press logo após 9 da
noite, veja o que disse a chefe do jornal, Jana Treece:

" Depois das primeiras chamadas, nós dissemos , ' Yeah, OK, claro?!,' "
Treece disse. " Mas entre 9:15 e 11:00 (da noite), nós recebemos chamadas de
dezenas de pessoas que estavam a caminho do Albertson fazer compras ou que
estavam jantando no Taco Bell.

" A maior parte das pessoas deu a mesma descrição, " Treece disse.

A descrição era de um objeto grande, não exatamente octogonal em forma,
entre 100 jardas e 200 jardas de tamanho, com luzes laranja e amarelas ao
redor da superfície de fundo.

" Um dos telefonemas disse carros estavam parando fora da estrada confirmar
o objeto, " afirmou Treece.

Sugestões que o objeto era um helicóptero obscurecido pelas condições de
tempo, com vento e nebulosidade foram descartadas. " Todo o mundo disse que
não era um helicóptero que porque não havia nenhum ruído associado a isso, "
disse Treece.

Das pessoas que ligaram, " eu não pedi para nenhuma delas deixar o nome, "

Quando ela e os colegas de trabalho notaram o número de chamadas, ficaram
espantados, " nós nunca recebemos tanta chamadas na mesma noite e todas
sobre a mesma coisa, " disse.

Se o objeto tinha realmente 200 jardas, era maior que a loja da Albertson

Rosamond fica perto das cidades de Lancaster e Palmdale, Califórnia, locais
de produção de aeronaves militares enormes e instalações que servem para
testes na Base aérea de Edwuards, ali perto. A área é conhecida por uma
concentração alta de aeronaves exóticas, e as pessoas locais são acostumadas
a verem coisas incomuns no céu. São informadas muitas ocorrências de OVNI a
cada ano, alguns dos quais não podem ser explicados facilmente como qualquer
aeronave conhecida.

13/04/98

UFO responsável pela queda de energia elétrica na Argentina

Jornal Tageszeitung - Alemanha

No balneário argentino de Bariloche, discos voadores causaram caos no
sistema de força, e muita inquietação entre os habitantes.

13 de abril, estações de rádio locais foram contactadas por dezenas de
testemunhas oculares que tinham visto quatro discos luminosos, redondos,
pairar no céu na noite anterior.

" Um era grande e três menores, que se prenderam novamente ao maior, " de
acordo com um dos cidadãos preocupados, Sara Salivar. " Algo como um chuva
de faíscas aconteceu, e então todas as luzes se foram", acrescentou.

Um porta-voz da estação de força local confirmou o fato com o termo "queda
de força inexplicável".

Não era a primeira vez que culpam os OVNIs por uma queda de força na cidade
de Bariloche. O Los Angeles Times publicou uma matéria de um incidente
semelhante em agosto, 1995.

De acordo com o L.A. Times, " A tripulação de um vôo da Aerolineas
Argentinas, e oficiais de radar no solo, observaram um objeto luminoso que
se aproximou da aeronave quando estava a ponto de aterrissar no aeroporto de
Bariloche. Os oficiais da torre de controle informaram que todo os
instrumentos começaram a se comportar estranhamente e aproximadamente ao
mesmo tempo. Os observadores de solo disseram que o OVNI parecia ter luzes
brilhantes na parte inferior ".

Durante o incidente que aconteceu em 1º de agosto de 1995 um objeto
brilhante se aproximou do jato, piscando e mudando as cores. O piloto de
jato temendo uma colisão efetuou manobras evasivas. Calcula-se que 103
pessoas estavam no avião.

O objeto luminoso voou em formação próxima ao jato e foi visto pela maioria
dos passageiros e a tripulação de vôo. A torre de controle e observadores no
solo, além de oficiais militares observaram o objeto.

Quando o avião e o OVNI se aproximaram do aeroporto, toda a força elétrica
no aeroporto e em grande parte da cidade falhou, causando um blecaute. Com
as luzes de pista apagadas, o piloto do jato abortou a aproximação de
aterrissagem e iniciou uma segunda tentativa. Ele teve sucesso aterrissando
o avião na segunda tentativa. Testemunhas observaram o OVNI sumir
diretamente para cima em alta velocidade.

Ninguém conseguiu explicar por que os OVNI de Bariloche têm um efeito
particularmente forte nas fontes de energia local.

01/03/98

Jovem filma UFO em São Paulo

O jovem Alan de Oliveira, de dez anos, filmou um UFO (tipo sonda) que
percorria vagarosamente os telhados das casas no bairro de Capão Redondo,
onde mora, efetuando evoluções incomuns e fazendo uma espécie de zique-zaque
entre postes, fios e telhados. Toda a família testemunhou o vôo do objeto e
o primeiro a vê-lo foi Fernando de Oliveira, que descreveu os movimentos
como sendo inicialmente rápidos e em zique-zaque. Eles estavam num
apartamento e por isso a posição para filmagem ficou privilegiada. O vôo
durou cerca de 30 minutos e foi testemunhado por toda a vizinhança. O vídeo
dura mais de quatro minutos e foi mostrado no Fantástico, Rede Globo, que
exibiu também a opinião de Ricardo Varela, engenheiro do INPE e de Claudeir
Covo, ambos peritos ( e porque não dizer, Doutores) em Ufologia, que
comprovaram a autenticidade da filmagem e descartaram a hipótese de que
fosse um balão meteorológico (O Varela é do Inst. Nac. de Pesq. Espaciais).
Afirmaram ainda que o objeto tinha de 30 a 50 cm de diâmetro e foi filmado a
uma distância de 140 metros. Como afirmou Claudeir, "um dos melhores
registros ufológicos de que se tem notícia

01/02/98

Bola brilhante Fotografada sobre o Brooklyn - New York

No domingo, 1 de fevereiro de 1998, às 4:20 da tarde, Alex Cavallari, o
diretor estatal da Skywatch International em Nova York,, estava na casa dele
na Sheepshead Bay- Brooklyn, N.Y. quando ele observou uma esfera
vermelho-laranja luminosa no céu.

Pegando sua máquina fotográfica depressa, ele conseguiu tirar vários fotos
do orbe luminoso incomum antes que desaparecesse de visão. Na sua maior
aproximação, o objeto parecia tão grande quanto a lua, disse Cavallari.

Alguns minutos depois do objeto sumir, Cavallari ouviu o som de um
helicóptero em cima da casa. "Peguei a máquina fotográfica e caminhei para
fora sobre a varanda. Havia o que parecia ser um helicóptero preto que
pairava diretamente em cima de minha casa a aproximadamente 1.500 a 2.000
pés".

Em seguida, "o helicóptero virou de frente como se estivesse me observando.
Pairou nesta posição por aproximadamente trinta segundos e então virou para
a mesma direção que o OVNI havia tomado," afirmou Cavallari.

30/01/98

Nova onda de UFOs em Flórida Panhandle, Alabama do Sul

Começando na sexta-feira, 30 de janeiro, numerosos residentes de Pensacola e
Golfo Breeze em Flórida panhandle, bem como também os residentes de oeste de
Alabama meridional informaram numerosos aparecimentos noturnos e diurnos de
OVNI. Em uma das vezes, ainda de dia, uma imagem foi capturada em vídeo, e
foram obtidas muitas fotografias , inclusive por um fotógrafo
internacionalmente respeitado da revista LIFE magazine.

Além disso, foram ouvidos grandes estrondos inexplicados ou "estremecimentos
" na região de Mobile, Alabama.

Dezenas de observadores em Pensacola Beach, incluindo o abduzido e autor
notável Whitley Strieber e o fotógrado da revista LIFE magazine
Greenfield-Sanders observaram na noite de 30 de janeiro uma luz vermelha
peculiar que se moveu lentamente do horizonte noroeste para o zênite do céu
por um período de uns oito minutos, começando a 18:29. A luz, descrita por
várias testemunha como uma "cereja-vermelha " parece ser o mesmo tipo de
objeto luminoso tão freqüentemente avistado na Pensacola/Gulf Breeze, área
de onde saiu o afetuoso apelido de Bubba.

Um OVNI vermelho-claro semelhante foi observado na área de Pensacola também
na noite seguinte. Em ambas as vezes, foram obtidas numerosas fotografias.

No sábado, 7 de fevereiro, Christie Edwards em Robertsdale, Alabama, que
fica a 40 milhas de Pensacola, registrou em video um objeto circular de cor
prata em plena luz do dia. O vídeo breve foi exibido no Canal local Fox, em
Mobile na segunda-feira a noite, 9 de fevereiro. De acordo com o a
reportagem, Edwards tinha visto o mesmo objeto novamente aquela manhã de
segunda-feira.

" Parece uma luz luminosa, mas é realmente grande. E não parece com nada que
eu tenha visto antes, " contou ela ao Canal Fox.

Dois dias antes, 5 de fevereiro, Vicki Lyons de Pensacola tinha visto um
objeto bem parecido quando dirigia na Interestadual a aproximadamente 25
milhas de Pensacola. No princípio o objeto parecia imóvel, como uma "bola
redonda prateada, suspensa no céu," disse. Mas quando ele se moveu da
esquerda para a direita de seu campo de visão, desapareceu de repente ao
norte. " A velocidade do objeto era indescritível, " disse Vicki.

Em outro incidente, uma mãe e quatro crianças disseram que eles foram
perseguidos por um OVNI quando voltavam para casa vindo do Golf Breeze, onde
foram participar de um evento escolar. Eles reportaram que viram o OVNI bem
próximopairando silenciosamente ao lado de uma estrada rural, e ficaram
assustados, pois o OVNI parecia seguir o furgão deles. Porém, o OVNI
desapareceu de visão quando eles chegaram a casa.

16/01/98

Raytheon e Loockheed detectam dois "Alvos"

Em 16 de janeiro de 1998 um teste da Raytheon no espaço com a plataforma EKV
(veículo exo-atmosférico equipado com sensores digitais para uma " Star
Wars". O sensor detectou 9 alvos (8 chamarizes e um alvo genuíno) como
também o sistema de lançamento da Lockheed-Martin Multi-Service (o " ônibus
") que impulsionou os 9 alvos de teste em órbita.

Mas o sensor espacial Raytheon detectou um total de 12 alvos ao todo,

assim algumas outras " coisas " estavam aparentemente circulando ao redor...

...Um dos três objetos remanescentes era o sistema de lançamento da Lockheed
Martin (MSLS), o qual lançou nove alvos cônicos e esféricos no espaço. Os
outros dois alvos descobertos pelo sensor só poderiam ser descritos como
"objetos celestiais não identificados", de acordo com funcionários da
Raytheon que não especularam o que eles poderiam ser. Mais importante, os
objetos era "reais", foram identificados e localizados com sucesso.

Extraído de " Semana de Aviação & Tecnologia Espacial", de 8 de junho de
1998 (Vol. 148, n. 23), pág. 57

06/09/97

OVNI quase causou tragédia com Boeing em Nova York.

No dia 26 de setembro de 1997, várias agências internacionais de notícias
publicaram nota sobre um encontro insólito nos céus a cerca de 16
quilômetros de Nova Iorque. No dia 9 de agosto desse ano, um Boeing 747 da
empresa suíça Swissair, com destino a Zurique, quase colidiu com um objeto
voador não identificado. O vôo 127 da rota Filadélfia-Boston levava 34
passageiros, 17 tripulantes e estava a 7 mil metros de altitude quando o
objeto passou a perigosos 50 metros do avião. Segundo a descrição do piloto,
tratava-se de um artefato "alongado, branco e sem asas", enquanto o
co-piloto o descreveu como "redondo".

Segundo notícia veiculada pela rádio RSR, da Suíça, o piloto e o co-piloto
encolheram- se em seus assentos e aguardaram sem ação certos de que a
colisão seria inevitável. A associação do fato a um míssil foi cogitada pela
rádio devido à forma branca e alongada descrita pela tripulação, além da
vertiginosa velocidade.

Essa não é a primeira vez que um míssil é apontado como causa de um
incidente aéreo na região. Em junho de 1996, na explosão em pleno vôo de um
Jumbo da empresa TWA, as investigações também levaram em consideração essa
possibilidade. Naquele acidente, 230 pessoas morreram.

No entanto, Jean-Claude Donzel, porta voz da companhia Swissair, descartou a
hipótese de um míssil, confirmando a gravidade do incidente e revelando que
ainda não são conhecidos os resultados do inquérito que está apurando o
caso. Logo após relatarem a ocorrência, piloto e co-piloto foram
entrevistados pela FAA (Administração Federal de Aviação), pelo NTSB (Quadro
Nacional de Transporte Seguro) e pelo FBI (Birô Federal de Investigação),
nos Estados Unidos.

As autoridades americanas trataram de apresentar sua versão para o ocorrido.
Para elas, tudo não passou de um susto com uma sonda meteorológica.
Interrogado pela rádio suíça sobre essa possibilidade, o piloto considerou a
hipótese da sonda "totalmente inadmissível", dada a velocidade do artefato.

Ocorrência similares na China e no Brasil

Acidentes com aviões envolvendo misteriosos objetos voadores estão se
tornando perigosamente freqüentes. No dia 19 de dezembro de 1996, a 9600
metros de altitude, um objeto descrito pela tripulação como uma esfera de
luz verde colidiu com a cabine de um Boeing 757-200 que fazia um vôo de
Beijing para Wuhan, capital da provincia de Hubei, na China.

O avião foi forçado a fazer uma aterrissagem de emergência no Aeroporto
Internacional de Beijing, depois que a colisão quebrou o vidro da cabine.

Em 16 de novembro de 1996, o mistério também foi fator marcante no acidente
que provocou a queda de um avião Tucano da Esquadrilha da Fumaça, durante
exibição na Praia de Itararé, no município de São Vicente, Litoral Sul do
Estado de São Paulo, no Brasil. Após analisar as imagens de um cinegrafista
amador no momento do acidente, a AUIB, Associação dos Ufólogos Independentes
do Brasil, com sede no Ceará, denunciou a presença de estranhos objetos
próximos à aeronave. Um deles passou a vertiginosa velocidade aparentemente
próximo da posição onde a asa se quebrou, segundos antes disso acontecer.

As investigações concluíram que a causa da quebra foi fadiga de material,
mas até hoje não existe uma explicação para a presença do artefato. O
acidente provocou a morte de um banhista que foi atingido pelos destroços do
avião. (Fonte:Vigília)

28/09/97

OVNI sobre a cidade do México.

Imagens extraídas de um vídeo exibido em 28 de setembro de 1997 num programa
chamado Terceiro Milênio apresentado todos os fins de semana por Jaime
Maussan, respeitado ufologista mexicano, mostram um OVNI sobre a cidade do
México.

Maussan recebeu o video no dia 26/09. Percebe-se OVNI que paira em cima de
um edifício. Ele calculou seu tamanho a 20 metros.

Pode-se ver claramente no video que o OVNI gira em seu próprio eixo. Tem um
movimento muito peculiar, como se a gravidade da terra afetasse o modo como
voa. Durante alguns segundos o OVNI fica bastante estático, então começa a
se mover para trás de um edifício e reaparece novamente em cima do mesmo
edifício. Continua movendo-se lentamente até que vai pra trás de um segundo
edifício e não é visto novamente.

Maussan analisou o vídeo e concluiu que é altamente provável que seja
genuíno.

A semana seguinte na radiodifusão de 5 de outubro ele continuou a
investigação. Ele foi para o local onde as imagens foram feitas e localizou
várias testemunhas que confirmaram o evento.

06/04/97

OVNI captado pela NASA.

O NUFORC foi informado de que um objeto de grandes proporções foi
fotografado às 19:30hs.(hor. de Brasília/DF) pelo satélite meteorológico
Goes-9. Naquele momento, a rede de televisão CNN divulgava que o NORAD,
órgão que que controla o tráfego aéreo e a rede de satélites
norte-americanos, estava em estado de alerta máximo. A foto foi feita quando
o UFO estava sobre a costa oeste dos EUA. (Fonte: NUFORC)

04/97

OVNI cruza o céu de Florianópolis em alta velocidade

No início do mês de abril de 1997, Altair da Silva Vieira, motorista e
morador de São José, região da Grande Florianópolis, SC, filmou, com uma
câmera comum, as manobras de um avião comercial que se preparava para
aterrissar no Aeroporto Hercílio Luz. Ao assistir ao filme em sua casa se
surpreendeu ao perceber que um objeto, em altíssima velocidade, deslocava-se
do canto superior esquerdo da tela na direção do canto inferior direito. Com
o recurso de câmera lenta não ficaram dúvidas de que o objeto estava muito
distante do avião e tinha grandes proporções.

Fonte: Planetário da Universidade Federal de Santa Catarina.

31/03/97

Policiais e taxista vêm OVNI na madrugada paulista.

Na madrugada de 31/07/97 um UFO foi avistado por várias pessoas em
americana/SP. Durante uma ronda, por volta das 03:15hs., os policiais
militares Íris Souza e Wilton Franco viram um objeto de forma ovalada com
cerca de 05 metros de diâmetro num terreno baldio no bairro Parque das
Nações. Tal avistamento também foi presenciado pelo taxista Henrique
Moretti. O objeto se movimentava rapidamente a aproximadamente 200 metros de
altura, silenciosamente emitia luzes das cores azul, vermelha e amarela. O
radialista José Rufino, assim como os guardas municipais Moacir dos Santos e
Anerilton Neves também testemunharam o avistamento. (Fonte:Rede Globo)

20/01/97

Serra da Estrela - Paraíso dos Ufológos.

Dois homens da cidade, área montanhosa de Portugal, viram um UFO de grandes
dimensões logo após o anoitecer. Segundo descreveram, o objeto mudava de
cor, era redondo e desapareceu rapidamente após atravessar a Serra da
Estrela, local bastante conhecido de Portugal pela grande quantidades de
avistamentos. (Fonte: Internet)

19/12/96

Avião atingido a 9600m na China.

Um avião da Southern Airlines fez um pouso de emergência no aeroporto de
Beijing, após ser atingido por um objeto voador não identificado, que
danificou o vidro da cabine de comando. O avião encontrava-se a 9.600 metros
de altura e fazia um vôo entre Beijing e Wuhan - Hubei. (fonte: Reuters)

06/11/96

Avião da Força Aérea Brasileira é abatido por OVNI.

Durante apresentação da esquadrilha da fumaça, grupo de aeronaves da Força
Aérea Brasileira destinado a apresentações de acrobacia, foram filmados dois
pequenos UFOs de cerca de 90 cm., que ultrapassaram uma aeronave tipo T-27
tucano em grande velocidade, passando a poucos metros da asa, que em seguida
se partiu, causando a queda da aeronave. O piloto salvou-se usando o assento
ejetável. Uma pessoa faleceu, atingida pela asa. A constatação dos UFOs foi
feita pelo ufólogo Reginaldo de Athayde, que analisou a filmagem da queda e
detectou os UFOs. Sua descoberta foi apresentada às autoridades, que ficaram
atônitas. (Fonte: Rede Globo

05/10/96

Piloto gaúcho vê OVNI.

O piloto e empresário gaúcho Haroldo Westendorff levantou vôo do aeroporto
de Pelotas/RS para um passeio às 09:00hs., e às 10:15hs., quando sobrevoava
a Lagoa dos Patos deparou-se com um imenso UFO, de formato de um cone e com
100 metros de diâmetro por 50 a 60 de altura. Por 12 minutos o piloto
permaneceu voando ao redor do UFO; de repente a parte superior da nave
abriu-se, e de lá saiu um outro UFO em sentido vertical, inclinando-se 45
graus para em seguida desaparecer em alta velocidade. O UFO maior então
fechou-se e disparou na vertical se fazer nenhum ruído. O fato foi
constatado pelo operador da sala de controle da Infraero, Aeroporto de
Pelotas, Airton Mendes da Silva, que detectou o enorme objeto no radar,
também testemunhado por outros colegas no local, já que todos viram o objeto
a olho nu. (Fonte: Isto é/1417)

26/08/96

Dois OVNIs no interior de São Paulo.

João Galvão Coelho e Ivanete, sua esposa, voltavam para casa de moto, em
Piracicaba - São Paulo, quando avistaram um objeto luminoso que sobrevoava o
solo em baixa altitude. Tinha cerca de quatro metros de diâmetro e era
intensamente iluminado. O avistamento durou alguns minutos, quando o UFO fez
uma manobra rápida e passou a descer. Próximo a um terreno baldio, João
observou que o objeto encontrava-se a cerca de 60cm. do solo, e, ao fazer
sinais com o farol de sua moto, observou que uma rampa começou a descer da
nave em direção ao solo, vendo em seguida três seres com 50cm. de altura,
que tinham em suas mãos uma espécie de caneta. Os seres foram em direção ao
casal, que fugiu correndo. Ao retornarem ao local cerca de uma hora depois
acompanhados por testemunhas havia uma outra nave menor, pousada e com uma
estaca fixada ao solo; tinha aproximadamente um metro de diâmetro. a
Sra.Vania Isabel Betim, moradora do local também presenciou o avistamento.
Esta afirmou que o UFO sobrevoava lentamente e com movimentos irregulares.

No dia seguinte, quando todos retornaram ao local, encontraram cinco
perfurações no solo. Os membros do CEPEX (Centro de Estudos e Pesquisas
Exológicas) de Sumaré, do GEONI(Grupo de Estudos de Objetos Não
Identificados) de São Paulo e do grupo Genêsis de Piracicaba estiveram no
local para avaliação e coleta de material para pesquisa. Os pesquisadores
não detectaram sinais magnéticos ou de radiação. (Fonte: CEPEX - Eduardo e
Osvaldo Mondini)

21/08/96

OVNI no céu da capital.

Os empresários Hildo de Oliveira, Agamenon Nascimento e Antonio Rodrigues
Cassimiro retornavam de viagem por volta das 04:00hs., quando já próximo a
Brasília/DF notaram uma luz que acompanhava o veículo a 200 metros de
distância e a cerca de 40 metros de altura. O objeto fazia movimentos em
aleatórios, sem que a trajetória pudesse se observada, já que o objeto sumia
de um lado da pista e aparecia do outro. Em seguida o UFO projetou um forte
facho de luz sobre a pista, impedindo a visão do motorista, que parou o
carro por cinco minutos até que o UFO se movimentasse. As testemunhas
seguiram adiante e alguns quilometros depois pararam num posto policial. O
objeto foi observado por cerca de 20 policiais militares, entre eles o cabo
João Raimundo Galdino, que filmou o UFO. O filho de Hildo, Marcelo Oliveira
tirou 36 fotos do objeto. Posteriormente a imagens foram exibidas
exaustivamente pelas redes de TV locais. (Fonte: Revista UFO/Roberto Affonso
Beck)

09/04/96

OVNI pousa em Águas da Prata - SP.

Um UFO pousou sobre a pastagem, conforme testemunhou o Sr. José Antonio de
Souza e sua esposa Nilce Romera de Souza. O fato ocorreu no bairro Campinhos
e, no dia seguinte o filho do casal constatou que no chão havia um círculo
coberto por uma película gelatinosa e de contornos carbonizados. (Fonte:
GUG- Grupo Ufológico do Guarujá)

20/02/1996

Médico filma OVNI em Conceição de Almeida - BA

O estado da Bahia já se tornou referencial para os pesquisadores do fenômeno
OVNI pela quantidade de avistamentos. Qualquer pesquisador que pretenda
investigar os casos ocorridos na cidade de Conceição de Almeida
provavelmente terá que ouvir o depoimento de toda a população, já que todos
têm um caso para contar.

Com relação ao avistamento ocorrido em 20/02/96 a investigação certamente
começaria pelo prefeito da cidade à época, Walter Meira, que juntamente com
centenas de pessoas testemunhou o aparecimento no ceu de um OVNI. O fato
durou várias horas, começando pela tarde e terminando apenas de madrugada.

O médico Damião Silva conseguiu registrar em video o aparecimento do OVNI, e
informou que o objeto estava a cerca de 10.000 metros de altura, e alternava
entre pairar e mover-se de um lado para o outro repentinamente. Ao final da
filmagem outros dois objetos menores aparecem, se juntando ao primeiro antes
de desaparecerem

17/03/96

Fazendeiro avista OVNI - SP.

O Sr. Dirceu Vaz Guimarães informou que por volta das 17:30hs. do dia
17/03/96, quando trabalhava numa plantação de laranjas na Fazenda Areia
Branca - Ipiguá, avistou um facho de luz clareando tudo a sua volta. Achando
estranho aquela luz, já que na região não há energia elétrica, viu a cerca
de 300 metros um objeto metálico na forma discoidal de dois pratos
sobrepostos medindo aproximadamente 12 metros. O objeto estava a 70 metros
de altura e começou a descer, chegando próximo ao caminhão de Dirceu. Quatro
colunas saíram da nave e tocaram o solo. A testemunha deixou o local, indo
até a sede da fazenda, de onde retornou minutos depois com o Sr.
Francischini, administrador da fazenda, porém o UFO já havia sumido,
permanecendo apenas um forte cheiro de enxofre e as marcas no solo. (Fonte:
CEPEX - Eduardo e Osvaldo Mondini)

29/10/95

Vou de ônibus....

Quarenta e quatro pessoas viajavam tranquilamente num ônibus coletivo de
linha regular da cidade de Pelotas, Rio Grande do Sul, quando avistaram um
UFO na Praia do Laranjal. Estavam no ônibus da empresa Sopel e o susto foi
grande. O objeto desapareceu com uma velocidade impressionante, segundo
declararam os passageiros daquela linha. (Fonte: Correio do Povo/Porto
Alegre)

19/05/86

Presidente da EMBRAER avista OVNIs.

Caso que já é um clássico da ufologia nacional, envolvendo o Cel. Ozires
Silva, à época presidente da EMBRAER, que deslocava-se num bimotor pilotado
pelo comandante Alcir Pereira da Silva, o qual, ao aproximar-se do aeroporto
de São José dos Campos, em São Paulo, às 21:00hs. para pousar percebeu a
presença de UFOs. Os objetos já haviam sido detectados pela torre do
aeroporto, e o CINDACTA(Brasília) detectava oito alvos não identificados, e
o piloto Alcir decidiu perseguir um dos UFOs, e o Cel. Ozires decidiu
assumir o comando do avião, porém ao tentar aproximação o UFO desapareceu.
Foram detectados diversos UFOs naquela noite, razão pela qual foram
acionados os caças da Base Aérea de Santa Cruz, no Rio de Janeiro e três
caças Mirage de Base Aérea de Anápolis/GO. Os caças tentaram, mas não
conseguiram aproximar-se dos UFOs. Segundo o piloto Armindo Souza Viriato de
Freitas os caças não conseguiam competir com aqueles aparelhos devido a sua
grande velocidade, que atingia a Mach 15 (15 vezes a velocidade do som).
Nesta mesma noite um objeto de cerca de 20 metros de diâmetro foi filmado,
fato testemunhado por centenas de pessoas. À época o ministro da
Aeronáutica, brigadeiro Octávio Moreira Lima veio pessoalmente a público
divulgar os acontecimentos daquela noite. Numa coletiva à imprensa o
ministro informou que foram detectados 21 objetos não identificados através
dos radares, os quais desenvolviam alta velocidade e tinham trajetórias
irregulares.

1994

USA Air Force filma e detecta OVNI

Um vídeo surpreendente foi exibido no Congresso da CSETI em 9 de abril de
1997 em Washington DC. O evento ocorreu em 1994 quando um aparente OVNI
sobrevoou a área de Nellis em Nevada e foi capturado durante vários minutos
pela própria telemetria da força aérea. O filme foi levado ao ar por redes
menores de TV.

A transcrição abaixo é um trecho da conversação do pessoal que opera a
estação.

CONTROLE : Detecto uma aeronave ao norte bem rápida.

OPERADOR 1: Eu tenho um helo [gíria para helicóptero].

OPERADORA: Às onze?

OPERADOR 1: Yeah, não posso entender onde essa coisa está indo.

CONTROLE : Estejam atentos... estamos gravando....

OPERADOR 2: o que é isso?

OPERADOR 1: Eu não sei. Não faço idéia. Um helo?

OPERADORA:  Parece com um. Está muito alto. Indo diretamente para cima.

OPERADOR 1:    Nós detectamos este objeto desconhecido. É uma Aeronave de
algum tipo. Nós vamos pôr um lançamento de qualquer maneira para cima nisto,
veja o que acontece. Parece estar pairando lá. Parece ir em longo curso bem
lento. Não há quase nenhuma velocidade. Eu não sei se isto vai cair ou
não....Nós temos impacto. Nós chamaremos este um "kill" para esta aeronave
desconhecida. Controle T-1 não sabe que tipo de aeronave é essa.....

OPERADOR 2:    Isso é misterioso.

OPERADOR 1: Estranho.

15/09/91

Discovery captura video de OVNIs sobre a Austrália.

Uma das imagens de vídeo mais espetaculares já vistas! OVNIs foram flagrados
através de máquinas fotográficas a bordo da nave espacial da Discovery em 15
de setembro de 1991. A sucessão de imagens foi apanhada ao vivo por vários
amadores que estavam monitorando as transmissões diretamente. O material foi
mostrado em noticiários e circulou entre investigadores de OVNI no mundo
todo.

O vídeo mostra vários objetos luminosos pequenos manobrando e interagindo
aparentemente uns com os outros de modo complexo. Céticos insistiram serem
somente algumas das muitas partículas de gelo pequenas que inevitavelmente
entram em órbita com toda nave espacial.

Investigadores de OVNI foram rápidos em discordar dessa interpretação, nos
EUA o cientista Richard C. Hoagland logo conclusivamente demonstrou que os
objetos eram realmente de grande tamanho e estavam a muitos quilômetros da
Discovery.

No vídeo um OVNI parece subir para cima de debaixo do horizonte de amanhecer
da Terra em particular e pode ser visto emergindo por detrás da atmosfera.
Está certamente em órbita ao redor da Terra,e viaja depressa.

Um flash súbito luminoso de luz é visto então à esquerda do quadro, abaixo
da Discovery. O OVNI então manobra em ângulo fechado e vai em direção ao
espaço a velocidade muito alta. Dois rastros finos de luz movem-se
rapidamente para cima da superfície da Terra para onde o primeiro OVNI teria
ido.

Subseqüentemente, análise cuidadosa do vídeo conclui que:

•A distância da Discovery ao horizonte da Terra era de 2,757 quilômetros

•A velocidade do OVNI antes de acelerar em espaço era de 87,000 kph (Mach
73)

•03 segundos depois do flash claro, o OVNI muda sua direção nitidamente e
acelara para o espaço a 340,000 kph (Mach 285) dentro de 2.2 segundos

•Sua aceleração produziria 14,000 g de força (1g é a gravidade normal da
Terra)

1