pantanal

 

O Pantanal Mato-Grossense

O Pantanal Mato-Grossense é uma das maiores e mais belas reservas ecológicas do mundo, que pode ser visitada com alguma facilidade a partir de vários pontos, sobretudo Cuiabá ou Corumbá .

O Pantanal é uma bacia sedimentar quaternária, limitando-se a oeste com a Bolívia e o Paraguai . É também, uma planície, que abriga o centro geográfico da América do Sul.

 

Clíma e Temperatura

As temperaturas são bastante elevadas em média entre 20 graus C a 25 graus C. As chuvas distribuem-se em duas estações bem distintas : a chuvosa, no verão e a seca no inverno. A pluviosidade varia em torno de 1.500 a 2.000 mm. O clima predominante é o tropical. Os ciclos das águas são preciosos, ou eram preciosos antes das alterações promovidas pelo homem estranho a região : chove de novembro a janeiro; a enchente dura de fevereiro a abril; a vazante ocorre de maio a julho; e, de agosto a outubro, temos a seca.

A enchente , provocada pelas águas que descem em direção ao sul, ao rio Paraguai, é lenta, uma vez que a declividade do terreno é mínima , formando uma lâmina d'água A enchente traz a fartura, o peixe fácil. é a época da reprodução, também, de se criarem os filhotes. Os peixes deixam os leitos dos rios e entram embaixo das árvores, que tem suas bases submersas, ficando disponíveis para a alimentação dos pássaros.

E pode-se ver, pousados juntos, numa mesma árvore, flamingos, biguás, socós, garças, patos, marrecos, jaburus. Os peixes comem pequenas frutas, depois seguem para as lagoas, onde desovam em temperatura ideal para o desenvolvimento dos filhotes. Na seca os peixes, retornam aos rios bem alimentados e com melhores condições para enfrentar a eterna luta pela sobrevivência.

 

Da mesma forma, a vazante é vagarosa: as águas evaporam aos pouco e os peixes debandam num esforço semi-inútil em direção aos rios , sendo atacados pelas milhares de aves aquáticas e pelos jacarés.

Na seca, ficam apenas os rios perenes, que podem estar muito distantes dos animais. Aí, cada um se vira como pode. O jacaré , por exemplo, procura os lugares úmidos, cava um buraco e se enterra. Fica ali hibernando, apenas com o focinho de fora, até que as chuvas façam do local uma lagoa e ele, magro, saia á procura da renovação, da vida.

 

O aproveitamento das riquezas do Pantanal , inclusive as minerais e vegetais, é hoje, o grande desafio. Introduzir novas tecnologias sem afetar o equilíbrio ecológico, o principal problema. A questão da tecnologia é o drama do Pantanal , que tem um rebanho estimado em 12 milhões de cabeças. Há quem insista que a produção pode melhorar de qualidade com a introdução de novas técnicas mais modernas. Os fazendeiros tradicionais acham que não; para eles, a produção pode cair e a natureza ser seriamente danificada.

 

O Relevo

O Pantanal é uma planície, formada por terrenos sedimentares recentes. Apresenta uma topografia baixa e plana, com altitudes entre 100 e 200 metros. Esse fato dificulta o escoamento das águas nos períodos chuvosos, provocando imundações pelos rios da bacia do Paraguai.

Hidrografia

A bacia Paraguaia recobre toda a planície do Pantanal, em terras de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. O rio Paraguai, dos dois mil e oitenta e quatro quilômetros de extenssão, percorre 1.400 Km dentro do Brasil. No Brasil é navegado até a cidade de Corumbá. Seus afluentes são: Cuiabá, Taquari, Miranda e Apa.

Vegetação

A vegetação típica da Planície do Pantanal Mato- Grossense é o Complexo do Pantanal . Tal vegetação consiste numa associação de várias formações, em que se incluem as florestas, cerrado, campos, além da vegetação característica dos alagadiços.

Pecuária

O Pantanal apresenta as melhores condições de pastagens e onde a criação é feita de modo racional. é a principal área de criação da Região Centro- Oeste.

A mais importante área criatória encontra-se no município de Corumbá.

Atualmente, o gado " pantaneiro" vem sendo substituído pelo gado zebu e pelo búfalo, de melhores qualidades. A criação continua sendo feita extensivamente, favorecida pela pastagem natural de campos, fertilizados, periodicamente, pelas enchentes do rio Paraguai e seus afluentes.Destinado ao corte, o gado é vendido para as regiões de invernada artificial e frigoríficos paulistas.

População

As menores densidades ocorrem no Pantanal e na floresta equatorial, com menos de 1 hab/Km2.

Transportes

A navegação fluvial é importante no Pantanal, onde as cheias da bacia do Paraguai dificultam a construção de vias terrestres. Nesse caso, o rio Paraguai torna-se importante via de transporte nessa área, onde dois portos fluviais se destacam : Corumbá e Porto Murtinho.

O transporte aéreo ganha certa importância na região, devido ás grandes distâncias e pelas dificuldades que apresentam as poucas e precárias vias terrestres.

A ferrovia - Estrada de Ferro Noroeste do Brasil parte de Bauru e atravessa todo o sul de Mato Grosso do Sul até Corumbá.

Extrátivismo

Extrativismo vegetal - O Quebrachoé o produto vegetal explorado no Pantanal.

Extrativismo Mineral -Os principais minerais explorados são o manganês e o ferro, que são extraídos no maciço de Urucum, no Pantanal, nas proximidades de Corumbá, onde se encontra a Usina siderúrgica de Sobrás.

Página Inicial

1